Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Sabe deus que eu quis Contigo ser feliz Viver ao sol do teu olhar, Mais terno. Morto o teu desejo Vivo o meu desejo Primavera em flor Ao sol de inverno Sonhos que sonhei Onde estão Horas que vivi Quem as tem De que serve ter coração E não ter o amor de ninguém. Beijos que te dei Onde estão A quem foste dar O que é meu Vale mais não ter coração Do que ter e não ter, como eu. Eu em troca de nada Dei tudo na vida Bandeira vencida Rasgada no chão, Sou a data esquecida (...)
    Letra   Sabe deus que eu quis Contigo ser feliz Viver ao sol do teu olhar, Mais terno. Morto o teu desejo Vivo o meu desejo Primavera em flor Ao sol de inverno Sonhos que sonhei Onde estão Horas que vivi Quem as tem De que serve ter coração E não ter o amor de ninguém. Beijos que te dei Onde estão A quem foste dar O que é meu Vale mais não ter coração Do que ter e não ter, como eu. Eu em troca de nada Dei tudo na vida Bandeira vencida Rasgada no chão, Sou a data (...)
  A banda sonora original da novela líder de audiências – à venda a 3 de março Sol de Inverno é uma telenovela portuguesa da SIC, protagonizada por Rita Blanco e Maria João Luís e escrita por Pedro Lopes, autor de «Perfeito Coração», «Laços de Sangue» (que ganhou um International Emmy Award em 2011) e «Dancin' Days».   Com personagens secundárias (...)
  Letra   Sabe deus que eu quis Contigo ser feliz Viver ao sol do teu olhar, Mais terno. Morto o teu desejo Vivo o meu desejo Primavera em flor Ao sol de inverno Sonhos que sonhei Onde estão Horas que vivi Quem as tem De que serve ter coração E não ter o amor de ninguém. Beijos que te dei Onde estão A quem foste dar O que é meu Vale mais não ter coração Do que ter e não ter, como eu. Eu em troca de nada Dei tudo na vida Bandeira vencida Rasgada no chão, Sou a data esquecida (...)
  Letra   Sonhos que sonhei Onde estão Horas que vivi Quem as tem De que serve ter coração E não ter o amor de ninguém. Vivo de saudades, amor A vida perdeu fulgor, Como o sol de inverno Não tenho calor. Sonhos que sonhei Onde estão Horas que vivi Quem as tem De que serve ter coração E não ter o amor de ninguém. Vivo de saudades, amor A vida perdeu fulgor, Como o sol de inverno Não tenho calor. 
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email