Sexta-feira, 26.06.15

vozeguitarra.jpg

 

 

ENCERRAMENTO FESTAS DE LISBOA’15 - VOZ E GUITARRA

3 E 4 JULHO, TERREIRO DO PAÇO, 22H - ENTRADA LIVRE

 

Festas de Lisboa’15 encerram com duas noites, dois instrumentos – Voz e Guitarra - e 28 artistas portugueses, no Terreiro do Paço, dias 3 e 4 de Julho, às 22h.

Duas noites de música a céu aberto, no Terreiro do Paço, encer­ram um mês de fes­tas na cidade, con­vi­dando 28 artis­tas a inter­pre­tar um vasto reper­tó­rio de música por­tuguesa.

Voz e Guitarra nasce de um projecto discográfico com direcção artística de António Miguel Guimarães e Manuel Paulo e ganha forma nestes concertos com a direcção musical de Tim. Conta já com duas edições discográficas (1998 e 2013), tendo a primeira sido apresentada num grande concerto no Festival dos 100 Dias.

Além dos intérpretes de voz e guitarra, os concertos contam com António Jorge Gonçalves, responsável pela criação – ao vivo - da cenografia, com imagens e desenhos projectados, acrescentando uma nova dimensão a todo o espectáculo.

Três gerações de artistas mostram o que de melhor se tem feito na música portuguesa nos últimos 30 anos, numa harmonia entre voz e guitarra, em torno de versões e de temas originais.

 

3 de Julho

David Fonseca, Dead Combo, Filipe Cunha Monteiro, Gisela João, Jorge Palma, Kalu, Luísa Sobral, Luís Represas, Mafalda Veiga, Márcia, Mário Delgado, Norberto Lobo, Olavo Bilac, Tim, António Jorge Gonçalves

 

4 de Julho

Ana Bacalhau, Ana Deus, António Zambujo, Carlos Nobre, João Pedro Pais, Luís Varatojo, Miguel Araújo, Moz Carrapa, Rita Redshoes, Samuel Úria, Sara Tavares, Sérgio Godinho, Tim, Vitorino, António Jorge Gonçalves



publicado por olhar para o mundo às 19:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23.10.13

 

Letra

 

Só pra dizer que te amo, 
Nem sempre encontro o melhor termo, 
Nem sempre escolho o melhor modo. 

Devia ser como no cinema, 
A língua inglesa fica sempre bem 
E nunca atraiçoa ninguém. 

O teu mundo está tão perto do meu 
E o que digo está tão longe, 
Como o mar está do céu. 

Só pra dizer que te amo 
Não sei porquê este embaraço 
Que mais parece que só te estimo. 

E até nos momentos em que digo que não quero 
E o que sinto por ti são coisas confusas 
E até parece que estou a mentir, 
As palavras custam a sair, 
Não digo o que estou a sentir, 
Digo o contrário do que estou a sentir. 

O teu mundo está tão perto do meu 
E o que digo está tão longe, 
Como o mar está do céu. 

E é tão difícil dizer amor, 
É bem melhor dizê-lo a cantar. 
Por isso esta noite, fiz esta canção, 
Para resolver o meu problema de expressão, 
Pra ficar mais perto, bem mais de perto. 
Ficar mais perto, bem mais de perto. 



publicado por olhar para o mundo às 08:42 | link do post | comentar

Terça-feira, 22.10.13

 

Letra

 

Era a tarde mais longa de todas as tardes que me acontecia
Eu esperava por ti, tu não vinhas, tardavas e eu entardecia
Era tarde, tão tarde, que a boca, tardando-lhe o beijo, mordia
Quando à boca da noite surgiste na tarde tal rosa tardia

Quando nós nos olhámos tardámos no beijo que a boca pedia
E na tarde ficámos unidos ardendo na luz que morria
Em nós dois nessa tarde em que tanto tardaste o sol amanhecia
Era tarde de mais para haver outra noite, para haver outro dia

Meu amor, meu amor
Minha estrela da tarde
Que o luar te amanheça e o meu corpo te guarde
Meu amor, meu amor
Eu não tenho a certeza
Se tu és a alegria ou se és a tristeza
Meu amor, meu amor
Eu não tenho a certeza

Foi a noite mais bela de todas as noites que me adormeceram
Dos nocturnos silêncios que à noite de aromas e beijos se encheram
Foi a noite em que os nossos dois corpos cansados não adormeceram
E da estrada mais linda da noite uma festa de fogo fizeram

Foram noites e noites que numa só noite nos aconteceram
Era o dia da noite de todas as noites que nos precederam
Era a noite mais clara daqueles que à noite amando se deram
E entre os braços da noite de tanto se amarem, vivendo morreram

Eu não sei, meu amor, se o que digo é ternura, se é riso, se é pranto
É por ti que adormeço e acordo e acordado recordo no canto
Essa tarde em que tarde surgiste dum triste e profundo recanto
Essa noite em que cedo nasceste despida de mágoa e de espanto

Meu amor, nunca é tarde nem cedo para quem se quer tanto.

José Carlos Ary dos Santos



publicado por olhar para o mundo às 17:40 | link do post | comentar

 

Letra

 

Fora de tempo pôs-se o sol 
e a lua fora de tempo também 
fora de tempo nasceram dois 
filhos da mesma mãe

 

Fora de tempo brotaram da terra 
flores e espinhos também 
fora de tempo ficaram longe 
mais longe do que convém

 

Fora de tempo o que era quente 
gelou até matar tudo 
se um cantava no silêncio 
fora de tempo ouviu-se um grito mudo

 

[refrão] 
O tempo também se engana 
nas casas onde mora 
o mau tempo que faz dentro 
nem sempre é tão bom de fora

 

Fora de tempo o que era água 
teimou em ser areal 
fora de tempo já se notava 
que um vê bem e o outro mal

 

Fora de tempo tudo voltou 
ao tempo que era atrás 
e dentro do tempo um partiu mais cedo 
e o outro ficou para amar



publicado por olhar para o mundo às 08:38 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

ENCERRAMENTO FESTAS DE LI...

Voz E Guitarra - Sara Tav...

Voz E Guitarra - Ana Baca...

Luísa Sobral - "Fora De T...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds