Quinta-feira, 20.11.14

 

Letra

Podia haver uma luz em cada mesa
E uma família em cada casa
Jesus em Dezembro, aqui na Terra
Podia ser Natal e não ser farsa.

A história certa é
Natal de porta aberta
A ceia servida é a vida
Do Criador

Podia ser notícia o fim da Amargura
Que divide os homens por trás dos canhões
A fome e a miséria servem a loucura
Que forja profetas e divide as nações.

A história certa é
Natal de porta aberta
A ceia servida é a vida
Do Criador

Podia ser verdade o tom e o discurso
Desse velho actor falando aos fiéis
Mas nada se passa na noite do mundo
Máscaras de dor, pequenos papéis

A história certa é
Natal de porta aberta
A ceia servida é a vida
Do Criador

A história certa é
Natal de porta aberta
Podia ser Natal...

 

Letra e música: António Manuel Ribeiro
Intérpretes: António Manuel Ribeiro e Miguel Ângelo (1995)

Musica incluída no álbum "Sierra Maestra" de António Manuel Ribeiro.



publicado por olhar para o mundo às 23:21 | link do post | comentar

Domingo, 05.10.14

 

Letra

 

Faz de mim o que eu quiser
Ainda agora estive aí

Posso ser o teu farol
Acender ao fim da tarde
Quando a luz do Sol se vai

Pede este amor, anda lá
É teu em mim, pede-o já
Anda lá

Quando tudo for perdido
E o impossível exigido

Se estivermos lado a lado
Tudo será mais fácil
E a luz do Sol virá

Pede este amor, anda lá
É teu em mim, pede-o já
Pede este amor, anda lá
Anda lá
Anda lá

Pede este amor, anda lá
É teu em mim, pede-o já
Pede este amor, anda lá
Anda lá

Faz de mim o que eu quiser
Faz por mim o que eu disser
Pede este amor, anda lá
Anda lá
Anda lá
Anda lá...

 



publicado por olhar para o mundo às 17:10 | link do post | comentar

Segunda-feira, 19.05.14

 

 

Letra

 

Às vezes, sinto o vento, empurrarme para trás 
Às vezes, ouço a lua dizer que sou capaz 
ÀS vezes, perco a cabeça 
Tenho ou não razão? 
Tudo tem o momento, ofereces redenção 

Às vezes, sinto o sol, puxar-me para si 
Às vezes, ouço a noite dizer que desisti 
Às vezes, tenho a certeza e exijo atenção 
Tudo tem o momento, embala essa paixão 

Eu não preciso que me peças pra ficar 
Tenho certeza que é aqui o meu lugar 
Agora estou à espera, à espera para te amar 
Agora estou à espera, à espera para te amar 

As ruas tão desertas, a chuva já voltou 
Deixei a estrada aberta, o tempo que voou 
Há uma canção que diz tudo é pra todo sempre 
E eu, no meu momento, acredito piamente 

Eu não preciso que me peças pra ficar 
Tenho certeza que é aqui o meu lugar 
Agora estou à espera, à espera para te amar 
Agora estou à espera, à espera para te amar 
Agora estou à espera, à espera para te amar 
Agora estou à espera 

Eu não preciso que me peças pra ficar 
(Eu não preciso que me peças) 
Tenho certeza que é aqui o meu lugar



publicado por olhar para o mundo às 17:55 | link do post | comentar

Sábado, 17.08.13

 

Letra

 

Ground control to major Tom 
Ground control to major Tom 
Take your protein pills and put your helmet on 
(Ten) Ground control (Nine) to major Tom (Eight) 
(Seven, six) Commencing countdown (Five), engines on (Four) 
(Three, two) Check ignition (One) and may gods (Blastoff) love be with you 

This is ground control to major Tom, you've really made the grade 
And the papers want to know whose shirts you wear 
Now it's time to leave the capsule if you dare 

This is major Tom to ground control, I'm stepping through the door 
And I'm floating in a most peculiar way 
And the stars look very different today 
Here am I sitting in a tin can far above the world 
Planet Earth is blue and there's nothing I can do 

Though I'm past one hundred thousand miles, I'm feeling very still 
And I think my spaceship knows which way to go 
Tell my wife I love her very much, she knows 
Ground control to major Tom, your circuits dead, there's something wrong 
Can you hear me, major Tom? 
Can you hear me, major Tom? 
Can you hear me, major Tom? 
Can you... 
Here am I sitting in my tin can far above the Moon 
Planet Earth is blue and there's nothing I can do



publicado por olhar para o mundo às 08:35 | link do post | comentar

Domingo, 11.11.12

Miguel Ângelo faz-se à estrada com as canções de «Primeiro»

Já são conhecidas as primeiras datas da digressão de Miguel Ângelo, que leva na bagagem as canções do seu novo disco a solo "Primeiro". O pontapé de saída foi dado no Teatro Aberto, em Lisboa, no passado dia 30 de outubro.


As canções de "Primeiro" fazem-se à estrada, numa digressão de teatros e auditórios que dará a volta ao país para depois voltar a Lisboa a 3 de abril de 2013, exatamente um ano depois de a nova aposta musical de Miguel Ângelo ter sido lançada a nível nacional e na data de aniversário do artista português.

 

"Os espetáculos ao vivo são sempre celebrações, rituais que só se completam com a resposta do público", considera Miguel Ângelo, citado em comunicado enviado pela promotora.

 

A FNAC do Chiado, a 10 de novembro, é o primeiro palco que o músico vai pisar. Seguem-se o Casino da Figueira, a 23 de novembro, a Casa das Artes de Arcos de Valdevez, no dia 24 de novembro, a Fnac Norte Shopping, a 25 de novembro, e a Fnac Cascais, a 1 de dezembro.

 

Já em 2013, Miguel Ângelo vai cantar as músicas de "Primeiro" na Pax Júlia Teatro Municipal, em Beja, a 26 de janeiro. No mês seguinte, no dia 14, o músico cantará no Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria (para um especial dia dos namorados), e, a 23, no Centro Cultural de Ílhavo.

Noticia do Sapo Música


publicado por olhar para o mundo às 12:51 | link do post | comentar

Terça-feira, 15.05.12

 

letra

 

Viento Para Aterrizar

 La Frontera

 

Cuando sale el sol sobre la ciudad
Suelo caminar para regresar
Con los amigos y las calles
Que quedaron atrás
Y que no volverán

Me falta viento para aterrizar
Me sobra tiempo para olvidar
Menos tú,
Voy dejando todo atrás

 

Lá naquele beco já não há bilhar

agora é um bazar o nosso antigo bar

e a solidão mora nos cantos e nas velhas canções

eles que já não estão

 

Falta-me vento não posso aterrar

sobra-me  tempo para olvidar

menos tu

vou deixando tudo atrás

 

Falta-me vento não posso aterrar

sobra-me  tempo para olvidar

menos tu

vou deixando tudo atrás


Un día soñé que podía volar,
Outro que caía ao despertar

Vou deixando tudo atrás

Falta-me vento não posso aterrar

sobra-me  tempo para olvidar

menos tu

vou deixando tudo atrás

 

Falta-me vento não posso aterrar

sobra-me  tempo para olvidar

menos tu

vou deixando tudo atrás



publicado por olhar para o mundo às 17:21 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

PODIA SER NATAL - António...

Miguel Ângelo - Anda Lá

Miguel Ângelo - Á Espera

Sem Palheta - Miguel Ânge...

Miguel Ângelo faz-se à es...

La Frontera Vs Miguel Âng...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds