Quarta-feira, 16.04.14

 

 

Letra

 

tudo começa com umas mãos que não trazem mais que o medo
que deslizam por um corpo tão antes do seu tempo
e esse tempo é mais que lento, pois não para, continua
e é o medo. e é o negro. quando maria fica nua
e há o desejo de não ser mais mulher. não mais viver
não ser alguma coisa que algum homem quer foder
e a violência que o acompanha é um hábito que aceita
e dói-lhe o corpo inteiro quando se deita, então cheira...
entre trocos e um bouquet. entre copos e MD.
pois maria quando fode não é mais que o amor fingido
e a maria tanto morre toda a vez que despe o vestido
tudo o que dói à noite dói mais e a cidade é dos animais
e ela vagueia por entre eles e exibe-se sob sinais
e exibe a sua carne: as rugas e as varizes
e as mamas, e as pernas e as putas das cicatrizes
e o engate é uma dança - que se acalme toda a vergonha
pois na cidade há bueda drogas e ela adora-as todas
e em maria há o chorar pois viver assim magoa
e se um amor é um combate o sexo é a derrota
e a morte é toda a dor que no sozinho nega
pois quem nunca teve amor, qualquer carinho pega
e despe-se ao calor que aquele sorriso entrega
e vai-se todo o pudor no sabor que o vinho cega
e veste-se para ser despida. e maquilha toda a sida
e fode para viver maria, a vida é tão fodida
e às vezes a melancolia leva-a ao cinema sozinha
e que tudo entre em Maria até ela encontrar a saída

o que tens nas mãos
é meu e teu.



publicado por olhar para o mundo às 17:23 | link do post | comentar

Sábado, 19.10.13

 

Letra

 

Mãe. 

o navio que levou a mãe. 
o cais era chuva. e o vento gritava. muito. 
silêncio. 
silêncio de nós. nos beijos que damos. silêncio. 
nos adeuses, nas palavras e na lua. silêncio e o navio que levou a mãe. 
pó. discos partidos e corações partidos e mais assim. 
mãos mais tristes que a noite. e um abraço. amor. 
uma foto a preto e branco e uns lábios que embalam 
palavras de saudade. palavras que eu não ouço. palavras. 
a mãe vai voltar, não te preocupes. diz-me, a meu lado. 
o coração treme... 
e tremem as mãos e tremem as lágrimas que acho que escorrem 
e aquelas luzinhas amarelas e umas brancas que me contam o outro lado do rio. 
um rio quase mar. um rio quase céu. 
um rio que me fala segredos. que engole a lua e o escuro e as estrelas. 

(um rio que engole as estrelas...) 

um rio que leva a minha mãe. 

a mãe vai voltar, não te preocupes. diz-me a caminho do carro. 
lágrimas. 
lágrimas como a chuva que escorre pela janela. 
lágrimas como aquela chuva que se faz de mar. que se faz de rio. 
que se faz daquele rio que levou a minha mãe 
e um abraço. agora, a casa vazia. 
silêncio. chuva. 
agora, só chuva. e silêncio. na casa vazia.



publicado por olhar para o mundo às 17:31 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

João Tamura - Maria com ...

dois dragões cegos - João...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
OUÇA A NOSSA RADIO EM https://goo.gl/ouzpk3
Eu queria a letra dessa música
blogs SAPO
subscrever feeds