Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   A vida é tão diferente Daquilo que sonhamos Talvez o nosso mal seja acordar Lancei o meu futuro Para lá do firmamento E agora não consigo lá chegar Estou a sentir A minha voz perdida no deserto (Oh,oh) Mas sou quem diz Que a vida deixa sempre a porta aberta P'ra que eu possa lá entrar E quem sabe regressar A mais pura inocência (Oh, oh, oh, oh) A vida é tão diferente Dos sonhos que lembramos Eu sei que o nosso mal é recordar Perdi o teu futuro P'ra lá do (...)
  Letra   Nada do que foi será De novo do jeito que já foi um dia Tudo passa, tudo sempre passará A vida vem em ondas como mar Num indo e vindo infinito Tudo que se vê não é Igual ao que a gente viu há um segundo Tudo muda o tempo todo no mundo Não adianta fugir Nem mentir a si mesmo Agora Há tanta vida lá fora, aqui dentro Sempre como uma onda no mar Como uma onda no mar Como uma onda no mar Nada do que foi será De novo do jeito que já foi um dia Tudo passa, tudo sempre (...)
  Os Pólo Norte estão de regresso aos palcos, após uma ausência de seis anos.   A banda criada em 1992 por Miguel Gameiro atua no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, a 21 de novembro, subindo ao palco do Coliseu do Porto no dia seguinte, em jeito de celebração de “20 anos de estrada, de palcos, de histórias”.   Os concertos especiais, onde serão passadas em (...)
  letra   Quem me dera saber  Fazer versos, rimar  Para um dia escrever  Que tu és a mulher que eu quero amar  Quem me dera fazer poesia  Inspirada na minha paixão  Inventar sofrimento, agonia,  O amor de Platão  Quem me dera chamar-te de musa  Em sonetos e coisas que tais  Uma escrita solene e confusa  Com palavras a mais  Refrão:  Eu não sou poeta, não  Não sou poeta  Nunca fui um grande sofredor  Eu não sou poeta, não  Não sou poeta  Não te sei (...)
  Letra   À Espera de Quem Não Chega  Pólo Norte     Talvez já soubesse que havia de surgir O dia em que me dissesses o que eu não queria ouvir  E só tu sabes o quanto tentei Esse teu mundo onde eu nunca entrei À espera de alguém que não chega À espera de quem já não vem Houve momentos em que quis desistir Dei-te tudo sem nada pedir E se às vezes errei nestas coisas de amor Já nem sei o que é certo ou errado Sendo assim afinal talvez seja melhor seguir  Cad (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email