Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

   MÚSICA 01 JUL | 21:30H |10€ Classificação Etária M6 O seu primeiro álbum "Tempo Ganho" foi editado em 2011. Em 2013 lança " Até que o mar se acalme" um romance musical que se pode ouvir e ler, um disco com um livro que o complementa. " O dia em que o mar voltou" é o seu mais recente trabalho. A música de novo se encontra com a escrita por uns caminhos de uma pop progressiva com espaço para blues e fado. Um espetáculo dinâmico onde as muitas histórias despertam a (...)
  Letra   AS ASAS COM QUE VOAVAS (Letra e Música: Miguel Gizzas)     Chorus Intro: Lembro em cada passo A crença de um abraço, a crença de um abraço Viagens ao meu lado Que agora são passado, que agora são passado   Estou louco por ti. Porquê? Nem sei Perdido me vi na pele que te dei   (É amor) Que me dá quando me deito (É amor) uma dor maior que o peito (É amor) Cravei no corpo a vida (Amor) que fugiu de seguida (Amor) Sem ti que sentido é que faz?   Não vás por aí, sem chão e sem fim
  Miguel Gizzas formou-se em Economia pela Universidade Nova de Lisboa em 1993, completando o MBA e a tese de mestrado em 2004 na Universidade Católica Portuguesa. Foi depois docente na licenciatura de Gestão desta última universidade. Gestor Comercial desde 1994, passou por diversas empresas multinacionais de grande consumo até estabelecer as (...)
    letra     Encontrei-te ao acaso na luz escura da lua Num momento audaz e meio etilizado Convidei-te pra um copo num canto da rua Aceitas-te num tom despreocupado.   Liguei-te a seguir, fizeste-te dificil Mostrando o ascendente que sempre defendias Contornei a resposta, marquei-te uma hora Provaste a noite, quiseste os dias Rodeei as palavras com vinho perfumado E pratos seculares de geraçoes de apuro E luzes de intenções não muito definidas Num tom suave, quente e seguro
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email