Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Letra: Meto ar nos pulmões, o meu coração pulsa Fechado na sombra que só o amor expulsa Refém do meu corpo, vi a mente afastada Perdida em ruínas, casa derrubada Vagabundo de capuz, só na madrugada Levaram-me a luz e eu não vejo nada Onde é que está o Pedro? Nem eu sabia Arrastei-me pelo tempo e o tempo ardia Às voltas comigo, perdido no trilho Sozinho, calado, apagado e sem brilho Tenho gritos em mim, mas já não quero soltá-los Tenho sonhos em mim, mas já (...)
  Letra   O que é que fazes quando o céu tocar no chão? Será que gritas ou estendes a mão? Eu vou estar cá p'ra ver o dia a morrer Tudo é tão pouco quando o nada vencer Vives tão ocupado que nem tens espaço p'ra ser livre Julgas que a vida é tua, mas não és tu quem decide O tempo ri-se de ti, és o bobo da parada Olha p'ra ti insignificante, com esse tanto que vale nada Adoras ostentá-lo, enche-te o ego e aquece a alma Enquanto os traços do teu sonho se apagam da tua palma (...)
  Letra   Esta noite adormeci com as costas na areia E caído neste sonho fui mendigo que cambaleia Sem meias e descalço, não preciso do conforto Quero sentir a areia fria nesta noite de Outono Cada passo fica marcado num destino adormecido E lavado num mar de lava, o vencedor fica vencido Coberto pela sombra sei que a lua hoje não brilha Não há reflexo no mar, só areia na sapatilha Hoje passeio sozinho, oiço temas do passado Saio de casa a meio da noite para ir a nenhum lado Vagabund (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email