Quinta-feira, 11 de Junho de 2015

 

 

Letra

 

Da vida nasce um dom e faz-se uma garganta
e muitos cantam com ela mas o mal não se espanta
Porém, bailam com juramentos e outros dançam
quando te bates não é canção, é mais uma sanção
é com isso que eu friso que tu ´tás submisso
à mão de uma lei que ajuda o mal por fairplay
vales na balança, não te fies na bonança
és cavalo dum Quixote que só quer encher a Pança

Enchem bagagem e mais não cabem
concluem com coragem com "Portanto" e por tanto não fazem
Recuperação sem cooperação, e o que interessa
é chutar prazos para entrar na antologia das promessas
Não peças educação, já te dão o Natal
tiraram o Menino da palha para dormir no Capital
Reis Magos passam a magros noutro domínio
são vestígio da sociedade obesa, presa à dieta do raciocínio

Dívidas choram, desprezo ao domicílio
esfregam lágrimas de nada com papéis de subsídios
fiéis ao suicídio não encontram outro estado
à ordem de um renegado esperam um ordenado.
Pergunta quem eleva uma vida pouco activa
partiram o Activa ao meio e só deram asas ao Iva
na busca duma explicação séria
muitos querem voto mas nunca existiu matéria
e por isso andam aos anos a vestir danos, e o meu Undo
é um puto a dizer alto "Olha, o país vai nu!"

Respira, respira fundo que o fundo não existe
P´ra quem ainda resiste a ver o que não viste
Lava o que sabes, agarra o que fazes aqui
permites que só a morte se acredite em ti?
Depositam a bondade, e o crédito escorrega
comem por trás a verdade que é a única cabra cega!

Refrão:
Quem acredita em histórias aleatórias, alusivas
abusivas, a ti comprometidas, a fim de serem ouvidas
é isso que nos atinge
Não dá, não pintes uma crença que tinge
Quem acredita em histórias aleatórias, alusivas
abusivas, a ti comprometidas, a fim de serem ouvidas
é isso que nos atinge
Não dá não, se princípios tornam-se fins

Pai Nosso que estais no Céu, eu duvido, não suplico
não credito no ensino que Vós dais no paraíso
Se é intrínseco o que destes ao amor de cada mãe
é intrínseco o que deves se te pagam com Amen

Quem acredita na existência ouvida na inocência
(que) já não tem audiência
aparecem as repostas e agora já duvidas
não resumas nem as redimas se umas são percebidas
eu vi-te: o teu limite é uma fé ilógica
crê na santidade, reza, fecha a boca com uma hóstia
Sobreviventes, pacientes noutro pódio
tirem santos dos hospitais que os crentes estão na morgue
é isso que levas ao colo
António Vieira, padres querem pescar mas estão presos no anzol!

Emanas crenças que dão quilos de dramas
quando a alma só aguenta 21 gramas
quem acredita nesse poder estatal?
de bolsos cheios para o destino e gamado no terminal!?
Deixem-me ser, eu não escolhi este hemisfério
e o mistério do controlo mudou-se para ministério

não sou esperto, sou correcto e não evito o conflito
pago a licenciatura e a indiferença passa o recibo
pari uma confiança, veio a mentira ao expoente
parente de ilusões sem nome, então eu vou ser pai ausente.

Refrão

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

O Blog Mudou de casa

Fado Insulano - José Mede...

Cantiga da terra - Zeca M...

"Aprendiz de Feiticeiro -...

Milhafre das Ilhas - Luis...

Sara Tavares - Ter Peito ...

Banho Maria - Não Há Amor...

Sara Tavares - Fitxadu ft...

JUNGLE EVA - TT SYNDICATE

João Granola estreia vide...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds