Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

   MARAFONA MÚSICA 29 SET |21:30H |10€ Classificação Etária M6   A MARAFONA é um quinteto acústico composto por cordófones (viola, guitarra portuguesa/cavaquinho/campaniça e contrabaixo), percussões encimadas pela voz poderosa de Artur Serra e amiúde recorre ao seu coro masculino. Como conta histórias as canções são quase visuais e a junção tímbrica de instrumentos e a varidade de arranjos transportam-nos por um périplo de cenários musicais inesperados ou para (...)
  Letra   Amar dentro do peito uma donzela, Jurar-lhe pelos céus a fé mais pura, Falar-lhe, conseguindo alta ventura, Amar dentro do peito uma donzela. Depois da meia-noite na janela Fazê-la vir abaixo, e com cautela, Sentir abrir a porta que murmura. Entrar pé ante pé, e com ternura Apertá-la nos braços casta e bela. Jurar-lhe pelos céus a fé mais pura. Amar dentro do peito uma donzela, Jurar-lhe pelos céus a fé mais pura, Falar-lhe, conseguindo alta ventura, Amar (...)
  22 de Julho, a partir das 00h30   O festival Música no Castelo, em Trancoso, acolhe Marafona já neste fim-de-semana, dia 22 de Julho, a partir das 00h30, na noite de sábado para domingo. Formado em 2014, desde então o grupo tem percorrido os mais diversos palcos nacionais e internacionais, levando um imaginário popular reinventado em novos sons e novas histórias, com uma diversidade tímbrica de instrumentos acústicos e de influências musicais, que fazem deste quinteto uma (...)
21 Jul, 2017

Marafona - Traz Paz

  Letra   Vender-vos-ei nesta feira Mentiras vinte e três mil Todas de nova maneira Cada uma tão subtil Mentiras para senhores Mentiras para senhoras Mentiras para os amores Mentiras que a todas as horas Vos nasçam delas favores  (auto da feira sec.XVI – Gil Vicente) Semeei no meu quintal Um raminho de açafrão, Nasceram-me pés de burro Com uma candeia na mão. Semeei no meu quintal A semente do bacalhau, Nasceu uma burra branca Tocando num berimbau. Semeei no meu quintal (...)
  Letra   Foi ali resvés Campo de Ourique que apanhei o Salvador embasbacado com o Tejo. Gingavam, cardumes de varinas, poetas pelas esquinas, Ah, coisa linda, o tocar de uma guitarra. Subi como Gaivota, o mar à proa, Soluçando esta Lisboa Deslumbrando na calçada, As glórias, as praias prometidas A história de outras vidas E às Janelas As velhinhas em Armada. Ali na terra do castiço, a sardinha amantizou-se com o sal. Santo António abençoou a embriaguez, O (...)
 Marafona dá música ao “Verão em Tavira”novas cores e ritmos da música tradicional portuguesa É já no dia 13 de Agosto, pelas 22 horas, que o grupo Marafona vai apresentar o seu primeiro álbum "Está dito" em Tavira, no âmbito da programação de Verão, organizada pelo município e a Associação Baixa de Tavira. Um concerto gratuito em (...)
   A MARAFONA é: Artur Serra – Canto, Adufe, Bilha, Berimbau, composição e letras Cláudio Cruz – Contrabaixo, composição e canto Daniel Sousa – Guitarra Clássica, composição e canto Ian Carlo Mendoza – Percussões, canto e composição Gonçalo Almeida – Guitarra Portuguesa, Cavaquinho, Campaniça, Gaita-de-foles, Tracanholas, (...)
    A MARAFONA anuncia e afirma o seu “ESTÁ DITO”. Após a edição do EP “TIA MISÉRIA”, considerado entre os melhores da world music portuguesa de 2014, em menos de um ano e meio depois segue-se  o lançamento do primeiro álbum  previsto para 4 de Março de 2016 nas lojas.   “ESTÁ DITO” é um disco ambivalente, que se estende (...)
  Letra Vai e vem, vai não vai, umbela rota não tapa ninguém. Zanguizarra, zanguizarra, água o dá, água o leva. Zanguizarra, zanguizarra mau governo toca a guitarra.Arrazoado and’ó Rilha Foles, mocetão airoso mariola bem criado, encomendou a alma a dois almudes d’água pé, suspirou com o diabo nas crinas dum canapé, Muy irresponsável só agia por paixão.Eu hei-de morrer n’adega Com um copo cheio na mão. Só por ti, meu amor, só por morte, Só por morte é que o (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email