Quinta-feira, 09.07.15

 

Letra

 

Refrão

Nossos heróis todos morreram
da sobra até queremos escola
da paz queremos pão
queremos educação
dignidade em Angola queremos
 
Para que horizonte nós andamos
não vejo um objetivo seguro no crescer dos angolanos
só vejo o povo atordoadamente frustrado
recluso da ignorância e medrosamente amarrado
Já não se espera que se faça alguma coisa
apenas andamos, os nossos corações perderam força
vemos crescer a riqueza descomunal
por saqueadores que nunca viram a porta de um tribunal
Educação há muito que a gente deseja
no lugar disto oferecem-nos fábricas de cerveja
para nos matarmos nas barracas em festas
enquanto eles contam os milhões e ativam as transferências
dos balúrdios em contas estrangeiras
E nós aqui sufocados como peixes na beira
É assim que realmente estamos
reivindicamos entre nós ou cochichamos lá nos cantos
 
A comunicação só manipula
desviam-nos a atenção da maneira mais astuta e absurda
implantaram nas nossas cabeças a ideia da riqueza fácil
e obter ganhos às pressas
fatores que só estimulam a ilegalidade,
bloqueando a passagem para a era da equidade
Ambição até nas relações humanas
ninguém faz nada por ninguém
sem que se mostre a grana
Tenham compaixão desta gente acabada
Tenham compaixão desta gente desafortunada
que apenas quer o pão na mesa
e parem de olhá-los como mero sinónimo de miséria
E a espera continua, 
os bolsos vazios destes homens,
a pele da criança nua
cujo tronco nunca viu uma blusa, 
os pés já estão cansados
de tanto andar pelas ruas
 
Existe a nova geração partidária,
estão convosco, militam, podem contar com os seus votos,
mas não por ideologia nem por gosto,
eles só fazem porque carregam o partido no bolso
Aprenderam a bajular quem está por cima,
a influência, o tapete nos corredores da micha
e esta micha só obedece ao cifrão
mergulha na corrupção e ri da Constituição
O detentor assiste à peça da varanda,
o que adianta ter tanto poder para não fazer nada,
de que adianta desenhar a dita união tão desejada
e permitir que se faça tanta borrada
ou será que isto é parte de um plano
para dividir o país entre senhorios e escravizados
As leis não passam de páginas e artigos,
tento ver seriedade nos nossos mas não consigo,
jovens sonham com cargos já com o objetivo de roubarem
sem serem penalizados
a impunidade é um conhecido ângulo,
quem rouba enriquece e depois é protegido pelos anjos
 
Refrão
Hoje está chovendo a rodos,
canucos jogando à bola nesse canto que é de todos
a todos que eu venho pedir
para não se esquecerem de Angola
a todos que eu venho pedir
para não se esquecerem de Angola
 

 

Letra enviada pela Nadine, muito obrigado 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 05.12.12

 

 

letra

 

O fado, já diz Fernando Pessoa
não é canção má nem boa
não é alegre nem triste
não é de Coimbra ou Lisboa
é um ser estranho, uma pausa
que a alma portuguesa deu ao mar
quando tudo desejava
sem força para desejar

(Refrão)
Toda a canção é um poema ajudado
que diz o que a alma não tem
e a isso não escapa o fado
que é um poema ajudado também

O fado é fadiga duma alma forte
é uma espécie de olhar
que viu o sorriso da morte
nos brancos espelhos do mar
é um olhar quase de desprezo
a um Deus que desertou
quando mais Dele precisava
quem duvidar nunca ousou

(refrão)

No fado todos os Deuses se juntam
a cantar lá nas alturas
trazidos pelos avós
na poeira das lonjuras
e esses Deuses estão em nós
espalham-se pela mesa
convocados pela voz
e só por acaso soam a tristeza

(refrão)



publicado por olhar para o mundo às 10:04 | link do post | comentar

Sexta-feira, 16.11.12

Paulo de Carvalho, Raquel Tavares e Paulo Flores juntam-se a Ivan Lins em Guimarães

A Fundação Orquestra Estúdio (FOE) convidou o músico e compositor brasileiro Ivan Guimarães Lins (na foto) para uma atuação única em Guimarães, Capital Europeia da Cultura. O espetáculo vai ter lugar no Pavilhão Multiusos no dia 24 de novembro, pelas 22:00.


Sob a direção do maestro Rui Massena, sobem também ao palco o cantor angolano Paulo Flores, o português Paulo de Carvalho e a fadista Raquel Tavares para um espetáculo que pretende, explica a organização, estabelecer pontes entre Portugal, África e o Brasil.

 

Entre o cantar de fado, um olhar africano, o magnetismo do mítico cantor que deu a senha para o Portugal moderno e o calor da voz de um dos considerados mais enaltecidos músicos de terras de Vera Cruz – e que transporta no nome a cidade berço – espera-se uma noite de celebração da lusofonia.

 

Os bilhetes custam dez euros.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:50 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Kid MC - O Apagar Da Espe...

"Rui Veloso & Amigos" - F...

Paulo de Carvalho, Raquel...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds