Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  MARIA DE MEDEIROS Concertos em Lisboa, Porto, Braga e Caldas da Rainha 4 Novembro  - Misty Fest, Centro Cultural de Belém, Lisboa5 Novembro - Casa da Música, Porto6 Novembro - Theatro Circo, Braga9 Novembro - Centro Cultural e de Congressos, Caldas da Rainha Maria de Medeiros é uma mulher de muitos rostos, como o são todas as (...)
    Letra   ACALANTO (Chico Buarque) É tão cedo, meu irmão.  Abre os olhos, dorme não.  Espalha os meus soldados  Estraga os meus brinquedos  Pode me odiar  Nunca mais olhar pra mim  Mas não faz  Não faz mais  Assim  Tão cedo, meu irmão.  Põe a mão na minha mão  Pode fechar meus olhos  Alisa os meus cabelos  E a quem perguntar  Deus, que foi que aconteceu.  Vou jurar que o teu sangue  É meu eu vou rasgar Meu coração  Pra costurar o teu  Vou te soprar  (...)
  Eu faço samba e amor até mais tarde E tenho muito sono de manhã Escuto a correria da cidade que arde E apressa o dia de amanhã De madrugada a gente 'inda se ama E a fábrica começa a buzinar O trânsito contorna a nossa cama, reclama. Do nosso eterno espreguiçar No colo da bem vinda companheira No corpo do bendito violão Eu faço samba e amor a noite inteira Não tenho a quem prestar satisfação Eu faço samba e amor até mais tarde E tenho muito mais o que fazer Escuto a (...)
    Letra   NACE EL DÍA EN LA CIUDAD YA CAMINAN LOS OBREROS SE LLENAN LAS AUTOPISTAS DE QUIEN NO TIENE DINERO DESPEGAN LOS AVIONES ABREN PUERTAS LOS TENDEROS SE APRESURAN PROFESORAS DESAYUNAN LOS BANQUEROS Y UNA NIÑA SOPLA NUBES EN EL CRISTAL DE LA VENTANA SE CORTAN LOS PRESUPUESTOS SE ESTAN CERRANDO FRONTERAS SE ESTAN SURCANDO OJERAS EN LOS OJOS DE MI GITANO SE ESTAN IZANDO BANDERAS SE ESTAN DESPLOMANDO BOLSAS SE ESTAN QUEJANDO LAS BANCAS SE SIGUEN METIENDO GOLES Y EL DÍA (...)
    Letra   on 24 mila baci  Oggi saprai perche' l'amore  Vule ogni istante mille baci  Mille carezze vuole all'ora Con 24 mila baci Felici corrono le ore D'un giorno splendido perche' Ogni secondo bacio te Niente bugie meravigliose Frasi d'amore appassionate Ma solo baci chiedo a te Ye ye ye ye ye ye ye! Con 24 mila baci Cosi' frenetico e' l'amore In questo giorno di follia Ogni minuto e' tutto mio Niente bugie meravigliose Frasi d'amore appassionate Ma solo baci chiedo a te (...)
Maria de Medeiros canta Sophia de Mello Breyner Andresen, e, pela primeira vez, canções de sua autoria no novo álbum, "Pássaros Eternos", que é editado na segunda-feira.Neste álbum, a cantora, actriz e realizadora canta em diferentes idiomas, o que já aconteceu nos dois álbuns anteriores, mas estreia-se na interpretação de temas de sua autoria, como "Trapichana", (...)
  MARIA DE MEDEIROS REGRESSA COM «PÁSSAROS ETERNOS» Novo álbum chega a Portugal a 24 de Fevereiro No terceiro registo, a actriz e cineasta apaixona-se por uma nova aventura: a escrita de canções   «Aos contemplativos, dedico estes momentos musicais, muito diversos en­tre si, breves olhares à nossa quotidiana e misteriosa realidade» – Maria de Medeiros   (...)
    Letra   O homem voltou ao solar do amigo  O homem queimou um cigarro na testa  O homem voltou calculando o destino  Andou mais um passo e não viu   Matava ele o tempo numa outra azinhaga  E a voz era fraca ninguém o ouvia  A larva estendia e o sol abrasava  A marcha do tempo parou   Havia uma vala na rua comprida  E a porta travava ninguém o espera  O homem cavava uma cova na vida  Ali nem o céu se calou   Trazia uma ruga na cara comprida  Não vinha pra (...)
    Letra   Cobre-te canalha Na mortalha Hoje o rei vai nu Os velhos tiranos De há mil anos Morrem como tu Abre uma trincheira Companheira Deita-te no chao Sempre à tua frente Viste gente Doutra condiçao Ergue-te ó Sol de Verao Somos nós os teus cantores Da matinal cançao Ouvem-se já os rumores Ouvem-se já os clamores Ouvem-se já os tambores Livra-te do medo Que bem cedo Há-de o Sol queimar E tu camarada Poe-te em guarda Que te vao matar Venham lavradeiras M (...)
13 Set, 2011

Maria de Medeiros

Conhecemo-la mais como actriz, mas a sua voz já não é nenhuma estranha, a solo ou na companhia de um Legendary Tigerman, por exemplo. Maria de Medeiros actua em Olhão no dia 17 de Setembro.   A cantora apresenta "Penínsulas & Continentes", o sucessor de "A Little More Blue". O título do álbum deixa adivinhar o conteúdo: uma viagem pela memória musical de Maria, da diáspora, da língua portuguesa e não só. Tão depressa canta Zeca Afonso como se lança a um tema de (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email