Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

    Perfume   Os Perfume apresentam o seu mais recente trabalho, o "Eixo X", na nova digressão nacional de inverno. A banda, que já teve vários êxitos, incluindo o tema Intervalo (com Rui Veloso), com o qual foi nomeado para os Globos de Ouro e tendo sido tocado em todas as rádios, promete um espetáculo inesquecível, num local perto de si.   Música (...)
  Os Per7ume, a preparar uma nova digressão nacional, editaram esta semana o novo álbum de originais, "3D-Eixo X", que marca o regresso da banda aos estúdios. "3D-Eixo X" sucede a "Mundo", editado em 2010, e é o terceiro álbum da banda pop-rock formada em 2007 no Porto. O álbum, editado pela Farol, é constituído por 10 temas, entre eles "Porto (à moda do)", (...)
    Letra   Ás onze e meia saiu para a rua, Com o seu fato domingueiro, Dormindo a aldeia, brilhando a lua, Num céu de estrelas, conselheiro Coração quente, firme e demente, À sua porta então chamou E abriu-se a janela e só para ela, Triste, cantou... Versos de amor, Lindos esses versos de amor Que fizera em segredo, A sonhar, quase a medo, Um viver tentador. A sua vida por uns versos de amor, Lindos esses versos de amor Na mais terna amargura, O silêncio murmura uma (...)
  4 anos depois do último disco de originais, os Per7ume editam o muito aguardado sucessor de “Per7ume” (2008) e “Mudo” 2010.     “3D Eixo X”, resulta de um longo processo criativo e é uma natural evolução no som da banda – Mais maduro e mais “musculado”, mas sempre focado nas canções : “Houve a preocupação de maturar todas as canções na (...)
    Letra   Já não podemos ir lá pelo verão Lembro-me do dia em que cheguei E de uma noite de S. João À tarde o avô ia pescar para a Ribeira E lá se passava um bom bocado Eu só queria adivinhar o futuro Mas questionava-o sobre o seu passado Longe vai a inocência Ser levado pela mão Pelos estreitos da baixa Sem se ter a noção Que o caminho é torto É a razão de ser À moda do Porto A avó Branca dava uma mesada É um conselho para se poupar Só ao domingo (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email