Sábado, 27.09.14

 

 

letra

 

High speed love 

High speed, high speed, 
high speed love. 

High speed love, 
high speed love 
is dead, 
is on my TV screen. 
I think I'll stay in bed 
so I don't have to see. 

High speed, high speed, 
high speed love. 

High speed love, 
high speed love, 
is strange, 
there are limits to being weird 
and limits for feeling sick. 
We don't even know what to do, 
the border is way behind 
and the police are after you. 

High speed love, 
high speed love. 
(I'm on high speed love, 
is this love at all? 
I'm on high speed love 
and I just don't want to go home)

credits

from The Imaginary Life of Rosemary and Me, released 21 April 2012 
Guitars, Farfisa organ, Hohner Clavinet, synthesizers, percussions and vocals by Walter Benjamin. 
Drums by João Correia. 
Bass by Nuno Lucas. 
More vocals by Márcia.



publicado por olhar para o mundo às 08:39 | link do post | comentar

Quarta-feira, 24.09.14

 

 

Letra

 

Mary 

This is our last shot 
before the glasses are filled with wine 
and your eyes are full of life. 
This is a big day, 
it was a big decision 
and a big mistake 
for me to come. 

Mary, 
won't you dance with me 
before you marry him? 
Mary, 
won't you dance with me? 

I never learned when to stop, 
and even at school 
I was too fast for you. 
Come on, 
I'm not advertising for a new mood 
- this is old stuff and you know it, 
someone's waiting on your couch. 

Mary, 
won't you dance with me 
before you marry him? 
Mary, 
won't you dance with me?

credits

from The Imaginary Life of Rosemary and Me, released 21 April 2012 
Written by Walter Benjamin. 

Farfisa organ, guitars, piano, wurlitzer, synthesizers & other keyboards and vocals by Walter Benjamin. 
Bass by Nuno Lucas. 
Drums by João Correia. 
Trombones by Nick Mills.



publicado por olhar para o mundo às 17:37 | link do post | comentar

Sábado, 18.01.14

Anarchicks, NBC e Walter Benjamin juntam-se ao cartaz do primeiro Festival de Inverno

Os músicos Walter Benjamin e NBC e o grupo rock feminino Anarchicks juntam-se ao cartaz da primeira edição do Festival de Inverno, que acontecerá em fevereiro, em Lisboa, anunciou a organização.

 

O Festival de Inverno, feito apenas com artistas portugueses, está marcado para os dias 21 e 22 de fevereiro, com seis concertos por noite divididos entre o Teatro do Bairro (Bairro Alto) e o Santiago Alquimista (perto do Castelo), com os bilhetes a darem acesso a todas as atuações e aos dois espaços.

 

A organização tinha anunciado a presença dos Mesa e de Balla, aos quais se juntam agora Walter Benjamin, o músico NBC, as Anarchicks, Thomas Anahory, O Martim e Nicotine’s Orchestra, um dos projetos do músico Carlos Ramos.

 

O Festival de Inverno é um evento de música de pequena dimensão que acontecerá em Lisboa numa altura em que, "por norma, é mais parada, tem menos espetáculos", afirmou o promotor Carlos Vieira à agência Lusa, em dezembro passado.

 

Carlos Vieira acredita que o festival se pode destacar por ser precisamente no inverno e por ter apenas artistas portugueses "de diferentes quadrantes, uns mais conhecidos e outros em ascensão".

 

A atestar essa diferença de estéticas, o cartaz inclui, por exemplo, NBC, considerado um dos primeiros músicos do hip hop nacional, que integrou nos anos 1990 o coletivo Filhos d’1 Deus menor e que lançou no ano passado o EP "Epidemia", e Walter Benjamin, alterego do músico Luís Nunes, que editou em 2012 o álbum "The imaginary life of Rosemary and me", e que recentemente recriou ao vivo o álbum "The Queen is dead", dos Smiths.

 

As Anarchicks editaram no ano passado o álbum rock, de influência punk, "Really?!", e Thomas Anahory, influenciado por Simon & Garfunkel ou Creedence Clearwater Revival, lançou no final de 2013 o segundo álbum, "Thank You Lucky stars", e há um ano O Martim (o contrabaixista Martim Torres) apresentou-se com o álbum "Banho Maria".

 

Os bilhetes para o Festival de Inverno, cujo cartaz não está ainda fechado, custam entre os 25 euros (um dia) e os trinta euros (dois dias).

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:47 | link do post | comentar

Terça-feira, 10.04.12

As filosofias que se escondem por detrás do disco de estreia de Walter Benjamin, “The imaginary life of Rosemary and me”, são ainda desconhecidas, mas uma coisa é certa: é impossível torcer o nariz às sonoridades deste álbum. 


O disco daquele que se descreve como um escritor de canções vai sair já no dia 16 de Abril e conta com a participação de vários amigos seus.

 

Walter Benjamin é o nome da personagem criada por Luís Nunes para o álbum de estreia do cantor, “The Imaginary life of Rosemary and me”. Neste disco, a estrear no próximo dia 16 de Abril 

O disco pode ser entendido como uma nova fase do percurso de Luís Nunes. Embora já tivesse feito parte de vários outros projectos, é em “The imaginary life of Rosemary and me” que o autor melhor se revê.

Este álbum de estreia parece ser um híbrido entre vários estilos e por isso, complicado de definir. Talvez possa dizer-se que “The imaginary life of Rosemary and Me” é largamente inspirado num género aproximado de Red House Painters e também de Bob Dylan, notando-se ainda alguns traços de algo que parece vindo dos The National.

As personagens confundem o ouvinte, que deixa de conseguir perceber se o disco trata uma dimensão real de acontecimentos, ou se tudo não passa apenas de uma doce, calma e ligeira ficção, gravada entre as capitais britânica e lisboeta.

Outra importante particularidade do disco é que todas as faixas falam de Rosemary, uma rapariga que até agora permanece misteriosa.


Para Luís Nunes, este novo projecto é na verdade “um trabalho muito pessoal, a música mais íntima que eu já fiz, e é muito orgânico. A ideia inicial era captar a essência de "Nashville Skyline" do Bob Dylan”, disse em entrevista ao website Bandcom.

Costuma dizer-se que a curiosidade matou o gato, mas neste caso não é preciso chegar tão longe, porque é já no próximo dia 21 de Abril que Walter Benjamin vai estar ao vivo, no Auditório Padre Carlos Alberto Guimarães, em Alvalade.  

“The imaginary life of Rosemary and me” vem sem dúvida, enriquecer o nosso panorama musical, trazendo sonoridades docemente neuróticas e que combinam voz, com piano e guitarras acústicas.

Leonor Machado

 

Retirado de HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 12:43 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Walter Benjamin - High Sp...

Walter Benjamin - Mary

Anarchicks, NBC e Walter ...

Walter Benjamin: música q...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
"Estou cheio de arrependimento, cheio de dorese tu...
E é "Não dizem duas quando estão ao pé de ti"...
com o soquete p'lo artelho, um soquete é uma meia.
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
blogs SAPO
subscrever feeds