Sexta-feira, 17.02.17

 

Letra

 

Música e Letra : O Martim


Com olhos desse tamanho
Eu mergulho no castanho
E afogo no verde sem querer
Tens um sorriso sincero
Que é vivido e sabido
E é malandro sem o ser

Deixas o tempo ao deitar
Do mundo sabes descansar

Fazes isso tão bem
Deixas-me ser e crescer também
Fazes isso tão bem
E eu não quero saber de mais ninguém

Cada vez que te vejo
Eu derreto em desejo
Não consigo esconder
A mesa já está vazia
E nada mais me sacia
A fome de te morder

E tu deixas-me andar
Começo e já não sei parar

Fazes isso tão bem
Deixas-me ser e crescer também
Fazes isso tão bem
E eu não saber de mais ninguém
Fazes isso tão bem
Nem dou pelo tempo, contigo ele passa e eu nem sei bem
Fazes isso tão bem
E eu não quero saber de mais ninguém
Eu não quero saber de mais ninguém...

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 21.09.16

 

Letra

 

Música e letra : O Martim

 

 

Não encontrei a letra desta música 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 28.03.16

 

Letra

 

em vida de casal
o mundo só me queria a mim
propostas de homens e senhoras
às quais eu nunca disse sim

era censurado
o que as pesssoas me queriam fazer
fantasias complicadas
que eu nunca cheguei a conhecer

e agora que o tempo me deixou desocupado
parece que a multidão foi passear para outro lado

agora que eu tenho horas pra gastar
agora que eu tenho horta para plantar
tenho flores, mas não tenho a quem dar

passava dias a evitar
olhares da menina do café
deixei de ser marido
ela já não quer fazer cafuné

no restaurante eu era
a especialidade principal
mas passei de bife do lombo
a ser arroz empapado e sem sal

em hora de jogo eu era torre, cavalo e rei
sem rainha desci pra peão e nem por bispo passei

agora que eu tenho horas pra gastar
agora que eu tenho pernas para andar
já não tenho sapatos pra calçar

agora que eu tenho horas pra gastar
eu que gosto tanto de cozinhar
não tenho a quem fazer jantar

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Sábado, 26.03.16

 

Letra

 

quero parar e sentar-me no chão
quero sentir o calor da tua mão
quero mexer-te sem te tocar
quero-te ver e não ter que olhar

quero dançar sem contar pulsação
quero cantar sem ouvir afinação
eu quero ser sem ter que aqui estar
quero fazer e não ter que inventar

vontade é o que eu sinto
não quero ser segredo
eu quero ser instinto
eu já não sei do medo

quando paramos de pensar
há um sítio para onde vamos
é aí que eu quero estar
quando paramos de pensar

quero partir sem saber o lugar
quero fugir sem saber se vou voltar
quero encontrar sem ter indicação
quero entender sem ter explicação

quero-te ouvir sem ter que escutar
quero dizer-te sem ter que falar
quero saltar sem ter um colchão
quero voar sem tirar os pés do chão

vontade é o que eu sinto
não quero ser segredo
eu quero ser instinto
eu já não sei do medo

quando paramos de pensar
há um sítio para onde vamos
é aí que eu quero estar
quando paramos de pensar

deixa que te mostre um mundo teu
deixa que te leve onde não há "eu"
deixa-me roubar-te a preocupação
deixa-me trazer-te solução

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 25.03.16

omartim.jpg

 

O Martim lança Novo Single: "Quando Paramos de Pensar"

 

"Quando Paramos de Pensar" marca o início de uma nova era d´O Martim.


Desde o velhinho "Em banho Maria" que os passeios pelo Cais do Sodré que acabavam em Lux eram a principal fonte de inspiração. Mas a narração do exagero e da decadência nocturna e humana são assuntos que estão gastos. São assuntos do passado. 


Agora o ar abafado do underground dá lugar à luz do dia, os afters dão lugar aos passeios no jardim, e o desamor dá finalmente lugar ao amor verdadeiro. Como é que todas estas mudanças se refletem nas canções? 


É por as colunas bem alto e ouvir! E dançar com a produção super-sónica do produtor mais sexy de Lisboa, Fred Campos Costa a.k.a. Cut Slack.
 

 

       

Música e Letra de O Martim
Produzido por Fred Campos Costa a.k.a Cut Slack
Com participação especial de Zé Maria Gonçalves Pereira no sax
Masterizado por Miguel Pinheiro Marques no SDB Mastering Studio
Editado por Azáfama! Produções Artísticas
Fotografia de capa por Arlindo Camacho
Agradecimentos especiais Guarda Roupa e Make up: Ana Varela, Joyce Doret & Rita, Marta Gil

Site Oficial: www.omartim.com



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Sábado, 25.07.15

 

Letra

 

de 5 em 7 dias muda o tamanho dos teus pés
no sabado ainda sabia mas é segunda eu já não sei quem és
pra ti as vezes a cama é grande e outras vezes nem cabes lá
um dia gostas de brincar na cozinha e outro dia é no sofá

ó tu que gostas tanto das minhas pestanas
porque é que o teu cheiro é tão diferente todas as semanas?

escolher o prato errado, no teu nome não acertar
mudas de 5 em 7 dias não te zangues se eu me enganar
o numero das tuas fobias aumenta de volume
em dias eras peixe, tu agora és um cardume

eu já perdi a conta a todos os teus perfumes
passam os dias e tu não tens os mesmos costumes
o numero das tuas fobias aumenta de volume
em dias eras peixe, tu agora és um cardume

tu não vais voltar
de 5 em 7 dias tu vais mudar
tu não vais querer ser
de 5 em 7 dias vais desaparecer

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 24.07.15

 

Letra

 

ele quer provar ser o que não é
em qualquer batalha ele é o único a sair de pé
faz de tudo pra não passar indiferente
não interessa o tópico, ele é utópico e melhor que toda a gente

dá ar de trabalhador, esconde a verdadeira herança
quando fala com as amigas guarda na algibeira a aliança
desaperta a gravata que tanto lhe aperta o pescoço
e alimenta o fraco ego na casa de banho com o saquinho que traz no bolso

tão bom que ele podia ser, mas tudo o que lhe dá prazer
é cheirar às escondidas e comer porcas sem a sua mulher ver

diz que é um campeão
em tudo o que se pode ser
mas em casa faz amor com a mão
sem a sua mulher ver

diz que é um campeão
que come a sopa sem colher
em casa faz amor com a sua mão
sem deixar a mulher ver

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 16.07.15

 

 

Letra

 

não há forma para dizer
o que não se quer entender
estar a par da resolução
mas o feito não se faz do pé pra mão

selectiva a memória se é para por o pé no chão
certezas que se escondem para tomar a decisão
negar o que é evidente e o não querer acreditar
parar é tão dificil quando é fácil começar

vai ter de ser...

procurar por culpa em alguém
é desculpa para não querer fazer
construir desabituação
é coisa que não faz bem ao coração

fazer da indepência o ciclo da nova missão
aprender coerência perda e a aceitação
é pânico se de repente há horas para gastar
o largar será sempre mais dificil que o agarrar

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 10.06.15

 

 

Letra

 

em vida de casal
o mundo só me queria a mim
propostas de homens e senhoras
às quais eu nunca disse sim

era censurado
o que as pesssoas me queriam fazer
fantasias complicadas
que eu nunca cheguei a conhecer

e agora que o tempo me deixou desocupado
parece que a multidão foi passear para outro lado

agora que eu tenho horas pra gastar
agora que eu tenho horta para plantar
tenho flores, mas não tenho a quem dar

passava dias a evitar
olhares da menina do café
deixei de ser marido
ela já não quer fazer cafuné

no restaurante eu era
a especialidade principal
mas passei de bife do lombo
a ser arroz empapado e sem sal

em hora de jogo eu era torre, cavalo e rei
sem rainha desci pra peão e nem por bispo passei

agora que eu tenho horas pra gastar
agora que eu tenho pernas para andar
já não tenho sapatos pra calçar

agora que eu tenho horas pra gastar
eu que gosto tanto de cozinhar
não tenho a quem fazer jantar

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 24.04.15

 

Letra

 

enquanto esperava fui-me alimentando
enquanto esperava fui fazendo e trabalhando
enquanto esperava esqueci-me porque é que o fazia
enquanto esperava do nada nasceu outro dia

será que era suposto não fazer?
não cheguei a perceber
será que era suposto eu deixar ser?
não cheguei a perceber

agora durmo tão bem...

já nem me lembro o que é que era
se foi outono ou primavera
já nem me lembro o que é que era
se foi outono ou primavera

enquanto esperava fui deixando acontecer
enquanto esperava plantei semente pra ver
enquanto esperava colhi o fruto que plantei
enquanto esperava fui posto à venda e não cobrei

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 23.04.15

 

Letra

 

vuoi trovare il pelo nel uovo
in quel casino di pollaio
sempre che vado, torno e ti ritrovo
immerso nello stesso guaio
l ´aspirapolvere non ti vá a fare il café
se la macchina non há motore, meglio andare a piedi
lavati le mani, lavati le mani
perdi addesso perdi oggi, per vincere domani
giovane ti stressi i cavalli
mentre le tue amiche preferite
inquanto ti fai seghe mentali
si bevano delle margherite

 

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Sábado, 18.04.15

 

 

Letra

 

Toda a gente critica o telemóvel do vizinho
Mas no fundo toda a gente queria ter um igualzinho
Toda a gente grita: todos diferentes todos iguais!
Mas se calhar há uns quantos bacanos a mais
Toda a gente quer ser solidária
Mas na hora da verdade toda a gente desaparece da área
Toda a gente quer ser muito moderna
Mas a tacanhez essa há-de ser eterna
Toda a gente quer fazer algo de original
Acabando por copiar aquilo que acham original
Toda a gente repara que acabo duas frases da mesma maneira
(se for esse o caso toda a gente caiu na ratoeira)
Apenas quero confirmar se estou a receber a devida atenção
Da parte de toda a gente que ouve essa canção
Toda a gente precisa de parar e relaxar um bocado
E eu, como toda a gente, já 'tou stressado

Refrão:
Pego no microfone e faço disso o meu talento
Por fora, por dentro, mostrando o meu rebento
Superficial, composto, directo e indirecto
Tá-se cool e tá-se bem
Entrega-te ao meu som é agora o que convém
(2x)Toda a gente critica
Toda a gente tem muita pica,
Mas é na mesa do café que toda a acção fica,
Não há dinheiro que pague este sozinho…
Manda mas é vir mais um cafézinho

Toda a gente até compra camisa
Mas dessa treta ao fim ao cabo já ninguém precisa
Toda a gente fala da situação em Timor
Muitos para ganharem algo, e muito poucos por amor
Há quem costume falar de revolução
Mas a revolução não vai ser transmitida na televisão
Ela tem que acontecer dentro de cada um
Caso contrário nunca chegaremos a lugar algum
Há quem queira resolver os problemas do mundo inteiro
De uma só vez, confiante, tal e qual um bom escuteiro
Mas enquanto se perseguem tão nobres ideais
Esquecemo-nos de limpar os nossos quintais
Tentamos combater todos os males da terra
Quando afinal é na nossa casa que começa a guerra
Toda a gente devia parar de falar olhar para dentro e agir
Virgul - dá-lhe a seguir

Refrão

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Domingo, 22.03.15

omartim.png

 

 
JAMMIN | Torres Vedras
 
A TRANSFORMA - Associação Cultural - apresenta o JAMMIN, desta vez em parceria com a AZAFÁMA! PRODUÇÕES. 
Após o sucesso dos vários espetáculos inseridos no Jammin e no Summer Jammin, a Transforma volta a receber os mais conceituados artistas da atualidade na CAIXA, situada na Praça do Município - Torres Vedras.
 
O MARTIM (PT)
"O Martim" nasce como confessionário-pop de Martim Torres, que munido com um computador portátil, uma caixa de ritmos, vários instrumentos e voz malandra, grava no seu estúdio caseiro as canções que aqui e ali vai escrevendo.
A realidade que "O Martim" toca e canta situa-se num eixo marginal entre Belém e a discoteca Lux de Santa Apolónia, fazendo escala no Cais Do Sodré durante largas horas. Canta-se a rua, o quarto, a casa de banho, o clube, a casa de banho do clube...Canta-se um lugar mas também um tempo, uma personagem, um Martim que se propõe a ser muitos ao mesmo tempo.
Com pés firmados no que já nos deu a Música Portuguesa (sem esquecer os habituais traços anglófonos da pop e do rock e o aceno cúmplice à ginga brasileira) "O Martim" depara-se agora com o desafio de desbravar território novo nos meandros a que se propõe, não faltando para já contagiantes singles, videoclips engenhosos e acima de tudo, vontade de mostrar o que se sabe e quer dizer.
 
GOLDEN SLUMBERS (PT)
Golden Slumbers é um duo composto pelas irmãs Cat e Margarida Falcão. Inspirado pelo country e o folk anglo-saxónico, assente em harmonias vocais e nascido no seio de uma cultura Do It Yourself (DIY), este projecto viu a luz em 2013, quando as irmãs começaram a compor temas regularmente.
Em finais do mesmo ano, com as composições feitas, decidiram começar a gravar o seu primeiro EP, «I Found The Key». Gravado por Luís Monteiro, no eixo entre o Cais do Sodré e Alcântara, e misturado e masterizado por José Arantes, em Londres, este primeiro registo discográfico foi lançado no verão de 2014 - coincidindo com a inclusão do primeiro "single", «My Love Is Drunk», na colectânea Novos Talentos FNAC '14.
Com um pé em Lisboa e outro em Londres, onde metade do duo se encontra, as Golden Slumbers passarão os próximos meses a apresentar este primeiro EP ao vivo - algumas vezes em duo (vozes e guitarras), outras em regime de banda completa (juntando-se o baixo e a bateria).
O primeiro disco de longa duração será lançado no outono de 2015.
 
28 MAR | O MARTIM + GOLDEN SLUMBERS 
Local: Transforma.CAIXA, Praça Município, 8 – Torres Vedras
Horário: 22h
Abertura portas: 21h30
Bilhetes: 4€ - disponíveis no local, no próprio dia
 
www.facebook.com/omartim
www.facebook.com/goldenslumbersband


publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

Domingo, 08.03.15

transforma.jpg

 
JAMMIN | Torres Vedras
 
A TRANSFORMA - Associação Cultural - apresenta o JAMMIN, desta vez em parceria com a AZAFÁMA! PRODUÇÕES. 
 
Após o sucesso dos vários espetáculos inseridos no Jammin e no Summer Jammin, a Transforma volta a receber os mais conceituados artistas da atualidade na CAIXA, situada na Praça do Município - Torres Vedras.
 
O MARTIM (PT)
 
"O Martim" nasce como confessionário-pop de Martim Torres, que munido com um computador portátil, uma caixa de ritmos, vários instrumentos e voz malandra, grava no seu estúdio caseiro as canções que aqui e ali vai escrevendo.
 
A realidade que "O Martim" toca e canta situa-se num eixo marginal entre Belém e a discoteca Lux de Santa Apolónia, fazendo escala no Cais Do Sodré durante largas horas. Canta-se a rua, o quarto, a casa de banho, o clube, a casa de banho do clube...Canta-se um lugar mas também um tempo, uma personagem, um Martim que se propõe a ser muitos ao mesmo tempo.
 
Com pés firmados no que já nos deu a Música Portuguesa (sem esquecer os habituais traços anglófonos da pop e do rock e o aceno cúmplice à ginga brasileira) "O Martim" depara-se agora com o desafio de desbravar território novo nos meandros a que se propõe, não faltando para já contagiantes singles, videoclips engenhosos e acima de tudo, vontade de mostrar o que se sabe e quer dizer.
 
GOLDEN SLUMBERS (PT)
 
Golden Slumbers é um duo composto pelas irmãs Cat e Margarida Falcão. Inspirado pelo country e o folk anglo-saxónico, assente em harmonias vocais e nascido no seio de uma cultura Do It Yourself (DIY), este projeto viu a luz em 2013, quando as irmãs começaram a compor temas regularmente.
 
Em finais do mesmo ano, com as composições feitas, decidiram começar a gravar o seu primeiro EP, «I Found The Key». Gravado por Luís Monteiro, no eixo entre o Cais do Sodré e Alcântara, e misturado e masterizado por José Arantes, em Londres, este primeiro registo discográfico foi lançado no verão de 2014 - coincidindo com a inclusão do primeiro "single", «My Love Is Drunk», na coletânea Novos Talentos FNAC '14.
 
Com um pé em Lisboa e outro em Londres, onde metade do duo se encontra, as Golden Slumbers passarão os próximos meses a apresentar este primeiro EP ao vivo - algumas vezes em duo (vozes e guitarras), outras em regime de banda completa (juntando-se o baixo e a bateria).
 
O primeiro disco de longa duração será lançado no outono de 2015.
 
28 MAR | O MARTIM + GOLDEN SLUMBERS 
Local: Transforma.CAIXA, Praça Município, 8 – Torres Vedras
Horário: 22h
Abertura portas: 21h30
Bilhetes: 4€ - disponíveis no local, no próprio dia
 
www.facebook.com/omartim
www.facebook.com/goldenslumbersband
 
Mais Informações: www.transforma.org.pt | info@transforma.org.pt


publicado por olhar para o mundo às 20:54 | link do post | comentar

Quinta-feira, 04.12.14

 

Letra

 

Os olhos dela ensinam estrelas a brilhar
Vai doer
Os braços dela ensinam ondas a quebrar
Vai doer, vai doer, mas depois vai passar, rosa
Vai você que eu não tardo em chegar, rosa

Os olhos dela ensinam ondas a quebrar
Vai doer
Os braços dela ensinam estrelas a brilhar
Vai doer, vai doer, mas depois vai passar, rosa
Vai você que eu não tardo em chegar, rosa

 



publicado por olhar para o mundo às 10:38 | link do post | comentar

Quinta-feira, 30.10.14

 

 

Letra

 

quebro a ponta do lápis quando o telefone começa a tocar
labuta está interrompida, e eu estava mesmo a adivinhar
a mensagem de imagem promove a desconcentração
a vontade até que era boa, mas isso não perdoa a intenção

e esse assento não ajuda a produção

tem que haver sempre um rabo de saia qualquer
para não deixar acontecer
tem que haver sempre um rabo de saia qualquer
razão da distração só pode ser mulher

deixas que seja o convite a rasgar a folha de papel
e o mal que já está feito, é tinta onde não há pincel
evades o ofício, sem dizer nada ao patrão
a vontade até que era boa, mas isso não perdoa a intenção

e esse assento não ajuda a produção

tem que haver sempre um rabo de saia qualquer
para não deixar acontecer
tem que haver sempre um rabo de saia qualquer
razão da distração só pode ser mulher

lava-se a vergonha em chuveiro por água,
enquanto da camisa se aperta o botão
por trás da cara lavada à luz do dia,
fica a cama desfeita de colchão
e hora que passou de repente,
deixou pernas de cueca na mão
a vontade até que era boa,
mas isso não perdoa a intenção

tem que haver sempre um rabo de saia qualquer
para não deixar acontecer
tem que haver sempre um rabo de saia qualquer
razão da distração só pode ser mulher
só pode ser mulher



publicado por olhar para o mundo às 10:27 | link do post | comentar

 

Letra

 

sabes que não é crime ir para casa antes das 3
não tens que beber os copos todos de uma vez

faz o que tens a fazer,
faz tu que eu hoje não vou querer
hoje eu não nasci só para morrer

a desculpa que agora usas é a mesma que usaste da ultima vez
aprendes a lição todos os dias, mas dás-te ao erro outra e outra vez

faz o que tens a fazer,
faz tu que eu hoje não vou querer
agora é tudo tão lindo
mas quando chegar o amanhecer
nem o teu amigo espelho te vai querer ver

faz o que quiseres fazer
por mim podes fazê-lo até morrer
um mês a juntar dinheiro
pra dar tudo ao cozinheiro
que é teu amigo mas de ti não quer saber

 



publicado por olhar para o mundo às 08:01 | link do post | comentar

Sexta-feira, 09.05.14

 

 

Letra

 

 

Abusaste no batôn puseste cueca leopardo 

Metes calcinha tão rota marota no pulso tens casio dourado 

Casa de banho da discoteca a fazer ar sofisticado 

A trocar beijos por sacos com o dealer nas costas do teu namorado 

Argumentas que és muito intensa 

Explicas de cara cheia e pretensa 

Ouvir-te é crime que não compensa 

Mais falas mais a estupidez adensa 

Tu és intensamente, és intensamente 

És intensamente estúpida 

Centro da pista és a sensação do dancefloor 

É só roçar, nem queres saber do mau saltas logo pró pior 

Tu mostras aquilo que tens e dás aquilo que se vê 

Favor de corpo escanzelado por uma dedada de md 

Argumentas que és muito intensa 

Explicas de cara cheia e pretensa 

Ouvir-te é crime que não compensa 

Mais falas mais a estupidez adensa 

Tu és intensamente, és intensamente 

És intensamente estúpida 

estupida intensamente, 

parva absolutamente 

saco escondido no top, 

é cenário deprimente 

contente por ser decadente 

coito com toda a gente 

vai bom, mau e vilão 

varre tudo é sempre em frente 

Tu és intensamente, és intensamente 

És intensamente estúpida 

Tu és intensamente, és intensamente 

És intensamente estúpida 

Tu és intensamente, és intensamente 

És intensamente estúpida

credits

released 07 May 2014 
Gravado e produzido pelo Martim no seu estúdio caseiro. 
Bateria acústica e co-produção pelo mestre David Pires



publicado por olhar para o mundo às 08:37 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

O Martim - Fazes Isso Tão...

O Martim - Zona de Confo...

O Martim - Horas para Gas...

O Martim - Quando Paramos...

O Martim lança Novo Singl...

O Martim - De 5 em 7 dias

O Martim - O Campeão

O Martim - Vai ter de ser

O Martim - Horas para Gas...

O Martim - Enquanto Esper...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds