Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

      Letra   Quando eu nascer vou ser do bem Quando eu quiser vou ser alguém Vou me libertar largando o chão Para poder subir ao meu verão Então, meu bem, vou ser alguém (3X) Quando eu nascer vais ver meu bem Quem me encontrar vai querer sorrir Quem me descobrir vai querer ficar Vou fazer feliz o mundo vão Então, meu bem, vou ser alguém (3X) Meu sopro aquece a água fria Meu nome para abraçar o dia Maria Clementina Então, meu bem, vou ser alguém (3X)    
    Letra   Como se colhe uma mulher? Nem sempre é touro p’ra colher E o matador que há em mim Não bandarilha num jardim. Ser pegador tão floreado Não faz que eu seja bom forcado. Se da plateia vêm flores A cada "Olé" eu sinto dores. Foi-se esta veia assassina Veio a Maria Clementina. Como se apanha um coração Sem dar o nosso por caução? O caçador que há em mim Não se deixa abater assim Mas p’lo disparo sem certeza Ricocheteia a Natureza. Se da culatra vêm flores (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email