Terça-feira, 28.03.17

 

Letra

 

Qual de Nós Valerá Mais?

Décimas de autoria de Paulo Boga, da Vidigueira, com musica de José Manuel David e Pedro Mestre.
Cantámos no CCB, com a participação de vários convidados:
Rancho de Cantadores de Aldeia Nova de S. Bento; Janita Salomé; Fábia Rebordão; Jorge Fernando; Henrique Leitão; Vasco Sousa; José David; Pedro Calado; José Bento; David Pereira; Pedro Mestre.

Mote
Eu sou Cravo e tu és Rosa
Qual de nós valerá mais
Eu sou Cravo de Janela
Tu és Rosa de quintais.

I
Ái mas que linda conversa
Que tu tens p’ra me dizer
Tão fiada e tão dispersa
O que é que se ade fazer
É que não tem nada a ver
Porque embora mais airosa
Eu sou muito mais cheirosa
Só porque está a meu lado
Diz em vez de estar calado
Eu sou Cravo e tu és Rosa.

II
Ái que vontade de rir
Vossemecê me deu agora
Pois terá que admitir
Ou colhem-na e vão embora
Ou fica sempre aí fora
São estas coisas que tais
Que diferem os vegetais
É que uns querem e não podem
Veja lá seguindo a ordem
Qual de nós valerá mais.

III
No que respeita ao valor
E com menos presunção
Colhe-se uma Rosa, uma flor
Põe-se junto ao coração
Que bonita é esta ação
A Natureza é tão bela
Pra te safares à lapela
Não precisas de exclamar
Ou quase já a gritar
Eu sou cravo de janela.

IV
Não te querendo ofender
Pois também gosto de ti
Mas terás de entender
Já não sei bem onde li
Ou onde foi que eu ouvi
Estava em todos os jornais
Em espingardas e Murais
Dentro de qualquer cidade
Sou Cravo, sou Liberdade
Tu és Rosa de quintais.

Paulo Boga

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 22.03.17
 

pedro mestre.jpg

 

 
PEDRO MESTRE & CONVIDADOS
 
DVD ao vivo no CCB
 
 “Campaniça do Despique” é o título do álbum e do concerto, que Pedro Mestre apresentou no dia  22 de Setembro de 2015, no Grande Auditório do CCB. Com uma plateia esgotada, o concerto evocou o mais belo do Cante Alentejano e o genuíno toque da viola campaniça, que desde sempre acompanhou os cantes de improviso no Alentejo, que surgiam de modo espontâneo em festas, romarias, nas tabernas e que ainda hoje acontecem, embora de modo organizado e performativo.
 
Há 20 anos a cantar a música tradicional do Alentejo, pioneiro do projeto de salvaguarda do Cante, fundador e ensaiador de corais alentejanos, Pedro Mestre é um dos principais responsáveis pelo surgimento de novas gerações na música tradicional do Alentejo, levando o Cante Coral alentejano para as Escolas, onde desde 2006 ensina a tradição a alunos do 1º ciclo, em várias escolas do Baixo Alentejo.

Como um dos grandes impulsionadores e embaixadores da música e das tradições do Alentejo, e depois da edição de vários trabalhos discográficos com os diversos grupos que integra, passados vinte anos desde que iniciou o seu percurso musical, Pedro Mestre decide lançar um trabalho em nome próprio - "Campaniça do Despique" -  com a participação de alguns colegas e amigos: Janita Salomé, António Zambujo, Rui Vaz (Gaiteiros de Lisboa), Fábia Rebordão, Jorge Fernando, Guilherme Banza, Rancho de Cantadores de Aldeia Nova de S. Bento, Cantadores do Sul, Campaniça Trio, Tânia Lopes, Vasco Sousa e José Manuel David (Gaiteiros de Lisboa).

No concerto, que teve lugar no CCB, no dia 22 de Setembro de 2015, Pedro Mestre apresentou temas inéditos, da sua autoria, com vários convidados, que se apresentaram, também, com temas do seu repertório, assim como temas do cancioneiro tradicional alentejano que ganharam um novo fôlego. Janita Salomé, Jorge Fernando, Fábia Rebordão, Henrique Leitão, Rancho de Cantadores da Aldeia Nova de São Bento, grupo Quatro ao Sul, Banda Filarmónica 1º de Janeiro de Castro Verde e os bailarinos António Guerreiro e Inês Firmino, foram alguns dos convidados que partilharam o palco do CCB, com Pedro Mestre, numa noite de sala cheia onde a tradição e inovação caminharam lado a lado. Para ver, ou rever, no DVD "Pedro Mestre & Convidados".

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 21.11.16

 

Letra

 

Já Chove, já s'tá chovendo,

já correm os barranquinhos,

já meu bem chegou à terra,

já cantam os passarinhos.

 

Já cantam os passarinhos,

já chove, já s'tá chovendo,

já chove, já s'tá chovendo,

já correm os barranquinhos.

 

Eu já s'tava d'abalada

meu amor, para t'ir ver,

armou-se uma trovoada,

mais tarde deu em chover.

 

Mais tarde deu em chover

sem fazer vento nem nada,

meu amor para t'ir ver

eu já s'tava d'abalada.

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Sábado, 19.11.16

pedro mestre.jpg

 

 
SÁB 19 NOV 22H00

CAFÉ-CONCERTO | 3€ | ENTRADA GRATUITA (CARTÃO AMIGO, CARTÃO SÉNIOR E JOVEM MUNICIPAL)

MÚSICA TRADICIONAL | 60 MIN | M/6

PEDRO MESTRE

OUTONALIDADES
 
 

Pedro Mestre alia o seu nome à mestria com a guitarra campaniça, que sempre acompanhou os cantes de improviso no Alentejo. O músico chega das extensas planícies com “Campaniça do Despique” na algibeira, em que a tradição e a inovação caminham lado a lado, levando esta identidade cultural e memória coletiva de um povo a atravessar fronteiras. É o primeiro dos três concertos inseridos  em mais uma edição OUTONALIDADES, o circuito português de música ao vivo, a que o Município de Estarreja e o seu Cine-Teatro, sempre se associaram.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Domingo, 20.09.15

pedromestre.jpg

 

“Campaniça do Despique” é o título do álbum e do concerto, que Pedro Mestre apresenta a 22 de Setembro de 2015, no Grande Auditório do CCB.

Um disco e um concerto que evocam o mais belo Cante Alentejano e o genuíno toque da viola campaniça, que desde sempre acompanhou os cantes de improviso no Alentejo, que surgiam de modo espontâneo em festas, romarias, nas tabernas e que ainda hoje acontecem, embora de modo organizado e performativo.


O Cante Alentejano já é Património Cultural e Imaterial da Humanidade. A decisão da UNESCO vai permitir salvaguardar e transmitir esta tradição a gerações vindouras, um trabalho a que o músico Pedro Mestre tem dedicado a sua vida. Há 20 anos a cantar a música tradicional do Alentejo, pioneiro do projeto de salvaguarda do Cante, fundador e ensaiador de corais alentejanos, Pedro Mestre é um dos principais responsáveis pelo surgimento de novas gerações na música tradicional do Alentejo, levando o Cante Coral alentejano para as Escolas, onde desde 2006 ensina a tradição a alunos do 1º ciclo, em várias escolas do Baixo Alentejo.


Paralelamente ao cante, Pedro Mestre tem trabalhado na preservação e salvaguarda da viola campaniça, instrumento tradicional do Alentejo. Aprendeu com os mestres tocadores a arte de construir e dedilhar esta peculiar viola de arame e, para além de a ensinar nas escolas, já levou este instrumento aos quatro cantos do mundo.


Como um dos grandes impulsionadores e embaixadores da música e das tradições do Alentejo, e depois da edição de vários trabalhos discográficos com os diversos grupos que integra, passados vinte anos desde que iniciou o seu percurso musical, Pedro Mestre decide lançar um trabalho em nome próprio - "Campaniça do Despique" - com a participação de alguns colegas e amigos: Janita Salomé, António Zambujo, Rui Vaz (Gaiteiros de Lisboa), Fábia Rebordão, Jorge Fernando, Guilherme Banza, Rancho de Cantadores de Aldeia Nova de S. Bento, Cantadores do Sul, Campaniça Trio, Tânia Lopes, Vasco Sousa e José Manuel David (Gaiteiros de Lisboa).


No concerto, que terá lugar no CCB, no dia 22 de Setembro, Pedro Mestre apresenta temas inéditos, da sua autoria, com vários convidados, que se fazem apresentar, também com temas do seu repertório, assim como também temas do cancioneiro tradicional alentejano, que ganham aqui um novo fôlego. “Campaniça do Despique” visa dar continuidade ao trabalho do músico, em que a tradição e inovação caminham lado a lado, levando esta identidade cultural e memória coletiva de um povo a atravessar fronteiras.


Retirado de Antena 1



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Qual de Nós Valerá Mais? ...

PEDRO MESTRE & CONVIDADOS

Pedro Mestre - "Armou-se ...

MÚSICA: PEDRO MESTRE - ...

Pedro Mestre no CCB

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds