Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

26 Out, 2017

Noiserv - "DEZOITO"

  Letra   Porque não rir de pé, no fim E ver, já sem pé, só assim. Se por querer um pouco mais Vozes a cantar para mim. Se por ter um pouco mais, Medo de chegar ao fim. Porque não ver de pé o fim Perder, já em pé, só assim. Por morrer um pouco mais, Lento a contar do fim. Só para ter um pouco mais Tempo sem olhar para mim.   Não encontrei os créditos desta música  
  Letra   Não canto porque sonho.  Canto porque és real.  Canto o teu olhar maduro,  teu sorriso puro,  a tua graça animal.  Canto porque sou homem.  Se não cantasse seria  mesmo bicho sadio  embriagado na alegria  da tua vinha sem vinho.  Canto porque o amor apetece.  Porque o feno amadurece  nos teus braços deslumbrados.  Porque o meu corpo estremece  ao vê-los nus e suados.  
  Letra   Há um tempo atrás Há um mundo atrás A correr por cá A puxar pra cá   Há medo em nós Uma conversa só a viver demais por não ter onde parar   Há um toque em troca de mim Uma voz em prosa no fim Onde parar Por não ter mais onde parar   Há um toque em troca de mim Uma voz em prosa no fim Onde parar Por não ter mais onde parar  
  Letra   Abri a janela, vozes a gritar Quero acordar alguém Ter a memória a correr atrás de mim O mundo ainda não parou Olhar para trás, sem medo de morrer Não perder o que quero lembrar Deixar cair para onde vais Coisas simples e reais   Não encontrei os créditos desta música  
    Letra   Take me so About your death And take your time In the back of your mind On the back of your side Come get down Come get down Come get down Take me up On the back of your life At the end of your time And You can't stand, right? And You go and stop All the days spent on darkness All the days spent on darkness All the days spent on darkness All the days spent on darkness  
  Letra   It’s when you walk in, It’s when you beat my ghosts That something surprises and you’re feeling down And it’s when you talk with, With a friend so sad That seven eighty nine fears going down When you’re walking down the road with saddest signs, There’re no green lights and only stars and no one to drive me home, Alone I can’t say goodbye I was feeling doubts and so who am I, I woke up and no supplies And there’s something inside my head alone I can’t (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email