Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

São mais um daqueles casos de maior visibilidade lá fora do que cá dentro, embora falar nesses termos no mundo globalizado de hoje talvez não faça sentido. Dizemo-lo nós e di-lo Bruno Miguel, mentor do projecto Papercutz, que se apresenta esta quarta-feira (22h) ao vivo no Ritz, em Lisboa, e quinta-feira no Plano B (21h30) do Porto.   Ao longo dos dois últimos anos o projecto ganhou visibilidade junto de várias pequenas famílias internacionais, através da feitura de remisturas (...)
  O novo disco do projecto musical Papercutz intitula-se “The Blur Between us” e traz temas mais fortes e mais densos, distanciando-se ligeiramente do último trabalho mais intimista “Lylac”.   Papercutz nasceu no Porto em 2005 com Bruno Miguel e outros músicos convidados. A banda do artista musical destaca-se pela sua sonoridade sombria ou negra, tendo vindo a alcançar grande reconhecimento internacional e nacional desde 2008. No Myspace internacional foi a primeira banda (...)
  Letra   "We're lost on an artificial light; a white that blinds our human forms. Take me away, from this moment on we'll be as one. But wait, I seem to recognize you. Your face reminds me of youth. Lifetime of changes taking place... taking place. We're all spinning round, letting it all go now, has never been easier. (It's the change of seasons...the tree of life)"
06 Mai, 2012

PAPERCUTZ - RIVERS

  Letra   "The dawn awaits us out of here.  Through the woods, we face our fears.  White morning breeze,  rain settles to snow.  Light unravels our orchards of sorrow.  (They say:) "Yours is the sunlight, it's time to come home."  The past we're letting go.  I'll own the night beneath the sky,  Home is where the rivers dry.  We're just shedding skins.  Peering through into the past, further and further away...  White morning breeze,  Rain settles to snow.  Light (...)
Letra   "O tempo parou, deste lado do eu. O seu estado instável, deixava-me frágil. ...até agora.   Lá fora, o (homem-)medo reina em cada canto. Por encanto, aqui sinto-me Alice no mundo da fantasia.   Ode à Inocência... aqui ... lembro-me de tudo o que fazia ...um mundo de fantasia!   (Pensava que sim, que era o que eu queria) Será que era tudo o que eu queria ?"
  Letra   Oh I miss the kiss of treachery The shameless kiss of vanity The soft and the black and the velvety Up tight against the side of me And mouth and eyes and heart all bleed And run in thickening streams of greed As bit by bit it starts the need To just let go My party piece Oh I miss the kiss of treachery The aching kiss before I feed The stench of a love for a younger meat And the sound that it makes When it cuts in deep The holding up on bended knees The addiction of (...)
As bandas portuguesas Papercutz, Dead Combo e You Can't Win Charlie Brown integram o cartaz do festival norte-americano South by Southwest (SXSW), que decorrerá em Março em Austin, no Texas, escreve a agência Lusa. No site oficial, a organização do SXSW publicou as listas de bandas que irão actuar em 2012 e nela figuram os três grupos portugueses. Para os Papercutz, esta será a segunda vez que actuam naquele festival norte-americano. O grupo de Vila do Conde fez parte do (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email