Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Se me amas Se me queres Não procures aquilo que Não há em mim Se me amas Se me queres Não me prendas Sempre ao pé de ti Se me amas Se me queres Não faças de mim palhaço Não quero ser um fracasso Nas tuas mãos Já te disse toma cuidado Que o amor quere-se bem passado Quando chega a submissão Quando chega a obrigação Há por aí muitas damas Se me amas Se me amas Se me queres Não me faças nunca Dizer que não Se me amas se me queres Não faças de mim palhaço (...)
  "SE ME AMAS" - XUTOS & PONTAPÉS ACÚSTICO 28 NOV MULTIUSOS GUIMARÃES18 DEZ CAMPO PEQUENO Há muitas histórias dentro da História dos Xutos & Pontapés. A história do «acústico» é uma das mais bonitas. Porque há coisas que não são planeadas mas podem ser muito importantes. Há momentos, inesperados, em que uma banda renasce porque se reencontra: consigo mesma, com as suas canções e com o público. Em 1995, de uma emissão de rádio, fez-se um disco – Ao Vivo na (...)
    A segunda edição do festival vai realizar-se nos dias 13, 14, 15 e 16 de agosto.   Xutos & Pontapés, o brasileiro Marcelo D2, Jorge Palma, Regula e Richie Campbell são os primeiros artistas a confirmar a sua presença no Sol da Caparica, um festival de verão que é dedicado à música portuguesa e da lusofonia.   "É muito importante ter (...)
    Letra     Nasci entre ruínas E nos vícios eu tentei crescer Quero crescer! Andei no limite do tempo Tentei correr contra o vento Pra quê? Joguei no destino errado, Perdi-me por querer saber Tu aí! Espero alguém chegar Queres assim Alguém pra me orientar Ficas aí? Tenho que me aguentar Até ao fim Será que me vou salvar?
"A feira tem vindo a ganhar o respeito das pessoas que nos visitam. É o evento mais importante do concelho e que mais gente traz à cidade. Será a maior feira de sempre", prometeu o vereador da Câmara de Leiria com o pelouro das feiras, Vítor Marques.   Em 2014, o recinto instalado até dia 25 na zona desportiva ocupará 50 mil metros quadrados e receberá o maior número de expositores de sempre: 230. Em funcionamento estarão, entre outros, 27 estruturas de recriação, 52 stands de (...)
Em 1988, cinco rapazes lançavam o álbum 88, o quarto da sua carreira. Numa das faixas cantavam sobre a sua alegre casinha, tão modesta quanto eles. No entanto, foram precisos mais de 20 anos para que os Xutos & Pontapés tivessem, efectivamente, a sua casinha. Até agora, estavam confinados a ensaiar numa pequena garagem, que entretanto se tinha-se tornado impraticável. “Em vez de ser um sítio de criação tinha-se tornado um sítio de tortura”, conta (...)
    Letra     São longas distâncias São luzes na chuva Gelam-se os ossos A quem madruga Traços vermelhos Que sujam o chão Tu segues para o norte E ouves esta canção   Tu olhas em frenteProcuro chorar Um futuro ausente Tão longe do meu marA comida da mãe As zangas do pai São já só saudade Um lamento e um ai Vê lá para onde vais Há uma quimera Tu vais acabar Por ter alguém À tua espera À tua espera   Dá um beijo meu à Zefa (Dá um (...)
  Letra   Grossas são as cordas Os nós são de marinheiro Enroladas à volta Mantêm-te prisioneiro Tu tentas sacudi-las Mas os nós são corredios E quanto mais te mexes Mais te apertam, tem sangue frio E tu ainda perguntas O que foi que se passou Se mal não fizeste Quem foi que te amarrou São pesadas correntes Terminadas em grilhetas São grossos cadeados Trancados com sete chaves pretas Não te deixam voar Tu já estás colado ao chão E tudo isto existe Não parece ter (...)
  Letra   Tu também (há 10 000 anos atrás) Há dez mil anos atrás a areia da praia já cá estava mas o instinto foi fatal dei contigo no metro estação marquês de pombal entre aquele mar de gente que fluía cabisbaixo tu imovél, uma rocha com o mar a passar por baixo cara a cara, frente a frente a imagem começa a girar os teus olhos de repente parecem da cor do mar da cor do mar quando a tarde cai da cor do mar quando a noite vem daquela cor que só o mar tem o mar e tu também (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email