Terça-feira, 02.05.17

 

Letra

 

Gostar de quem Gosta de nós nunca é em vão
É curva que se rende ao caminho que se estende
Gostar de quem nos faz melhor

É riso que se abre lua cheia que nos arde
So me encontro aqui se te encontro em mim
Danço a sombra deste mar na onda deste amor
Meu oficio doce lar procura de calor
E há sempre uma razão
amor há sempre esta paixão
Que me diz que vem gostar de quem
Gosta de nós
Se me queres ver e queres levar
Não olhes para a frente
Fecha os olhos anda sente
Vem nesta canção que sei decor
Meu coração é tão maior
Só me encontro aqui se te encontro em mim
Danço á sombra deste mar na onda deste amor Meu oficio doce lar procura de calor
E há sempre uma razão outro amor
Há sempre esta paixao
Que me diz que vem gostar de quem
Gosta de nos

 

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Domingo, 09.04.17

 

Letra:
Eu quero ficar só, mas comigo só eu não consigo
Eu quero ficar junto, mas sozinho só não é possível
É preciso amar para sempre, amar perdidamente
Ser amor a qualquer hora, ser amor de corpo inteiro
Amor de dentro pra fora, amor que desconheço

Quero um amor maior, um amor maior que eu
Quero um amor maior, um amor maior que eu

Eu quero ficar só, mas comigo só eu não consigo
Eu quero ficar junto, mas sozinho assim não é possível
É preciso amar para sempre, amar perdidamente
Ser amor a qualquer hora, ser amor de corpo inteiro
Amor de dentro pra fora, amor que eu desconheço

Quero um amor maior, um amor maior que eu
Quero um amor maior, um amor maior que eu

Então seguirei meu coração até o fim, pra saber se é amor
Magoarei mesmo assim, mesmo sem querer, pra saber se é amor
Mas estarei mais feliz mesmo morrendo de dor
Pra saber se é amor, se é amor

Quero um amor maior, um amor maior que eu
Quero um amor maior, um amor maior que eu

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 13.03.17

 

Letra

 

Com o teu ar namoradeiro
E essa rosa sempre ao peito
Já foste mais verdadeiro
Meu amor quase perfeito


Entardeço de saudade
Dos abraços que não dei
Esperas até tão tarde
E mágoas que só eu sei


Fiz meu espelho mais bonita
Vesti-me toda a preceito
Pus no cabelo uma fita
E sorri com outro jeito


De tanto esperar por ti
Deixo um recado na porta
Faz de conta que morri
E não me esperes de volta


Faz de conta que morri
E não me esperes de volta


De tanto esperar por ti
Deixo um recado na porta


Faz de conta que morri
E não me esperes de volta


Faz de conta que morri
E não me esperes de volta

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 11.05.16

 

Letra

 

Noite... fosse eu um brilho teu
Que brilhando brilhasse, p'ra iluminar teu céu
Noite... sou só um triste olhar
Que se perde nos olhos de quem me quer olhar

Leves vultos sorrateiros
Nas esquinas, nos umbrais
Seguem-me uns olhos matreiros
Agudos como punhais
Troco um olhar pesaroso
Cruzado entre os demais
Com olhos presos a um corpo
Que se aquece entre jornais

Na viela ainda ecoa
Um timbre rouco, magoado
Só á noite é que Lisboa
Enrouquece a voz, num fado
Uma porta que se abre
Outra fecha-se num estrondo
Uma ameaça velada
Num olhar frio e medonho

As montras escurecidas
Por trás das grades cerradas
As vidas prendem-se às vidas
Com grades insuspeitadas
Um pombo levanta e voa
Com meus passos, assustado
Só á noite é que Lisboa
Enrouquece a voz, num fado

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sábado, 30.04.16

 

Letra

 

No Largo da Graça já nasceu o dia
Ouço um passarinho, vou roubar-lhe a melodia
Meu amor de longe ligou
Abençoada alegria


Junto ao miradouro, pombos e estrangeiros
Vão a cirandar como fazem o dia inteiro
Meu amor de longe já vem
Pôs carta no correio


Barcos e gaivotas do Tejo
Vejam o que eu vejo, é o sol que vai brilhar
Meu amor de longe está
Prestes a chegar


Talhado para mim
Mal o conheci, eu achei-o desse modo
Logo pude perceber o fado que ia ter
Por ver nele o fado todo
Chega de tragédias e desgraças
Tudo a tempo passa, não há nada a perder
Meu amor de longe voltou
Só para me ver


Fiz um rol de planos para recebê-lo
Fui pintar as unhas, pôr tranças no cabelo
Meu amor de longe há-de vir
Beijar-me no castelo


Eu a procurá-lo, ele a vir afoito
Carro dos Prazeres, número 28
Meu amor de longe saltou
Iluminou a noite


Vamos celebrar ao Bairro Alto
Madrugada, baile no Cais do Sodré
Meu amor de longe sabe bem
Como é que é


Talhado para mim
Mal o conheci, eu achei-o desse modo
Logo pude perceber o fado que ia ter
Por ver nele o fado todo
Chega de tragédias e desgraças
Tudo a tempo passa, não há nada a perder
Meu amor de longe voltou
Só para me ver

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 05.01.15

raqueltavares.JPG

 

O concerto da fadista Raquel Tavares, em agosto no Brasil, foi considerado um dos melhores espetáculos de 2014 para o jornal Folha de São Paulo.

Nas habituais listas dos melhores espetáculos e lançamentos na área da cultura, o jornal brasileiro incluiu um concerto que Raquel Tavares deu no Festival Fado Brasil, no Rio de Janeiro e em São Paulo, afirmando que «foi a grande surpresa» do evento, «mostrando que, contrariando a fama, o género pode ser bem alegre».

A segunda edição do Festival Fado Brasil contou ainda com as presenças de Camané, Carminho e Amália Hoje.

Tanto na lista de discos como de espetáculos, o jornal dá ainda destaque ao grupo Banda do Mar, formado em 2014 com os brasileiros Marcelo Camelo e Mallu Magalhães e o baterista português Frederico Ferreira.

Marcelo Camelo e Mallu Magalhães, que têm vivido nos últimos tempos em Lisboa, são descritos como «ídolos» no Brasil, pela digressão de mais de vinte concertos que deram no país, e o álbum de estreia do grupo é referido como «a melhor novidade nacional».

 

Retirado de TVI



publicado por olhar para o mundo às 12:43 | link do post | comentar

Quinta-feira, 21.11.13

 

Letra

 

Se não sabes o que é Fado
Sem ter sombra de pecado
Sem traições
Corações
Aos baldões
E paixões de vielas
Se não fazes uma ideia
Desta triste melopeia
Que nos alegra
E por via de regra
Choramos com ela
Se não sabes como encanta
Quem o ouve e quem o canta
Quando se agarra
A uma guitarra
À luz do luar
Fado dum fado nascido
Um grito de espanto, um gemido
Vem ver Lisboa
Como ela o entoa
E o canta a chorar!

Fado é amor
Que sobrou d'algum queixume
Que se agarrou ao ciúme
E se embrulhou no seu manto
Fado é a dor
É o meio-termo da vida
Nem esperança perdida
Nem riso, nem pranto!

Se não sabes que a tristeza
Que nos prende, e fica presa
Não é mais
Que os sinais
Usuais
D'alguns ais sem agrado
Se não sabes que a Saudade
Que nos abre e nos invade
Só aparece
Quando não se esquece
Que também é fado
Se não sabes o que é esperança
Que não pára, que não cansa
E é com certeza
Tal como a firmeza
Um rasto de Fé
Sonho dum sonho desfeito
O gosto dum gosto perfeito
Que nos embala
Mas que não se iguala
Ao que o Fado é



publicado por olhar para o mundo às 10:08 | link do post | comentar

Quarta-feira, 17.04.13

 

Letra

 

NO ENSAIO DA ESCOLA DE SAMBA TE ENCONTREI 
O DESTINO CHEGOU COM OLHAR ME APAIXONEI
A POESIA DA SUA CANÇÃO
FOI A VOZ DA MAIS PURA RAZÃO
E MEU FADO FICOU TRAÇADO DESDE ENTÃO


ILUMINADA A MADRUGADA
QUE TROUXE A LUA ABENÇOADA 
LUZ TÃO DIVINA QUE CLAREIA

FOI NA ÂNSIA DO DESEJO
QUE SELAMOS NUM SÓ BEIJO 
ESSA PAIXÃO QUE ENCENDEIA


FOI NA ÂNSIA DO DESEJO
QUE SELAMOS NUM SÓ BEIJO 
ESSA PAIXÃO QUE ENCENDEIA

EU SEI QUE O MAR TE SEPARA DE MIM
NÃO DEIXE A DISTÂNCIA DITA NOSSO FIM 
NÃO DEIXA, NÃO DEIXA

ENTÃO MEU AMOR VEM PRA PERTO DE MIM
SE A VIDA O DESTINO QUISEREM ASSIM
ACEITA, ACEITA


NO ENSAIO DA ESCOLA DE SAMBA TE ENCONTREI 
O DESTINO CHEGOU COM OLHAR ME APAIXONEI
A POESIA DA SUA CANÇÃO
FOI A VOZ DA MAIS PURA RAZÃO
E MEU FADO FICOU TRAÇADO DESDE ENTÃO


ILUMINADA A MADRUGADA
QUE TROUXE A LUA ABENÇOADA 
LUZ TÃO DIVINA QUE CLAREIA


FOI NA ÂNSIA DO DESEJO
QUE SELAMOS NUM SÓ BEIJO 
ESSA PAIXÃO QUE ENCENDEIA


FOI NA ÂNSIA DO DESEJO
QUE SELAMOS NUM SÓ BEIJO 
ESSA PAIXÃO QUE ENCENDEIA


EU SEI QUE O MAR TE SEPARA DE MIM
NÃO DEIXE A DISTÂNCIA DITA NOSSO FIM 
NÃO DEIXA, NÃO DEIXA

ENTÃO MEU AMOR VEM PRA PERTO DE MIM
SE A VIDA O DESTINO QUISEREM ASSIM
ACEITA, ACEITA


EU SEI QUE O MAR TE SEPARA DE MIM
NÃO DEIXE A DISTÂNCIA DITA NOSSO FIM 
NÃO DEIXA, NÃO DEIXA

ENTÃO MEU AMOR VEM PRA PERTO DE MIM
SE A VIDA O DESTINO QUISEREM ASSIM
ACEITA, ACEITA



publicado por olhar para o mundo às 17:38 | link do post | comentar

Letra
Vem, meu menino vadio 
Vem, sem mentir pra você 
Vem, mas vem sem fantasia 
Que da noite pro dia 
Você não vai crescer 

Vem, por favor não evites 
Meu amor, meus convites 
Minha dor, meus apelos 
Vou te envolver nos cabelos 
Vem perder-te em meus braços 
Pelo amor de Deus 

Vem que eu te quero fraco 
Vem que eu te quero tolo 
Vem que eu te quero todo meu 

Ah, eu quero te dizer 
Que o instante de te ver 
Custou tanto penar 
Não vou me arrepender 
Só vim te convencer 
Que eu vim pra não morrer 

De tanto te esperar 
Eu quero te contar 
Das chuvas que apanhei 
Das noites que varei 
No escuro a te buscar 

Eu quero te mostrar 
As marcas que ganhei 
Nas lutas contra o rei 
Nas discussões com Deus 
E agora que cheguei 
Eu quero a recompensa 
Eu quero a prenda imensa 
Dos carinhos teus


publicado por olhar para o mundo às 08:33 | link do post | comentar

Terça-feira, 16.04.13

 

Letra

 

Deste-me um beijo e vivi
Na forca que veio de ti
Encontrei a fe perdida
Negando o barro e o mito
O meu corpo feito grito
Pediu a vida mais vida

 

Acontedemos num so
Sob a luz do mesmo sol
Cores do mesmo matiz
Razoes do uma so razao
Pedacos do mesmo chao
Troncos da mesma raiz

 

Da-me as caricias mais gratas
As tuas maos regressadas
Vindas do fundo do tempo
Mil madrugadas esperei
Presenca viva que sei
Amor com forca do vento

 

E o meu corpo feito grito
Teve forca de granite
Forca que veio de ti
Encontrei a fe perdida
Pedi a vida mais vida
Deste-me um beijo e vivi




publicado por olhar para o mundo às 17:27 | link do post | comentar

 

 

letra

 

Cante alentejano. Canção tradicional.
Vídeo original em: "A Música Portuguesa A Gostar Dela Própria".

Para que quero eu olhos, 
Senhora Santa Luzia 
Se eu não vejo o meu amor, 
Nem de noite nem de dia. 

Oh és tão linda, oh és tão formosa 
Como a fresca rosa que eu num jardim vi. 
Oh dá-me um beijo, para matar desejos 
Que eu sinto por ti 
Ai dá-me um beijo, para matar desejos 
Que eu sinto por ti



publicado por olhar para o mundo às 08:25 | link do post | comentar

Sexta-feira, 16.11.12

Paulo de Carvalho, Raquel Tavares e Paulo Flores juntam-se a Ivan Lins em Guimarães

A Fundação Orquestra Estúdio (FOE) convidou o músico e compositor brasileiro Ivan Guimarães Lins (na foto) para uma atuação única em Guimarães, Capital Europeia da Cultura. O espetáculo vai ter lugar no Pavilhão Multiusos no dia 24 de novembro, pelas 22:00.


Sob a direção do maestro Rui Massena, sobem também ao palco o cantor angolano Paulo Flores, o português Paulo de Carvalho e a fadista Raquel Tavares para um espetáculo que pretende, explica a organização, estabelecer pontes entre Portugal, África e o Brasil.

 

Entre o cantar de fado, um olhar africano, o magnetismo do mítico cantor que deu a senha para o Portugal moderno e o calor da voz de um dos considerados mais enaltecidos músicos de terras de Vera Cruz – e que transporta no nome a cidade berço – espera-se uma noite de celebração da lusofonia.

 

Os bilhetes custam dez euros.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:50 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim




posts recentes

Raquel Tavares - Gostar ...

Paulo Gonzo, Raquel Tavar...

Raquel Tavares - Não me E...

Raquel Tavares - Noite

Raquel Tavares - Meu Amor...

Concerto de Raquel Tavare...

Carlos do Carmo - O que S...

Raquel Tavares & Xande de...

RAQUEL TAVARES & XANDE DE...

Raquel Tavares e Pedro Jo...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
OUÇA A NOSSA RADIO EM https://goo.gl/ouzpk3
Eu queria a letra dessa música
YK é Noizz Kappa, Halloween a grande Alma, melhor ...
blogs SAPO
subscrever feeds