Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

Valquíria
(Letra e Música: João Mota e Pedro Franco)

Na tua boca mil demónios bramam
Laminas cegas e sentenças.
Falta-nos luz para ver o quadro inteiro,
Falta furar o nevoeiro.
Ver o teu ar de valquíria desarmada
Na escassez de um inimigo.
O meu inverno acabou contigo
Quebrou a tua espada.

Sobrou vinho azedo nos teus lábios
E eu dei-te de beber sem restrição
Até que te perdeste do meu rasto
E eu fiquei tão fora de mão.
A noite teceu-te um vestido de apatia
Que o meu peito repudia
E ver o teu ar de valquíria desarmada
Chegar ao fim da estrada,
Chegaste ao fim da estrada.

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email