Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

Um Corpo Estranho editam álbum de estreia em fevereiro

O grupo português Um Corpo Estranho edita em fevereiro o álbum de estreia, intitulado "De não ter tempo", que apresentará ao vivo em Lisboa, foi hoje anunciado.

 

Pouco mais de um ano depois de terem lançado um EP, homónimo, Pedro Franco e João Mota lançam agora, em edição independente, o primeiro álbum, que conta com a participação da acordeonista Celina da Piedade. Grande parte dos temas do EP foram recuperados para "De não ter tempo", aos quais se junta ainda uma versão de "Vem (além de toda a solidão)", dos Madredeus, dando consistência a uma certa portugalidade assumida pela banda.

 

Pedro Franco e João Mota são de Setúbal, conhecem-se desde a adolescência e passaram por várias bandas até formarem Um Corpo Estranho, em 2009. Em 2013 integraram a coletânea Novos Talentos FNAC e compuseram para o espetáculo "A Almofada da Paula", inspirado na obra da pintora Paula Rego, que se estreou na Casa das Histórias, em Cascais.

 

Em "De não ter tempo", Pedro Franco e João Mota tocam guitarra, ukulele, banjo, theremin, percussões e serrote musical, fazendo-se acompanhar do Corpos Ensemble, com os músicos Rui David, Sérgio Mendes e Vítor Coimbra.

 

O concerto de apresentação do álbum de estreia está marcado para 21 de fevereiro, na Fábrica Braço de Prata, em Lisboa.

 

Retirado do Sapo Música

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email