Segunda-feira, 06.11.17

 

Letra

 

Bate bate na mulher adultera

dá-lhe com a moca

diz a bíblia que até está com sorte

porque a pena é a morte

 

Senhor juiz obrigado pela sentença

essa mulher não merece a potência

o adultério é uma doença

uma pedra é a minha sentença

 

agora já podemos legalizar

morte à paulada para quem nos encornar

vamos agir como os muçulmanos

as mulheres não são seres humanos

 

Bate bate na mulher adultera

dá-lhe com a moca

diz a bíblia que até está com sorte

porque a pena é a morte

 

a bíblia é o nosso código civil

a que protege o cidadão muito viril

o melhor divórcio é a morte

e já está é com muita sorte

 

a violência doméstica é a lei

se vais pro hospital ou morres eu não sei

se quiserem julgar no tribunal

vão dizer que sou um gajo normal

 

Bate bate na mulher adultera

dá-lhe com a moca

diz a bíblia que até está com sorte

porque a pena é a morte

 

o tribunal da relação do porto

é que pariu este sinistro aborto

moca com pregos na cabeça

é ofensa que merece uma pena suspensa

 

Acho que o rapaz nem fez  por mal

só é crime nascer em Portugal

que é uma espécie de reserva natural

onde ainda reina o neerdental

 

Bate bate na mulher adultera

dá-lhe com a moca

diz a bíblia que até está com sorte

porque a pena é a morte

 

Bate bate na mulher adultera

dá-lhe com a moca

diz a bíblia que até está com sorte

porque a pena é a morte

 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Se um dia alguém perguntar por mim
Diz que vivi para te amar
Antes de ti, só existi
Cansado e sem nada para dar

Meu bem, ouve as minhas preces
Peço que regresses, que me voltes a querer
Eu sei que não se ama sozinho
Talvez, devagarinho, possas voltar a aprender

Meu bem, ouve as minhas preces
Peço que regresses, que me voltes a querer
Eu sei que não se ama sozinho
Talvez, devagarinho, possas voltar a aprender

Se o teu coração não quiser ceder
Não sentir paixão, não quiser sofrer
Sem fazer planos do que virá depois
O meu coração pode amar pelos dois

 

Letra de Luísa Sobral

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Sábado, 09.09.17

 

Letra

 

Se um dia alguém perguntar por mim
Diz que vivi para te amar
Antes de ti, só existi
Cansado e sem nada para dar

Meu bem, ouve as minhas preces
Peço que regresses, que me voltes a querer
Eu sei que não se ama sozinho
Talvez, devagarinho, possas voltar a aprender

Meu bem, ouve as minhas preces
Peço que regresses, que me voltes a querer
Eu sei que não se ama sozinho
Talvez, devagarinho, possas voltar a aprender

Se o teu coração não quiser ceder
Não sentir paixão, não quiser sofrer
Sem fazer planos do que virá depois
O meu coração pode amar pelos dois

 

Letra de Luísa Sobral

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Domingo, 02.03.14

 

 

Letra

 

 

Amigo maior que o pensamento
Por essa estrada amigo vem 
Por essa estrada amigo vem 
Não percas tempo que o vento 
É meu amigo também 
Não percas tempo que o vento 
É meu amigo também 

Em terras
Em todas as fronteiras
Seja benvindo quem vier por bem
Se alguém houver que não queira
Trá-lo contigo também 

Aqueles
Aqueles que ficaram
(Em toda a parte todo o mundo tem)
Em sonhos me visitaram
Traz outro amigo também



publicado por olhar para o mundo às 17:34 | link do post | comentar

Quinta-feira, 22.08.13

 

Letra

 

Amapola, lindíssima Amapola
Eu quero seu amor somente para mim
Eu te quero, te quero, queridinha
Como se quer a flor, a luz e o dia
Amapola, lindíssima Amapola
Não seja tão ingrata e ama-me
Amapola, Amapola
Já não posso mais viver tão só

Amapola, lindíssima Amapola
Não seja tão ingrata e ama-me
Amapola, Amapola
Já não posso mais viver tão só

Já não posso mais viver tão só




publicado por olhar para o mundo às 17:03 | link do post | comentar

Quarta-feira, 05.12.12

 

 

letra

 

O fado, já diz Fernando Pessoa
não é canção má nem boa
não é alegre nem triste
não é de Coimbra ou Lisboa
é um ser estranho, uma pausa
que a alma portuguesa deu ao mar
quando tudo desejava
sem força para desejar

(Refrão)
Toda a canção é um poema ajudado
que diz o que a alma não tem
e a isso não escapa o fado
que é um poema ajudado também

O fado é fadiga duma alma forte
é uma espécie de olhar
que viu o sorriso da morte
nos brancos espelhos do mar
é um olhar quase de desprezo
a um Deus que desertou
quando mais Dele precisava
quem duvidar nunca ousou

(refrão)

No fado todos os Deuses se juntam
a cantar lá nas alturas
trazidos pelos avós
na poeira das lonjuras
e esses Deuses estão em nós
espalham-se pela mesa
convocados pela voz
e só por acaso soam a tristeza

(refrão)



publicado por olhar para o mundo às 10:04 | link do post | comentar

Segunda-feira, 14.11.11


publicado por olhar para o mundo às 19:29 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Mulher Adúltera - Manuel ...

Amar Pelos Dois - Manuel ...

Amar Pelos Dois - Manuel ...

Jorge Palma & Manuel João...

Sem Palheta - Manuel João...

"Rui Veloso & Amigos" - F...

Duetos Improváveis - Manu...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds