Quinta-feira, 26.11.15

orquestrametropolitana.jpg

 Orquestra Metropolitana de Lisboa| Beethoven, Mozart

 
Depois da intensidade expressiva da Sinfonia Eroica, e no rescaldo da invasão de Viena pelas tropas de Napoleão Bonaparte, Beethoven refugiou-se durante os meses de verão de 1806 no palácio do Conde Brunswick, a cerca de trinta quilómetros de Budapeste. Terá então sentido a necessidade de se abandonar em humores mais espontâneos e ensolarados. Nasceu assim a Sinfonia N.º 4, quatro andamentos marcados pela boa disposição. Rumores centenários aludem a uma relação amorosa tida entre o compositor e uma das irmãs do Conde, nessa ocasião. Não se podendo comprovara veracidade da história, resta constatar que o ânimo que esta obra transmite só poderá dever-se a uma inspiração, seguramente, muito especial.
A serenidade desta sinfonia contrasta com o espírito impulsivo que levou o compositor alemão a escrever no ano seguinte a introdução musical de uma peça de teatro que nunca existiu. A Abertura Coriolanoretrata musicalmente a figura lendária de um general romano que se insurgiu contra o seu povo e foi vencido. Em apenas oitominutos, percorre-se a estrutura genérica do drama homónimo de Shakespeare.

O programa completa-se com o célebre Concerto para Clarinete de Mozart, em cujo andamento central se reconhece uma melodia que combina na perfeição com o talento do clarinetista Nuno Silva, Solista A da OML. Esta obra foi escrita apenas dois meses antes da morte do compositor e ilustra certeiramente a sua personalidade. Faz coexistirem a alegria e a tristeza, o entusiasmo e a desolação.

L. v. Beethoven Abertura Coriolano, Op. 62
W. A. Mozart Concerto para Clarinete, KV 622
L. v. Beethoven Sinfonia N.º 4, Op. 60

Solista: Nuno Silva (clarinete)
Maestro: Pedro Amaral
 
Morada:
Cineteatro Municipal D. João V
Largo da Igreja
Damaia - Freguesia de Águas Livres
2720-295 Amadora
GPS: N38.746029º, W9.218823º
 
 
Música
28 Nov | 21:00H |
10€


publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 10.06.14

CCB acolhe dia de concertos gratuitos nos 22 anos da Metropolitana

A Associação Música, Educação e Cultura (AMEC-Metropolitana) celebra 22 anos, na terça-feira, com um dia de concertos gratuitos, no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, sob o lema “Uma Orquestra, Três Escolas”.

Nos vários espaços do CCB, apresenta-se o projeto Metropolitana, nas diferentes formações, desde a orquestra clássica aos ensembles, passando pela orquestra de sopros e a Orquestra Metropolitana de Lisboa (OML), que é o “cartão-de-visita” do projeto AMEC, disse à Lusa o seu diretor executivo, António Mega Ferreira.

“A nossa missão é essencialmente artística e pedagógica. A OML é o cartão-de-visita, mas não é só. Nós temos uma importante vertente pedagógica com três escolas e um projeto em parceria com a Casa Pia de Lisboa”, realçou. “Hei de repetir até à exaustão: o que é a Metropolitana? ‘Uma orquestra e três escolas’”, sublinhou Mega Ferreira.

As três escolas são o Conservatório de Música Metropolitana, a Escola Profissional de Música e a Academia Nacional Superior de Orquestra (ANSO), havendo um acordo com a Casa Pia de Lisboa, que “vai ser renovado e aprofundado”, visando atribuir um diploma de frequência do respetivo curso aos alunos daquela instituição.

Em declarações à Lusa, o responsável afirmou que estão “muito apostados em consolidar o trabalho da ANSO, na sua dupla vertente pedagógica, como academia superior e artística, como orquestra académica, e atualizar uma série de procedimentos nas três escolas”. Mega Ferreira defendeu que “é necessário consolidar métodos de trabalho na vertente pedagógica” em prol de “uma normalidade” que se deseja e que a associação vive atualmente.

Relativamente à ANSO, a possibilidade de abrir um novo curso, adiantada à Lusa em outubro passado pelo diretor artístico e pedagógico da AMEC, o compositor Pedro Amaral, “foi posta de lado". O curso anunciado “não faz sentido na conjuntura atual, e foi abandonado, mas em velocidade de cruzeiro da associação, faria todo o sentido”, disse Mega Ferreira.

O responsável descartou também a possibilidade de extensões da Metropolitana a países lusófonos, nomeadamente Cabo Verde e Angola, que foi aventada em 2012. “Gostaríamos muito, mas temos de consolidar a situação aqui [em Portugal], com tanta solicitação que temos”, disse.

Há uma outra possibilidade no domínio pedagógico que está a ser estudada com o Instituto Cultural de Macau, que é a vinda para as escolas da Metropolitana, de estudantes de música daquele ex-território sob administração portuguesa. “Exige meios financeiros e estamos só a dar os primeiros passos nesse sentido”, acautelou Mega Ferreira.

Na terça-feira, o programa que é apresentado no CCB abre às 14:00 com o Duo das Percussões da Metropolitana, seguindo-se a atuação de pianistas e cravistas das escolas da Metropolitana e, às 15:00, inicia-se um programa de música de câmara protagonizado pelos alunos.

Do programa anunciado está ainda prevista a atuação do Coro da Metropolitana, da Piccola Orquestra Metropolitana, com alunos entre os três e os seis anos, da Orquestra Juvenil Metropolitana, com alunos de idades maiores, e ainda das orquestras Clássica Metropolitana e de Cordas da Casa Pia de Lisboa.

O programa encerra às 19:00, com a atuação das orquestras de Sopros, da Académica e da Orquestra Metropolitana de Lisboa, sob a direção Reinaldo Guerreiro, que foi um dos alunos da ANSO.

 

Retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:29 | link do post | comentar

Segunda-feira, 31.12.12

Concerto de Ano Novo com a Metropolitana no Centro Cultural de BelémConcerto de Ano Novo com a Metropolitana no Centro Cultural de Belém

Pelas 17:00, do dia 01 de Janeiro de 2013, o Grande Auditório do Centro Cultural de Belém acolhe o Concerto de Ano Novo que terá a interpretá-lo a Orquestra Metropolitana de Lisboa, dirigida por Kynan Johns.

 

Seguindo a tradição de Ano Novo que leva as orquestras a tocarem as melodias vistosas, bem dispostas da família Strauss, a Orquestra Metropolitana de Lisboa apresentará na tarde de 01 de Janeiro as mazurcas, as polkas e as valsas, que ao longo dos anos têm alegrado salões de principes, duques e marqueses e também de muitos plebeus. 

Trata-se de composições que exigem grande mestria e virtuosismo, pois embora aparentemente faceis, são peças onde as subtilezas de contrução e de interpretação são permanentes exigindo grande experiência e concentração.

 

Kynan Johns, o maestro que estará pela primeira vez em Portugal e a dirigir a Metropolitana, tem sido presença frequente nas maiores salas de concerto, como o Palau des Arts ou o Covent Garden.


Dirigirá, pela primeira vez, neste primeiro dia de Janeiro, a Orquestra Metropolitana de Lisboa, uma das melhores orquestras a nivel nacional e quase diríamos a nivel internacional.

 

Retirado do HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 12:45 | link do post | comentar

Quinta-feira, 28.06.12

 Orquestra Metropolitana de Lisboa. encerra festas de Lisboa

 

 Metropolitana no Concerto de Encerramento das Festas de Lisboa

Pelas 22:00 do dia 30 de Junho terá lugar na Alameda de D. Afonso Henriques o concerto de encerramento das Festas de Lisboa que mais uma vez contará com a actuação da Orquestra Metropolitana de Lisboa.


Desta feita e entre os ritmos do Brasil e o Fado de Portugal, a Metropolitana acompanhará Milton Nascimento, Ana Moura, Carminho e António Zambujo.

 

Milton Nascimento conta na sua banda com Wilson Lopes, na guitarra e violão, Lincoln Cheib na bateria Lincoln Continentino no piano e Gastão no baixo eléctrico.

 

Bernardo Couto na guitarra portuguesa, John Luz no cavaquinho e Ricardo Cruz no contrabaixo acompanharão voz tão característica de António Zambujo e Ana Moura contará com Ângelo Freire na guitarra portuguesa.

 

O concerto realiza-se na Alameda de D. Afonso Henriques, junto à Fonte Luminosa, um palco já habitual dos concertos de encerramento das Festas da cidade.

 

Retirado de HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 21:30 | link do post | comentar

Terça-feira, 12.06.12
Deolinda e Orquestra Metropolitana de Lisboa

Para lá de estilos, géneros, etiquetas ou chavões, os Deolinda e os músicos da Orquestra Metropolitana de Lisboa juntam-se no mesmo palco para um concerto inédito. 

No próximo dia 23 de Junho, pelas 21h, o Grande Auditório do CCB, recebe este concerto único, com o apoio da 3.

Através da música, revisitam-se bairros imaginários, ambientes de lugares com alma, ecos que nos são familiares, impressões e tradições, ideias, algazarras... 

São estes os pontos de partida para um concerto com destino incerto, mas que se promete tocado e cantado, de princípio ao fim, «na primeira pessoa».

Deolinda
Ana Bacalhau, Pedro da Silva Martins,
José Pedro leitão, Luís José Martins


Orquestra Metropolitana de Lisboa
Direcção musical Cesário Costa 

Arranjos/Orquestrações de Daniel Schvetz 

Produção 
Orquestra Metropolitana de Lisboa

 

Retirado de Antena 3



publicado por olhar para o mundo às 12:05 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Orquestra Metropolitana d...

CCB acolhe dia de concert...

Concerto de Ano Novo com ...

Orquestra Metropolitana ...

Deolinda e Orquestra Metr...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds