Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   O fado tem não sei quê Que prende a vida da gente Um nada que se não vê Um tudo que a gente sente Eu dei a vida a valer Nada mais podia dar Agora para viver Vivo sim, mas a cantar Vinha o destino marcado Pois logo de pequenino Fiz do destino dum fado O fado do meu destino Se a tristeza ao fado assiste E o fado assim extasia Prefiro ser sempre triste Para não morrer de alegria A minha vida renasce Neste meu canto magoado Cada um é pro que nasce E eu nasci para o fado (...)
    Letra   Mudei terra, mudei vida Mudei paixão em paixão! Vi a alma de mim partida! Nunca, do meu coração, Vi minha dor despedida! E eu, mal aventurado, Morro-me andando assim Entre cuidado e cuidado. Eu morrerei, e acabara! E meu mal fora acabado! Não vira tal perdição De meio de tanta coisa, Perdido, tudo em vão Porque paixão não repousa Em outra maior paixão Oh quem bem aventurado Fora já, se me matara Minha dor e meu cuidado, Minha dor e meu cuidado!   Ricar (...)
  Letra   Amor nacido con la inocencia de mis sentidos   amor que vive como un secreto siempre escondido   amor que duele como una herida como un latido   amor que sufre siempre temiendo que hagas olvido   muerde por dentro dáme tus besos  son mi locura, mi juramento   fuego escondido ven a mis noches como llega el viento   y quando vuelva nunca recuerdes, roba mi aliento ven hacia adentro   fuego escondido que alumbra el tiempo donde hay (...)
  Letra   Nos dias de hoje ninguém sabe a quantas anda Manda quem pode, pode quam manda Nos dias de hoje não sentimos confiança Salva-se a musica e siga a dança   Nos dias de hoje ninguém sabe o que o espera Se é inverno ou primavera, indiferença ou compaixão Nos dias de hoje a justiça não impera A igualdade desespera, é confusa a confusão   Salva-se o amor Salva-se a esperança Salvam-se os olhos duma criança Salva-se a honra Salva-se a paz Salvam-se (...)
    Letra   En las noches de luna y clavel de Ayamonte hasta Villareal sin rumbo por el rio, entre suspiros una canción viene y vá Que la canta María al querer de un andaluz. María es la alegría, y es la agonía que tiene el sur. Que conoció a ese hombre en una noche de vino verde y calor y entre palmas y fandangos la fue enredando, le trastornó el corazón. Y en las playas de isla se perdieron los dos donde rompen las olas, besó su boca y se entregó. Estribillo: Ay (...)
  Letra   Silêncio! Do silêncio faço um grito O corpo todo me dói Deixai-me chorar um pouco.   De sombra a sombra Há um Céu...tão recolhido... De sombra a sombra Já lhe perdi o sentido.   Ao céu! Aqui me falta a luz Aqui me falta o mistério. Chora-se mais Quando se vive atrás dela.   E eu, A quem o céu esqueceu Sou a que o mundo perdeu Só choro agora Que quem morre já não chora.   Solidão! Que nem mesmo essa é inteira... Há sempre uma companheira Uma (...)
  CTE: Ricardo Ribeiro e Carles Benavent confirmados para o próximo quadrimestre O jovem fadista Ricardo Ribeiro e o baixista Carles Benavent, natural de Barcelona, são alguns dos nomes confirmados para a próxima temporada cultural do Cine-Teatro de Estarreja. Até ao final do ano, Miguel Araújo, Emmy Curl, Maria João e The Black Mamba também se incluem num programa (...)
  Ricardo Ribeiro apresenta Largo da Memória em dois grandes concertos com a presença de Rabih Abou Khalil, Pedro Joia e Pedro Caldeira Cabral. Dias 15 e 16 de Fevereiro, o CCB em Lisboa e a Casa da Música no Porto respetivamente, recebem este fabuloso elenco, naqueles que são os primeiros concertos (...)
  Letra   Dizem que já não me queres Que há outro na tua vida E que é dele que tu gostas São as línguas das mulheres Que vinham lamber-me a ferida Se me virasses as costas Se eu não levo isso a peito Nem olho para a desdita Como coisa que se veja Tu tens de perder o jeito De ser sempre a mais bonita E despertar tanta inveja Dizem que já me enganaste Soprando no meu ouvido Fados de rara beleza Não sei se me atraiçoaste Mas eu senti-me traído Mesmo sem ter a certeza Nada (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email