Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Faltamos à peça principal Saímos de cena Ficamos com pena Saltamos o final Gritam palavras de ordem A raiva pela manhã Falam com quem desconhecem Outros adormecem O dia é um tédio mas não vejo remédio É só mais uma vez Ter e não ter Ganhar e perder Antagonias Ironias Tantas figuras De estilo e de modo Avançamos logo! Companhia tardia Desperta a simpatia De quem nunca sorriu Ficam mais lentos, menos atentos Verbos sonolentos Inspira respira Comédia em (...)
    Depois de promoverem o single “Histórias” do EP com o mesmo nome, os Xerife regressam agora com um novo videoclip. “Ter e Não Ter” foi o tema escolhido e será lançado no próximo dia 11 de fevereiro, em Salvaterra de Magos, pelas 17h. No dia 17 do mesmo mês será a vez da discoteca Main, em Lisboa, receber esta banda promissora de rock em português. O showcase de lançamento do novo videoclip está agendado para as 23h30. “Ter e Não Ter” fala-nos da forma como (...)
    Xerife a 18 de agosto nas Festas de Coruche   Os Xerife vão encerrar as Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo, em Coruche. Pelo Palco Principal irão também passar nomes como Tiago Bettencourt e José Cid.   É já no próximo dia 18 de agosto, pelas 23h, que os Xerife atuam no Palco Principal das Festas em Honra de Nossa Senhora do (...)
    Xerife estreiam “O Amor é um Lugar Estranho”   Os Xerife estreiam esta segunda-feira, dia 23 de março, o single “O Amor é um Lugar Estranho”. Trata-se do segundo tema extraído do EP homónimo da banda, editado em setembro de 2014 pela Music In My Soul.   “Dá-me a Mão” foi o primeiro single retirado deste trabalho, que percorre (...)
  Letra     Às vezes é preciso perder É preciso fugir até voltar a ver É preciso sofrer para dar valor É preciso reconquistar o amor   Eu sei, não te valorizei Agora sei o que desperdicei Tudo o que nos parece banal É o que mais nos faz feliz afinal   Refrão Dá-me a mão Dou-te a alma e o meu ar Dá-me a mão Dou-te a vida para te amar   Se disser que és vida em mim é dizer pouco Tudo o que te possa dar será pouco Não consigo viver neste sufoco (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email