Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  letra   Vem cá dá-me o teu mundo outra vez, lembra te daquilo que eu te dou e tu não vez, Quando... não estas... quando nao estas Eu não consigo perceber por favor diz me a mim; Mudaste tanto desde o dia em que eu te conheci; Parece fácil esquecer mas só eu sei a dor; Sinto falta do teu abraço, desse teu calor; Custa me muito continuar sem pedir; Um beijo de bom dia e a vontade de sorrir; Sair p'ra rua e gritar que só te amo a ti; Ver-te na minha cama toda nua e sentir; (...)
Letra Tento saber como é que vai ser, se posso viver sem ti Tento fugir mas eu só penso, na hora em que estás aqui Tu nunca vens e quando apareces, finges que não há nada Deixas-me só sempre a pensar, que chegamos ao fim da estrada Pode parecer que sou livre, mas eu estou preso a ti Às vezes disfarço e não consigo Mas eu só penso na hora em que estás aqui Ligas para mim, eu vou até ai, depois dizes que não podes Prometo que não te quero ver mais, até que tu não me largues N (...)
Letra (Vem cá dá-me o teu mundo outra vez, lembra te daquilo que eu te dou e tu não vez, Quando... não estas... quando nao estas Eu não consigo perceber por favor diz me a mim; Mudaste tanto desde o dia em que eu te conheci; Parece fácil esquecer mas só eu sei a dor; Sinto falta do teu abraço, desse teu calor; Custa me muito continuar sem pedir; Um beijo de bom dia e a vontade de sorrir; Sair p'ra rua e gritar que só te amo a ti; Ver-te na minha cama toda nua e sentir; Falar (...)
Letra Nnca vens e quando apareces, finges que não há nada Deixas-me só sempre a pensar, que chegamos ao fim da estrada Pode parecer que sou livre, mas eu sou preso a ti Às vezes disfarço e não consigo Mas eu só penso na hora em que estás aqui Ligas para mim, eu vou até ai, depois dizes que não podes Prometo que não te quero ver mais, até que tu não me largues Não vejo ninguém vou por ai, deixo passar as horas Chamo-te nomes grito contigo, e tu dizes que me adoras Pode (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email