Sábado, 23.11.13

 

Letra

 

Há dias em que o tempo nos embala
e fala mesmo sem querer falar.
Guardamos um segredo que nos cala,
porque aprendemos que é melhor calar.
Às vezes há lembranças que não passam
e voltam só para nos fazer sorrir.
Guardamos os sentidos que se amassam,
sabemos quem nos sabe bem sentir!

Eu sei que a vida não nos dá tudo
e às vezes leva o tempo devagar.
O tempo enche as coisas de poeira
Mas não muda as coisas de lugar. (bis)

Há dias que o silêncio não apaga,
lembranças que são mágoas só por si.
Ficamos a esperar que o tempo traga
as águas que passaram por aqui.
E há noites que o silêncio não acalma,
lembranças que a vida não arrumou.
São como um farol dentro da alma,
da luz um barco que nunca ancorou.

Eu sei que a vida não nos dá tudo
e às vezes leva o tempo devagar.
O tempo enche as coisas de poeira
Mas não muda as coisas de lugar. (bis)



publicado por olhar para o mundo às 08:04 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Quinta-feira, 11.07.13

Espectáculo premiado de Sara Vidal chega a Águeda e Tondela, a 17 e 18 de Julho.


“Contracorrente” nos palcos do
Agitágueda e do Tom de Festa!

Contracorrente
http://www.dorfeu.pt/contracorrente


Na próxima quarta-feira 17 de Julho em Águeda (no Agitágueda) e na noite seguinte em Tondela (no Tom de Festa), o espectáculo “Contracorrente” apresenta a sua viagem pelas músicas de intervenção de todo o mundo, na voz da cantora Sara Vidal. Um grande concerto, a não perder em qualquer dos palcos, para revisitar músicas e vozes de resistência.

Após a distinção com o Prémio Adriano Correia de Oliveira no Festival Cantar Abril 2013, atribuído à melhor recriação de canções de resistência, o projecto “Contracorrente” que conta com Sara Vidal (voz), Miguel Calhaz (contrabaixo), Gil Abrantes (sax), Manuel Maio (bandolim e violino), André Cardoso (guitarra) e Rui Silva (percussão), volta a apresentar-se em Águeda, desta vez no Largo 1º Maio em pleno Agitágueda, na noite de 17 de Julho pelas 22h00.

“Contracorrente” chega também a Tondela, na quinta 18 de Julho, pelas 23h00, no 23º Tom de Festa, uma iniciativa ACERT, num programa de luxo dedicado às músicas do mundo. Mais informações sobre o festival no sítio oficial http://www.acert.pt/.

De Portugal à descoberta de múltiplas latitudes, "Contracorrente" é uma volta ao mundo cantada em vários idiomas e um manifesto de que, ainda hoje, resistir é uma forma de existir, com músicas do português José Afonso, do chileno Victor Jara, do argelino Idir ou do brasileiro Chico Buarque. Quarta em Águeda, quinta em Tondela, todos em Contracorrente!

agenda, fotos, vídeos e muito mais em
http://www.dorfeu.pt/contracorrente
 



http://www.dorfeu.pt/
http://dorfeu.blogspot.com/
http://www.facebook.com/dOrfeuAC



publicado por olhar para o mundo às 21:48 | link do post | comentar

Domingo, 02.12.12

Sara Vidal, Noite de Fados 

 

Noite de Fado com Sara Vidal
Lagar comTempo | Albergaria-a-Velha
7 Dezembro | 21h45
5€ | 4€ Sócios AlbergAR-TE + Cartão d'Orfeu


No dia 7 de Dezembro, Albergaria-a-Velha acolhe no espaço cultural Lagar comTempo, às 21h45, uma noite de Fado, promovida pela associação AlbergAR-TE. 


Sara Vidal será a fadista a dar sentimento e voz a esta iniciativa, juntamente com os músicos André Cardoso (guitarra portuguesa), Paulo Neves (viola) e Miguel Cardoso (contrabaixo). Influenciada por mãe e tias, o Fado esteve presente desde cedo na sua vida, cantando-o de forma natural e espontânea. Em 2005, na Galiza, integra como vocalista profissional o grupo Luar na Lubre, uma das bandas mais reconhecidas e internacionais da música galega, ao mesmo tempo que dá formação de canto tradicional e pandeireta galega.


Em 2011 regressa a Portugal, onde é convidada e colabora pontualmente com diversos grupos de música tradicional portuguesa, nomeadamente: Toques do Caramulo, Sebastião Antunes e a Quadrilha, A Presença das Formigas, O Baú, Grupo Origem, Mosca Tosca, entre outros. Em 2012 dá impulso a ContraCorrente, projecto de homenagem à música de intervenção no seio da d'Orfeu Associação Cultural, paralelamente a uma nova formação de fado tradicional, revisitando temas clássicos e contemporâneos.


Mp3 Demo
Organização AlbergAR-TE
Mais informações e reserva bilhetes:


publicado por olhar para o mundo às 21:32 | link do post | comentar

Sábado, 24.11.12

 

 

Letra

 

Madrugada, o porto adormeceu, amor,

A lua ondula sobre as ondas

Piso espelhos antes de que saia o sol

Na noite guardei a tua memória.

Perderei outra vez a vida

Quando a luz romper nos costões,

Perderei o dia em que aprendi a beijar

Palabras dos teus olhos sobre o mar,

Perderei o dia em que aprendi a beijar

Palavras dos teus olhos sobre o mar.

Veio a manhã antes de vir o rumor,

Levou uma maré à sua sombra.

Barcos negros cruzam a manhã sem voz,

As redes vazias, sem gaivotas.

E dirão, contarão mentiras

Para oferecer-las ao patrão:

Vão querer fechar com algumas moedas, talvez,

Os teus olhos abertos sobre o mar,

Vão querer fechar com algumas moedas, talvez,

Os teus olhos abertos sobre o mar.

Madrugada, o porto despertou, amor,

O relógio do bar ficou parado

Na costeira muda da desolação

Não vamos esquecer nem perdoa-lo.

Voltarei, voltarei à vida

Quando a luz bater nos costões

Por que nós arrancamos todo o orgulho do mar,

Nós não afundaremos nunca mais

Que em sua memória nao haja mais volta:

Nao nos humilharemos NUNCA MAIS.



publicado por olhar para o mundo às 17:58 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Sei que a vida não nos d...

“Contracorrente” nos palc...

Albergaria-a-Velha acolhe...

Memória da noite - Sara V...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds