Segunda-feira, 01.07.13

Denis, da Voz de Portugal a voz do rock português

Assumidamente rock: é assim que Denis, vencedor do programa Voz de Portugal, caracteriza o seu disco de estreia, "Twist & Bend". Um rock tocado pelo blues, que também passa pela soul e é abraçado pelo jazz. O objetivo: inovar.

Os portugueses habituaram-se a ouvi-lo cantar versões e conhecem sobretudo a qualidade da sua voz, mas agora Denis apresenta-se "de corpo inteiro". "Compus os temas e gravei maior parte do instrumental. Era basicamente eu no estúdio com o produtor, o Armando Teixeira, e foi assim o desenrolar de alguns meses", conta o músico, explicando que este disco foi uma criação muito à sua medida, uma carta de apresentação que o mostra em toda a sua plenitude.

Apesar de caracterizar este disco como "assumidamente rock", Denis promete aqui "muita versatilidade". "O que tentei foi pegar no rock e inovar", diz o músico, explicando o porquê de trazer um bocado de blues, jazz, algum swing e soul à sua música. O cantor e compositor fala em "Twist & Bend" sobre situações que viveu recentemente, desde que entrou na Voz de Portugal, e, como não poderia deixar de ser, sobre o grande tema universal: o amor. 

Na criação deste trabalho, Denis contou com a produção de Armando Teixeira. "Foi uma grande mais valia porque conseguiu perceber onde eu queria chegar, também me influenciou em termos de som”, diz Denis sobre o mentor do projeto Balla.

 



Cantar em inglês, longe de ser uma opção, foi algo que se impôs à medida que "Twist & Bend" ia sendo criado. "Eu queria fazer mais músicas em português, mas há medida que ia fazendo o instrumental, experimentando vozes e depois de ouvir o que tinha feito, começou a ser mais difícil encaixar o português", explica o músico. 

Denis, como muitos outros, entrou num concurso televisivo em busca de conquistar o sonho de gravar o seu próprio disco. Saiu vencedor. Apesar de defender que é preciso tentar tudo quando se tem o objetivo de vingar na música, aconselha os demais a fazê-lo por outra via, caso tenham essa oportunidade,

"É claro que as vezes é difícil furar e não há assim tantas oportunidades e foi isso que me fez inscrever num programa desse género. Se puderem crescer na música de outra forma, partir logo dos originais, melhor".

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 20:38 | link do post | comentar

Segunda-feira, 17.06.13

Denis


Denis apresenta “Twist & Bend”, em exclusivo no Deezer

 

Uma semana antes do lançamento a 24 de Junho, “Twist & Bend”, o álbum de estreia de Denis, é disponibilizado em exclusivo na plataforma Deezer.

Depois do lançamento do primeiro single “It’s Killing Me”, Denis apresenta um álbum recheado de rock, onde a fusão com outros estilos é evidente, transformando este num trabalho único e muito pessoal: «Vou buscar influências a pontos diferentes – são antigas mas compreendemos aquilo em que se tornaram. É muito inovador pegar em coisas antigas e actualizá-las». “Twist & Bend” é composto por 13 temas que já poderão ser ouvidos no Deezer – num exclusivo que também inclui uma versão alternativa de “It’s Killing Me” que apenas poderá ser reproduzida através desta plataforma de streaming. É uma oportunidade única de escutar em primeira-mão um trabalho peculiar de uma das mais promissoras vozes nacionais, para os amantes do rock e de toda a sua versatilidade, contagiado pelos blues e abraçado pelo jazz.

Esta é a primeira parceria entre a Universal Music Portugal e oDeezer, através da disponibilização exclusiva de uma semana, em streaming, de “Twist & Bend”. Com mais de 25 milhões de temas disponíveis, o Deezer permite-lhe ouvir os seus músicos favoritos gratuitamente em streaming online, ou, se optar por uma contapremium, em todos os seus dispositivos móveis mesmo sem ligação à internet ou então na sua televisão.

Assista em primeira-mão ao videoclip “It’s Killing Me”, o primeiro single de Twist & Bend!



publicado por olhar para o mundo às 21:51 | link do post | comentar

Sexta-feira, 14.06.13

Denis


Denis apresenta “Twist & Bend”, com lançamento a 24 de Junho.

 

É habitual dizer-se que o rock nasceu com «Rock Around The Clock», de Bill Haley, em 1954. Assistia-se ao aparecimento do rock’n’roll enquanto género, o ponto de partida para alguns dos mais inesquecíveis marcos da cultura universal. O rock’n’roll cresceu e passou a responder pelo primeiro nome: rock. Nele, cabem o swing mas também o jazz, os blues e o r&b. Hoje, em Portugal, o rock tem um sinónimo – Denis.

Foi apresentado ao grande público no programa A Voz de Portugal mas, filho de músico, Denis já tinha vivido muitas aventuras. «Com 10 anos, o meu pai perguntou-me se queria tocar guitarra mas só mais tarde, com 13, quando, por brincadeira, me convidou para ir tocar com ele, é que as coisas mudaram – o gosto chegou quando pisei o palco», recorda. Começou na guitarra mas, rapidamente, descobriu o seu supremo amor: cantar.

Ao longo de mais de meia década, partilhou os caminhos do palco com o pai, um misto de responsabilidade com tremenda cartilha de influências. Segundo Denis«sentia que tinha a obrigação de fazer bem as coisas – foi um ponto de partida muito positivo e deu-me um importante espírito de trabalho. Por um lado, foi daí que veio a dedicação que tenho hoje; por outro, vou ficar sempre marcado pelo leque abrangente de músicas que ele me mostrou: algumas coisas muito antigas, que explicam porque é que, hoje, gosto do que gosto».

Com o ritmo do rock no batimento cardíaco, Denis passou por diversos projectos e ganhou vasta experiência: «cheguei a ter uma banda que tocava seis horas de seguida!». Mas a sua menina dos olhos foi a One Man Band, um projecto onde interpretava versões de outros artistas – completamente a solo. «Como sou multi-instrumentista, decidi experimentar tocar tudo, sozinho. Foi das coisas mais fascinantes e impressionantes que fiz». Subitamente, no entanto, tudo havia de mudar. A RTP ia lançar um concurso intitulado A Voz de Portugal. Foi sua a ideia de se inscrever mas não veio sem apoio. «Cheguei a perguntar no Facebook: inscrevo-me? As pessoas diziam-me que sim, gente que me acompanha, que me via nos bares, e os amigos. Pensei – se tenho este apoio, pode ser que a coisa corra bem». Na verdade, não podia ter corrido melhor: com Rui Reininho como mentor, foi passando todas as provas e brilhando nas várias galas, até ao derradeiro desfecho. «Do primeiro casting até à final, foi um percurso de oito meses». Com emoção, pressão e muita aprendizagem, na conclusão desta hercúlea jornada, o público elegeu-o A Voz de Portugal. Denis tinha, agora, uma oportunidade única: o grande prémio do vencedor era a gravação de um álbum!

Sem pressa, decidiu levar o desafio mais longe: o seu registo de estreia, a editar com a chancela da Universal Music Portugal, seria inteiramente seu. «Queria fazer a coisa bem feita. Não queria esperar mas não tinha pressa porque não queria que ficasse mal acabado – quero que as pessoas gostem do disco tanto quanto eu». Ao longo de um ano, dedicou-se ao seu álbum, de corpo e alma, com paixão e coração. «Parti de uma canção – que fez a base e definiu o rumo do disco – e compus a partir daí: no caminho de um rock mais moderno»Denis refere-se a «Twist & Bend», o álbum que vai chegar às lojas a 24 de Junho e promete deixar rendidos os amantes do mais puro rock.

Com produção de Armando Teixeira, em «Twist & Bend», o «concorrente rock» d’A Voz de Portugal mostra que, na sua voz e na sua imaginação, cabem muitas cores. «É esse o género de que gosto mas gosto de outras coisas». Acima de tudo, «Twist & Bend» é um álbum de Denis – nem podia ser de outra forma: todas as canções foram escritas por si (à excepção de «‘Coz I Luv You», dos Slade) e foi ele quem gravou a maioria dos instrumentos. «Chamei o baterista que toca comigo, apesar de também ter gravado baterias. O Armando gravou alguns teclados… Mas fui eu que fui gravando tudo, peça a peça». A passagem pelo Bullletproof Studio não foi a sua estreia em estúdio mas as semanas ali passadas ficarão gravadas na sua memória. «Foi a primeira vez que gravei uma coisa minha, que estive a trabalhar, quase sozinho, num álbum». Pode ter feito a travessia sozinho mas esta não foi uma experiência solitária. «Toco com outras pessoas mas não era esse o caminho que queria. Queria algo novo, seguir um trajecto inovador: há muita coisa neste álbum que não consigo identificar com nenhum artista. E isso é positivo».

Foi feito por uma só cabeça mas «Twist & Bend» é rock de corpo inteiro. Denis vai mais longe: «é rock mais moderno – até é mais do que rock. Claro que a vertente matriz é o rock mas funde-se com outros estilos. Criei algo meu». O que é, então, o rock de Denis? É contagiado pelos blues e abraçado pelo jazz, é de 2013 mas recorda os clássicos. Por aqui, pressentem-se as influências dos Doors ou Rolling Stones mas também de Elvis e The Who. É moderno, sim, mas com um magnífico selo de qualidade: é vintage, com ritmos bem definidos, baterias entroncadas, guitarras límpidas e uma voz contagiante. «Vou buscar influências a pontos diferentes – são antigas mas compreendemos aquilo em que se tornaram. É muito inovador pegar em coisas antigas e actualizá-las».



publicado por olhar para o mundo às 21:29 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Denis, da Voz de Portugal...

Denis apresenta “Twist & ...

Denis apresenta “Twist & ...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds