Terça-feira, 09.06.15

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Domingo, 27.04.14

Foi a 24 de abril, que os OqueStrada lançaram o segundo single do seu novo álbum: Parei na Madrugada, original de António Variações.

 

"Este tema é uma ode à liberdade e nele encontramos a mensagem de que, para a conquistar, é preciso maturidade, é preciso correr o mundo. Como diz a letra, ‘corri o mundo, fiz-me maduro pra te encontrar’", salienta Miranda, vocalista, sobre a escolha do grupo, que deu ao tema um toque de Fado, sabendo que Variações era um grande apreciador do género.

 

“A primeira edição acústica de António Variações e primeiro inédito a ser lançado nos últimos 10 anos surge, assim, com o ritmo das cordas lisboetas, o balanço do acordeão minhoto e o sopro do trompete de Nova Iorque”, pode ler-se em comunicado.

 

O sucessor de “O Teu Murmúrio” é parte integrante do novo álbum do grupo, “AtlanticBeat Mad’in Portugal”, com edição prevista para 19 de maio.

“No segundo disco de originais, OqueStrada apura a sua batida de filigrana, com uma sonoridade centrada na linha melódica da voz, nas harmonias e ritmos da guitarra portuguesa e na batida de alcance baixo-bombo da contrabacia. Esta batida atlântica é arquitetada com instrumentos de Fado, manobrados por quem não vem do Fado, mas de uma vadiagem orquestrada durante 12 anos, calibrada nos melhores palcos do mundo”.

 

O novo registo do coletivo vai ser apresentado na Casa da Música, no Porto, a 22 de maio; e, no dia 28 do mesmo mês, no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa.

 

retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 23:15 | link do post | comentar

 

 

Letra

 

 

PAREI NA MADRUGADA

EU QUE TE CRIEI 

COM TODO O MEU PENSAMENTO

FIGURA DO MEU OLHAR


EU QUE TE BUSQUEI

CORRI O MUNDO

GASTEI O TEMPO

FIZ-ME MADURO P'RA TE ENCONTRAR


E UM DIA QUE TE ENCONTREI

FINALMENTE QUE TE ENCONTREI

NÃO ME DEIXASTE GOSTAR DE TI


EU QUE POR TI ANDEI ESCONDIDO

AUSENTE D'OUTRO SENTIDO

QUE O SONHO FOI

FOI SEMPRE TEU


POR TI EU 

QUIS SER TUDO E NADA

O SIM QUE TE AGRADA

POR TI FIQUEI

PAREI NA MADRUGADA



publicado por olhar para o mundo às 23:11 | link do post | comentar

Quinta-feira, 13.03.14

 

Letra

 

O teu murmúrio é aquilo que eu quero
Tu és aquela coisa solitária de viver
És aquela vida de ovação
Guardei o que não disseste num paninho de enxoval
Guardei o mapa dos caminhos que desbravaste sem igual
Sem fitas nem laços
Sem testemunhas nem abraços
Sem clima tropical

Tu sabes
Bem sabes
O teu murmúrio é aquilo que eu quero
Tu és aquela coisa solitária de viver
És aquela vida de ovação

Tomaste conta de mim
Minha relíquia esquecida
Minha doçura perdida
Às vezes o silêncio é de ouro
Outras de prata
Umas de chumbo
E por vezes mata

Tomaste conta de mim
Tomo eu agora à vez

Tu sabes
Bem sabes
O teu murmúrio é aquilo que eu quero
Tu és aquela coisa solitária de viver
És aquela vida de ovação
Por ti quero ser
Todo o dia toda a noite

Tomaste conta de mim
Tomo eu agora à vez

E a chuva agora a cair
Nos corações solitários
Atrás dos montes
Em Lisboa
Na Nazaré
Em Évora
Em Portimao
No Minho
No Guadiana
Em Paris
Em Berlin
O teu murmúrio

E tu sabes
Bem sabes
Por ti eu quero ser
Todo o dia toda a noite
Eu quero ser
Aquela coisa solitária de viver
Aquela vida de ovação
Todo o dia toda a noite
Por ti eu quero ser
Minha relíquia esquecida
Minha doçura perdida
Minha relíquia
Minha docura
O teu murmúrio
.
Letra e música - Oquestrada


publicado por olhar para o mundo às 13:18 | link do post | comentar

Oquestrada regressam às edições com

Os Oquestrada regressam às edições discográficas este ano com o álbum “AtlanticBeat Mad’in Portugal”.

O disco, sucessor do muito aclamado “TascaBeat”, é apresentado pelo single O teu Murmúrio e “dá continuidade ao famoso beat acústico, amadurecido por 12 anos de estradas nacionais e internacionais, abrindo uma nova janela de possibilidades no panorama português e internacional”.

 

Não é conhecida, para já, a sua data de lançamento.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:17 | link do post | comentar

Sexta-feira, 21.12.12

 

 

letra

 

De distrito em distrito
De freguesia em freguesia
E quando os teus braços chegam aos meus
Nós somos só um somos um só
Somos só um somos um só
Eu e o meu país
Ouvi dizer que me amavas, adoravas, entendias
Ouvi dizer que me querias me estimavas, percebias
E se à noite me sorris
De dia pouco me falas
E se à noite me sorris
De dia pouco me falas
De dia pouco me falas
I wanna dancing with myself
I wanna dancing with myself
E é tanta a rotunda que já nem sei chegar a ti
Neste silencio, neste pantanal
Sou turista acidental
Neste anuncio, neste postal
Sou turista acidental
Mas e tu, tu oh tu meu país
Mas e tu, tu oh tu meu país diz-me
Onde ficas tu neste postal



publicado por olhar para o mundo às 17:46 | link do post | comentar

 

 

letra

 

Agarrem-me p'ra não cair
Empurrem-me p'ra me apanhar
Segurem-me p'ra me perder
P'ra me adormeceeeer

Visto as coisas assim
Visto as coisas assim
Será melhor não vos largar
Será melhor não vos perder
Será melhor não vos largar
Não vos perdeeeer

P'ra não cair 
P'ra me apanhar
P'ra me perder
P'ra me adormecer

P'ra não cair 
P'ra me apanhar
P'ra me perder
P'ra me adormecer
P'ra me adormecer

Visto as coisas assim
Visto as coisas assim
Será melhor não vos largar
Será melhor não vos perder
Não vos largar
Não vos perder

(Come baby, let's go to the party)

Derramem-me, desarmem-me e esperem-me
Derramem-me, desarmem-me e esperem-me
Derramem-me, desarmem-me e esperem-me
Derramem-me, desarmem-me e esperem-me
Derramem-me, desarmem-me e esperem-me

P'ra me encontrar
P'ra me apanhar
P'ra me encontrar

É que eu visto as coisas assim
Porqu'eu, porqu'eu visto as coisas assim

Recolham-me p'ra me acordar
Transportem-me p'ra me apanhar
Doseiem-me p'ra eu regressar
Doseiem-me p'ra eu regressar

LaLaLaLaLaLaLa, LaLaLa, LaLaLaLa
LaLaLaLaLaLaLa, LaLaLa, LaLaLaLa
LaLa



publicado por olhar para o mundo às 08:44 | link do post | comentar

Terça-feira, 11.12.12

Hoje o trio actua no Oslo Spektrum Arena, um espaço para sete mil pessoas, como convidados do concerto do Prémio Nobel da Paz, que será apresentado por Sarah Jessica Parker e Gerard Butler.

 

Chegaram sábado a Oslo, Noruega, tocaram na cerimónia de entrega do Nobel da Paz à União Europeia no Oslo City Hall, na segunda-feira, e foram entrevistados pelas superestrelas de Hollywood Sarah Jessica Parker e Gerard Butler. Estes são os dias de sonho dos portugueses OqueStrada, convidados pelo Comité do Nobel.

 

O momento mais emocionante aconteceu na segunda-feira, quando tocaram uma versão muito própria de Qualquer coisa que me anima, um fado de Alfredo Marceneiro, durante a cerimónia de entrega do Nobel. Depois da actuação, a cantora Marta Miranda foi entrevistada pela actriz Sarah Jessica Parker e pelo actor Gerard Butler para um programa de televisão que está a ser feito no contexto dos dias da cerimónia.

 

Hoje o trio actua no Oslo Spektrum Arena, um espaço para sete mil pessoas, como convidados do concerto do Prémio Nobel da Paz, num evento que será apresentado por Parker e Butler. Um dos temas a tocar pelo trio terá o acompanhamento da Orquestra de Oslo. Ao lado dos portugueses, na mesma ocasião, irão actuar os cantores Seal, Jennifer Hudson e Kylie Minogue. O concerto terá transmissão televisiva em cem países.

 

Recorde-se que no próximo dia 20 os OqueStrada festejarão dez anos de actividade com um concerto no São Luiz, em Lisboa.

 

Retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 21:24 | link do post | comentar

Segunda-feira, 10.12.12

 

 

letra

 

Eu ando atrás de mim
Por onde passaste tu que me deixaste cá dentro? 
Cá dentro, cá dentro, cá dentro

Eu ando atrás de mim
Por onde passaste tu que me deixaste cá dentro? 
Cá dentro, cá dentro, cá dentro

O que é que foi? O que é que tens? O que que se passa?
O que é que te dói
O que que foi? o que é que tens? O que que se passa? O
que é que te dói?
O que é que te dói?




publicado por olhar para o mundo às 14:42 | link do post | comentar

 

 

letra

 

Em ti há qualquer coisa que me anima,
Em ti há qualquer coisa que me transcende,
Que me queima as palavras, que não rima,
Em ti há qualquer coisa que me prende,
Que me queima as palavras, que não rima
Em ti há qualquer coisa que me prende!

É qualquer coisa imensa que vem de cima
E desce sobre mim, quase me ofende
Meus sentidos domina e desanima
Mas a minha vontade não se rende
Meus sentidos domina e desanima
Mas a minha vontade não se rende

A vontade é de ferro no meu peito
Mais feroz que a ânsia da saudade
Mais pura do que o olhar com que te enfeito
Mais pura do que a força da verdade, é
Mais pura do que o olhar com que te enfeito
Mais pura do que a força da verdade!

E se a minha vontade me seduz
É maior do que o orgulho e que a verdade
Só ela é que me acalma e te reduz
Só ela me transporta à realidade
Só ela é que me acalma e te reduz
Só ela me transporta à realidade



publicado por olhar para o mundo às 11:28 | link do post | comentar

 
letra
Creo que te amo
cariño 
xuxu denguinho xuxu denguinho

Creo que adoro tus pies tus unhas
tus dientes


mañana no tengo pachorra pra ti
mas hoy 
Creo que te amo (hoy)



publicado por olhar para o mundo às 08:38 | link do post | comentar

OqueStrada tocam para Nobel da Paz

«Esta é a prova dos ecos que deixámos na Europa.» Foi assim que Miranda, vocalista dos OqueStrada, explicou o convite que a banda de Almada recebeu para a cerimónia da entrega do Prémio Nobel da Paz, que se realiza em Oslo (Noruega), esta segunda-feira.

O grupo, segundo o Correio da Manhã, irá assistir à entrega do prémio e, logo no dia seguinte, actua num concerto dedicado ao galardão. Os portugueses irão juntar-se a nomes sonantes da música, como Seal, Ne-Yo e Jennifer Hudson.


«Estivemos três anos a tocar pela Europa e acho que essa é uma das razões pelas quais fomos convidados. No meio deste continente, há muitas vozes que se cruzam», explicou a cantora Miranda ao jornal.

 

A vocalista diz que os OqueStrada estão muito contentes por serem os primeiros portugueses a tocarem nesta cerimónia e principalmente por poderem abrir portas a compatriotas. «É importante ouvir vozes nacionais que não as dos políticos», afirmou.

 

Miranda admite que está «um bocadinho nervosa» com a actuação. «Estamos habituados a contar apenas uns com os outros. Agora vamos ser acompanhados pela Orquestra Filarmónica de Oslo. Será algo muito diferente», confidenciou a artista.

 

Quanto ao facto de ser a União Europeia a receber o troféu, a cantora preferiu não dar opinião sobre a justiça do Nobel da Paz, preferindo elogiar o nosso continente. «Podemos ver a questão de vários ângulos. A Europa é um farol de referências humanitárias, de pensadores, de grandes figuras. Sou apaixonada por uma certa Europa, aquela que tem muito para dar, mas tem de haver gente que queira apostar nela», referiu.

 

Noticia do Diario Digital



publicado por olhar para o mundo às 08:34 | link do post | comentar

Sábado, 20.10.12

Dez anos de estrada dos OqueStrada celebrados com um álbum-concerto

A banda de Almada comemora dez anos de palco no São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa, no dia 20 de dezembro, com um concerto-álbum de memórias, para "(re)ver antigos amores d’strada e batizar novas cantigas que estão a chegar", adianta.


Na noite de 20 de dezembro, a banda afirma que se irá fechar um ciclo e irão partilhar segredos guardados desde o primeiro espetáculo “TascasTour”, musical portátil, de 2002, até “TascaBeat o sonho português”, lançado em 2009.

 

Para 2013 pode estar na calha três novas cantigas, a ser reveladas no concerto no São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa.

 

Os OqueStrada nasceram em 2001 e deram o primeiro concerto oficial na primavera de 2002. Nos anos seguintes, esta orquestra de bairro, com origem na margem sul do Tejo, vadiou por Portugal e "orquestrou um novo paradigma na música que se fazia no país, ao espalhar, ano após ano, sementes para a criação de um inovador movimento acústico urbano", consideram.

 

Em 2009, lançam o primeiro registo de originais “TascaBeat o sonho português". Iniciaram, oficialmente, uma carreira internacional, conquistando um lugar no circuito musical europeu, com mais de 100 concertos em festivais de renome ao lado das novas e antigas estrelas da world e da pop music.

 

Pablo (contrabacia), João Lima (guitarra portuguesa) e Miranda (voz) formam os OqueStrada, "sempre rodeados de um refinado 'gang' de brilhantes e surpreendentes músicos vindos das mais variadas castas", referem. Marina Henriques e Nelson Almeida (acordeão), Moisés Fernandes (trompete) e os Fadistas de Garra vão marcar presença na celebração dos dez anos de d'strada.

 

O concerto no Teatro São Luiz, em Lisboa, faz parte da programação do Temps D´Images em 2012, iniciativa que, de acordo com o Teatro, pretende apresentar projetos artísticos que cruzam a imagem em movimento com a performance.

Noticia do Sapo Música


publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18.05.12

 

letra

 

Se esta rua, Se esta rua
Se esta rua fosse minha
Eu mandava-a, Eu mandava-a
Eu mandava-a ladrilhar

Com pedrinha de Rubi
Só Para o meu amor passar

Lá porque és feia tem calma
Nao te faltam seduções
Mais vale ser linda de alma
Do que linda de feições

Ai o amor, o amor
O amor é como a lua
Ora cresce
Ora mingua

Que bom ser pequenino
Ter pai ter mãe ter avós
Ter esperança no destino
E ter quem goste de nós

Ai é tao bom ser pequenino



publicado por olhar para o mundo às 17:01 | link do post | comentar

Terça-feira, 11.10.11

 

Concertos em plena viagem pelo Tejo, uma exposição fotográfica ou uma rádio pirata: estes são alguns dos mimos em honra do Farol de Cacilhas, que esteve fora de Almada durante 20 anos. Os Oquestrada explicaram como vai ser a festa que arranca esta sexta-feira.


"O trabalho dos Oquestrada existe há dez anos e sempre trabalhou sobre este lado periférico das grandes cidades, com muito enfoque no Tejo e nas suas duas margens", conta Marta Miranda a propósito da instalação sonora "A Voz do Farol – Sentinela do Tejo", que celebra o regresso do Farol de Cacilhas, recolocado em Almada 20 anos depois de ter estado a substituir o Farol da Serreta, nos Açores.

 

 

Dia 7 de outubro, a Cavalinho, mini filarmónica dos Oquestrada, dá concertos no barco que faz o percurso entre o Cais do Sodré e Cacilhas, ao fim da tarde. Para não acabar logo a festa, a sala de espera da estação de Cacilhas vai ter, até dia 14, uma rádio pirata com seleção musical dos Oquestrada e a emissão diária do programa "Sentinela do Tejo", além de uma exposição de fotografias do farol. E o próprio farol, que assinala 125 anos, terá também uma banda sonora especial durante estes dias.

 

"Como Cacilhas é um sítio de passagem, houve pouca gente a dar pelo regresso do farol. Por isso este evento, em colaboração com a Câmara Municipal de Almada, foi a oportunidade ideal para dar voz ao farol. Até porque, neste momento, o farol é um símbolo que nos parece essencial para Portugal. É uma estrela-guia e nós precisamos de estrelas-guia neste momento, quando as coisas estão a patinar e andamos aqui um bocado sem norte e sem sul", salienta a vocalista dos Oquestrada.

 

Quem quiser juntar-se à festa esta sexta-feira só tem de apanhar o ferry em Cacilhas às 18 ou às 19h ou no Cais do Sodré às 18h33 ou às 19h33. Caso não possa, os Oquestrada prometem continuar a dar-nos música enquanto o barco não parte durante mais uns dias.

 

Via SAPO Música



publicado por olhar para o mundo às 08:43 | link do post | comentar

Sexta-feira, 11.03.11

 

 

Letra

 

Se esta rua, Se esta rua
Se esta rua fosse minha
Eu mandava-a, Eu mandava-a
Eu mandava-a ladrilhar

Com pedrinha de Rubi
Só Para o meu amor passar

Lá porque és feia tem calma
Nao te faltam seduções
Mais vale ser linda de alma
Do que linda de feições

Ai o amor, o amor
O amor é como a lua
Ora cresce
Ora mingua

Que bom ser pequenino
Ter pai ter mãe ter avós
Ter esperança no destino
E ter quem goste de nós

Ai é tao bom ser pequenino

 



publicado por olhar para o mundo às 16:45 | link do post | comentar

Quinta-feira, 03.03.11

 

 

Letra

 

Tenho dores fechadas em caixinhas
Contra mim, contra ti, contra lá,
Contra os dias que passam, a meu lado

Tenho dores fechadas em caixinhas, contra aqui, contra ali, contra cá
Que me dizem, estou aqui, estamos lá

Ah diz-me la, diz me aqui
Oxalá, oxalá te veja a meu lado ao pé de mim 

Tenho dores fechadas em caixinhas
Contra mim, contra ti, contra lá,
Contra os dias que passam, a meu lado

Tenho dores fechadas em caixinhas, 
contra aqui, contra ali, contra cá
Mas que me dizem, estou aqui, estamos lá

Ah diz-me la, diz me aqui
Oxalá, oxalá te veja a meu lado ao pé de mim, ao pé de mim
Ah oxalá te veja ao meu lado
Oxalá te veja bem aqui
Ai oxalá te veja a meu lado
ao pé de mim, ao pé de mim.


Glória à Hermínia ao marceneiro e tais fadistas
Glória à ginjinha ao medronho e à revista,Glória 
à Hermínia, Glória 
à Hermínia ao marceneiro e tais fadistas, 
à ginjinha ao medronho e à revista

Contra mim, contra ti, contra lá
Contra aqui, contra ali, contra cá
Contra mim, contra ti, contra lá,
Contra mim, contra ti, contra lá

 



publicado por olhar para o mundo às 14:06 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

OqueStrada SWEET OLD COUN...

OqueStrada incluem tema i...

"Parei na Madrugada" - An...

OqueStrada - "O Teu Murmú...

Oquestrada regressam às e...

Oquestrada - Eu e o meu p...

Oquestrada - Agarrem-me

Os dias de sonho dos Oque...

oquestrada - kekfoi

OqueStrada - Qualquer coi...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds