Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

 

 

Letra

 

 

Voltarei à minha terra
Quando já estiver cansada
Do destino que me leva
A andar de estrada em estrada

Por enquanto eu adivinho:
Este destino que pra mim escolhi
Vai chegando de mansinho
Quando eu descubro o caminho
Que me vai levar a ti

Minha terra é a distãncia
Minha casa é o segundo
Em que eu lembro aquela ânsia
Que me chega da infância
E me leva pelo mundo

Por isso é que sou menina
E não vou mudar de idade
Chamo terra à minha sina
E chamo casa à saudade

Se o relógio se adianta
Prende-me o fado à garganta
E obriga-me a cantar
Como se a qualquer momento
Se escutasse a voz do vento
Nas profundezas do mar

Mas se o ponteiro se atrasa
Chamo terra e chamo casa
Ao antes e ao depois,
Quando seguimos sozinhos
Vamos abrindo caminhos
Onde às vezes cabem dois


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email