Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  letra o eléctrico é o 18 até ao cais do sodré  eu nem quero saber se chove, o resto eu faço a pé  não tenho pressa de chegar, tenho pressa de não sair  hoje a noite é a minha casa, e eu não quero dormir  não quero dormir. não quero acordar  no cais do sodré, aonde o homem vai perder a fé  no cais do sodré, eu sou o último a ficar de pé  talvez não tenha a escola mas eu aprendo depressa  para lá com os moralismos eu não vou nessa conversa  a cada minuto (...)
    letra   jejum outra vez  é cansativa a abstinência que eu pratico diário  o amor é uma ciência que não está no meu glossário  a minha miopia vai desfocando a referência  e a impaciência é o meu novo calendário  a disciplina não consta na minha essência  quero a inscrição mas não preencho o formulário  estou cansado de viver em constante anestesia  prefiro ser cozinhado em banho maria  se é certo que a paixão só aparece por magia  eu queria era que (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email