Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   É dia de arriscar de fintar a pulsação mesmo se eu tropeçar e fizer um arranhão Eu vou andar tão certa de que o medo é o papão franzindo o meu subrolho a qualquer um em qualquer direção  Refrão: Hoje eu sou a dona da razão ai de quem me diga que não  que eu sou capaz de nem pestanejar É tempo de ser forte atar os ténis com dois nós abraçar o vento norte sorrir a quem se ri de nós. Se nem sequer é noite  as sombras não vão lá estar eu vou serrar (...)
  Letra   Num olhar dizes que não Talvez baste uma respiração Um toque faz-te dizer As minhas palavras O silêncio é a razão De prever o que aí vem ou não Em contas de mais ou menos Não somos iguais Refrão: Sofro concílios de um deus que eu nunca vi Ouço os sentidos E os teus Eu só sei por ti Entre as pausas do falar Eu invento com o coração O espaço entre duas portas Faz corrente de ar Se algum dia me disseres Os enganos até são vulgares Fechar os olhos em (...)
  Letra   De linho te vesti de nardos te enfeitei amor que nunca vi mas sei. Sei dos teus olhos acesos na noite - sinais de bem despertar - sei dos teus braços abertos a todos que morrem devagar. Sei meu amor inventado que um dia teu corpo pode acender uma fogueira de sol e de fúria que nos verá nascer. Irei beber em ti o vinho que pisei o fel do que sofri e dei. Dei do meu corpo um chicote de força. Rasei meus olhos com água. Dei do meu sangue uma espada de raiva e uma (...)
  Letra   Dar-te um beijo Satisfaz o meu desejo De te tocar Esperei tanto tempo Para te abraçar Para te enrolar Em mim... Aconteceu Tornou-se realidade O teu corpo Tudo em ti era verdade Mas ja passou E no vazio, caiu... Até que chegou o momento, Cada hora é um tormento, Mas só te peço para ficares Ainda estas a tempo de mudar Esse olhar que existe em ti Fica ao pé de mim Só canto para te agradar... Tens de mudar, Esse teu pensar, Esse teu olhar Ao pé de mim... (...)
    Letra   Abro os olhos e adormeço Sem a mente fraquejar Saio pela manhã De passagem, coisa vã Derrapagem Que a viagem tem princípio, meio e fim Enquanto vergo, não parto Enquanto choro, não seco Enquanto vivo, não corro À procura do que é certo Não me venham buzinar Vou tão bem na minha mão Então vou para lá Ver o que dá Pé atrás na engrenagem Altruísta até mais não Enquanto vergo, não parto Enquanto choro, não seco Enquanto vivo, não corro À procura (...)
  Letra   Meu coração vou empenhar É de ouro É bom o preço que te peço É ouro Se tu me deres o que eu quero Vou o meu ouro empenhar E aquilo que eu quero É um beijo pela manhã Um sorriso a meio da tarde Quero Festinhas à noite É um belo preço Este preço que te faço Tem de oferta um abraço Sei o valor que ele tem É ouro Se tu me deres o que eu quero Vou o meu ouro empenhar E aquilo que eu quero É um beijo pela manhã Um sorriso a meio da tarde Quero Festinhas à noite É um belo preço
Jardim de Inverno - Novo Single de Pierre Aderne: Uma fantástica melodia que junta o ritmo da viola com o tom clássico do piano.  "Jardim de Inverno" transmite a suave sensação de um doce lar com vista para o quintal.   O video foi gravado na Lagoa - Impanema - com vista para o Cristo. Pierre Ardene considerou o local o ideal, uma vez que o vê como o seu próprio quintal: "Tinha feito a mudança da minha casa no rio, e por estar literalmente sem tecto, achei a piada boa... (...)
    Letra   Nossa casa tinha teto janela e fogão e uma vista pra olhar você nossa casa tinha frutas flores e canção e um relógio pra esquecer   nosso tecto tinha lua que cabia na tua mão pôs no saco a viola me levou embora o chão   pôs no saco a viola me levou embora o chão   No natal tinha cereja e  maçãs do amor meus presentes pra te dar carnaval tinha um montão de cachoeira  e você pra desfilar... pra mim   eu voava de tapete você ia de balão dep (...)
    letra meia palavra tudo aquilo que queres ouvir já to disseram com muito mais sal é tempo de poderes descobrir quanto é que o silêncio vale escuta cada entrelinha está lá tudo o que há para dizer põe a tua mão na minha e ouve o marfim a correr meia palavra basta para falar de amor palavra e meia é muito, sê bom entendedor sê bom, sê bom entendedor, sê bom, sê bom entendedor meia palavra basta para falar de amor palavra e meia é muito sê bom entendedor sê (...)
    Letra   É um lugar encantado entre o mundo e a solidão onde se espreita estrelas e a vida cabe nas mãos Sento-me em frente ao mar olho para longe do fim perdem-se barcos na espuma não sei se é dentro de mim E fico um pouco mais gosto que anoiteça aqui só neste lugar tudo faz sentido mesmo sem ti É uma praia onde a noite me faz lembrar quem eu sou sem ouvir o que me pedem sem importar o que eu dou Antes de todas as mágoas havia o mesmo luar só eu cumpri a promessa d (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email