Segunda-feira, 27.01.14

Mafalda Arnauth apresenta novo disco em Itália

A cantora Mafalda Arnauth apresenta em fevereiro o novo álbum, “Terra da Luz”, em Itália, onde o CD foi editado este mês, e também em Braga, no Theatro Circo, e em Lisboa, no Teatro da Trindade.

 

Mafalda Arnauth atua em fevereiro, no dia 15 no Auditorium Parco della Musica, em Roma, no dia seguinte no Teatro Manzoni, em Bolonha, no dia 22 sobe ao palco do Theatro Circo, em Braga, e no dia 28 ao palco do Trindade em Lisboa.

 

Em Braga e Lisboa a intérprete é acompanhada pelos músicos Pedro Santos (acordeão), Pedro Viana (guitarra portuguesa), Marco Oliveira (viola), Fernando Júdice (baixo) e João Ferreira (percussão).

 

Em declarações à Lusa, Mafalda Arnauth afirmou que “Terra da Luz”, produzido pelo músico e compositor Tiago Machado, “é também a vontade de um impulso para Portugal mudar a situação que atravessa". "Nós temos de mudar e acredito que somos capazes, temos de dar um futuro, e daí dedicar este álbum aos meus sobrinhos", realçou.

 

“Terra da Luz” é o quarto álbum de Mafalda Arnauth editado em Itália. À Lusa, Mafalda Arnauth disse que, em “Terra da Luz” optou por um alinhamento que reflita “um Portugal sonoro mais alargado e um acreditar em nós”. “Sou uma fadista que gosta de 'piscar o olho' a outras áreas, e o universo sonoro de Portugal é muito mais alargado que o fado, daí propor uma linha melódica que, aliás, tinha já evidenciado em anteriores álbuns, nomeadamente no ‘Rua da Saudade’”, afirmou a intérprete.

 

Dos doze temas que constituem “Terra da Luz”, editado no final do ano passado em Portugal, Mafalda Arnauth está associada à autoria de dez, em alguns partilhando a composição com Tiago Machado, mas, noutros, assumindo a letra e música.

 

“Luz”, “À espera de um Deus”, “Onde mora a vida”, “Infância” e "Coisas do Coração" são alguns temas do álbum que aponta para uma linha que não é fadista, mas aquela com a qual a fadista mais se identifica nesta altura. “Neste momento é esta linha melódica com a qual me identifico, mas não renego todo o fado que cantei e provavelmente vou cantar”, rematou.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:09 | link do post | comentar

Quinta-feira, 24.10.13


"Terra da Luz" é o novo disco de Mafalda Arnauth

A fadista Mafalda Arnauth lança o seu novo disco, “Terra da Luz”.

 

Acerca deste novo trabalho, a fadista revelou ao Jornal Hardmúsica que “ao fim de três anos sem gravar, é um disco que ganha uma importância muito grande, e acaba por se concretizar num disco de prazer, um disco muito pessoal, quase todo ele de composições minhas, portanto voltei a criar, voltei a compor e precisava que ele tivesse uma nova roupagem, portanto isso é que eu acho que vai ser a grande novidade”.

 

A Luz e o Fado são elementos indissociáveis na carreira de Mafalda Arnauth. Quando lançou o seu primeiro álbum, em 1999, abriu a caminho a uma nova geração de fadistas, que viriam a dar ao Fado uma espécie de segunda vida, deslumbrante.

 

Seis discos depois, Mafalda Arnauth regressa em força ao seu estatuto de compositora. Sem renegar o seu habitat primeiro, impôs agora à sua veia criativa a urgência de não se compartimentar em qualquer espartilho.

 

Tudo nasceu de uma enorme vontade de voltar a escrever canções. Depois veio o convite ao produtor, Tiago Machado, para em estúdio criarem uma sonoridade diferente. 


Estava assim iniciada esta aventura variada em termos melódicos e instrumentais, oferecendo a estes 12 novos temas que resultam de um enorme impulso de positividade.

 

Hoje em dia falamos muito da musica popular portuguesa, eu penso que se aproxima qualquer coisa ai, mas penso que estamos a criar qualquer coisa muito pessoal” revelou-nos Mafalda Arnauth.

 

“Terra da Luz” marca sem dúvida uma evolução: é um disco que a cantora reconhece como obrigatório, “não é um disco de fado”, apesar de “o fado acabar por estar sempre presente na voz, acaba por estar presente em elementos como a guitarra portuguesa e acaba por estar presente na alma e na forma de interpretar, altera-se subtilmente mas não se transforma”.

 

Nele cabem “De Nós em Nó”, cantado em dueto com Hélder Moutinho, um convite que Mafalda não quis deixar de fazer a uma das pessoas mais importantes na sua carreira e “Fado”, uma versão do tema dos Heróis do Mar.

 

Se todos os discos de Mafalda Arnauth podem ser considerados autobiográficos, este transmite essa ideia de forma mais consistente e madura.

As expectativas em relação ao disco são grandes por parte da fadista que não esconde um forte brilho nos olhos. “É algo natural às pessoas esse brilho, se bem que hoje em dia está limitado, de forma que estamos cada vez com menos programas de televisão, estamos cada vez mais com uso das redes sociais, estamos cada vez com menos possibilidade de ter um contacto visual a não ser pelos vídeos e videoclipes, e eu gostaria que este disco tivesse essa possibilidade  nos palcos ou aqui nos mecanismos que vamos inventar aqui como videoclipes onde queremos partilhar com as pessoas algo um bocadinho mais real e portanto a expectativa deste disco é chegar às pessoas com algo novo e estar disponível para lhes revelar o que é que isso significa” disse.

 

Eu acho que nunca fui uma artista fadista e neste momento sinto que este disco é algo de muito pessoal, de muita particularidade que é capaz de não chocar, pois é algo que vim criando e por outro lado é um disco que me volta a aproximar das pessoas” completou a fadista.

“Partiu de Madrugada", com autoria de Nuno Figueiredo, é o single que apresenta “Terra da Luz”


Retirado do HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 19:34 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Mafalda Arnauth apresenta...

"Terra da Luz" é o novo d...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds