Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

tambor.jpg

 

 
TAMBOR
 
 
Novo disco  "Dobram os Sinos Mais Uma Vez"
 
Gravado ao Vivo no Cineteatro D. João V
 
25 de Abril de 2017 é o regresso de Tambor aos discos ao vivo, com edição exclusivamente digital. A celebrar o ciclo iniciado com o esgotadíssimo concerto do Salão Nobre do Mosteiro dos Jerónimos, juntaram-se à formação mista de instrumentos de Câmara, Pop, Eletrónica e Percussão Tradicional outros companheiros de música para um concerto único, em acústico, para Grupo e Coro. De Cortina de Fumo a Electro Pop, são 15 anos de músicas, que fazem a carreira do Tambor, (passando pela edição da gravação ao vivo em CD+DVD do concerto “O Espaço sem ti não é nada” em 2014 . No dia 5 de Fevereiro de 2016 no Cineteatro D. João V, estas canções foram partilhadas com o Coro da Orquestra Extraordinária, num concerto acústico numa noite única, onde pela primeira vez foram ouvidos os acordes de “A Construção da Saudade” tema que dá nome ao 6º disco de originais. Nessa noite foi ouvida também em primeira mão a “Canção Verdes Anos” versão do tema de Carlos Paredes com letra de Pedro Tamen.
 
A 25 de Abril, para todo o mundo e com os aplausos do público então presente, está disponível, em formato digital,  “Dobram os sinos mais uma vez", o registo dessa noite, para recordar.
 

 

Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email

3 comentários

  • Imagem de perfil

    olhar para o mundo 30.04.2017

    Laura

    Agradeço o seu comentário, e prometo que em breve estarão aqui os vídeos.

    Isto é um blog pessoal, faço isto sozinho no pouco tempo que tenho livre, recebo alguns mails das editoras e tento manter-me ao corrente do que vai acontecendo, não faço ideia de qual a editora dos Aurora mas de certeza não é das que me manda mails, por isso o lançamento do novo trabalho passou-me ao lado.

    De novo agradeço o seu comentário, sempre que tiver outras sugestões pode deixar um comentário ou mandar um mail para o endereço que está no fim da página.

    Obrigado
    Jorge Soares
  • Sem imagem de perfil

    Laura 30.04.2017

    Obrigada.

    E eles não têm editora, foi uma edição de autor, o que torna o sucesso deles ainda mais merecido :-)
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.