Sábado, 09.09.17

 

Letra

 

Eu desta vez vou conseguir
Desta vez vou largar
Eu não estou farto, eu cansei-me
De que apenas parece
Eu não sei se eu sou forte
Só que tenho este grito
Não contem comigo
Para ser Sol na Terra

Eu vivi sempre em guerra
Ao lamber pés de puta
Não percebo as razões
Estou perdido na mata
De cabeça madura
Sempre dando na fruta
Desta vez eu desisto

De lutar contra a merda
Eu sou feito de perda
É mais do que um desabafo
É uma voz que desperta
Um consolo de abutre
No direito à vivência
Do pacote completo
Não lamento palavras
São o meu alimento

Nem o amor que reservo
A quem o vê fora dela
Trago a bomba no peito
Não a trago no saco
Tira-me o teu retrato
Sem remorsos do assalto
Quando não se tem alma
Não se corre esse risco

Tu não sonhas quem sou
Tu não vês nem metade
Só queria cantar
Já não sei bem porquê
E perguntas então
Porque não pões um fim
Nessa vida sofrida
A resposta tem graça
É que eu adoro esta vida
Ainda não acabei

Vamos embora chorar
Vamos embora sorrir
Vamos embora sair
Vamos embora ficar
Vamos embora cair
Vamos embora voltar
Vamos embora ou não
São tudo coisas do chão

Ainda não acabei
Ainda não acabei
Ainda não acabei
Ainda não acabei

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Sábado, 18.10.14

 

 

Letra

eu queria ser alguem melhor
e ter assim razoes para crer que o
nosso amor te importa
e me vais abrigar se em teu coraçao
começar a chover
calando assim a voz que me diz nada
mais o amor te deve
mas é no coraçao que o escreve

nao queria temer pelo pior
nem pelo que o futuro pode ou nao vir
a trazer
e se o nosso amor acabar
meu amor eu juro que eu nao quero mais
viver

calando assim a voz que me diz nada
mais o amor te deve
mas é no coraçao que o escreve

meu amor nao cantes esta cançao
ela nao pertence ao mundo que eu quero
para nós
ela nao vai embalar o nosso amor

 



publicado por olhar para o mundo às 08:27 | link do post | comentar

Sexta-feira, 20.06.14

 

 

letra

 

Não encontrei a letra desta Música



publicado por olhar para o mundo às 17:18 | link do post | comentar

Segunda-feira, 31.03.14



Letra


Não enconteri a letra desta música


publicado por olhar para o mundo às 22:46 | link do post | comentar

Segunda-feira, 17.09.12

 ´

 

Letra

 

Lá voltaste a puxar para ti o lençol
Como que a privar meus sonhos do último raio de sol
Amigos são sobras do tempo
Que enrolam seu tempo á espera de ver
O que não existe acontecer

Mas teimas em riscar o fim do meu chão
Nunca medes a distância
Dos passos á razão
Meus votos são claros na forma
Desejo-te o mesmo que guardo p'ra mim
E o que não existe não tem fim

É só dizer e volto a mergulhar
Voltar a ler não é morrer é procurar
Não vai doer mais do que andar assim a fugir
Deixa-te entrar para tentar ou destruir

Mas quem te ouviu falar
Pensou tudo vai bem
Só que alguém vestiu a pele
Que nunca serve a ninguém
E a dúvida está do meu lado
Mas eu não consigo olhá-la e achar
Ser esse o lado em que ela deve estar

Erguemos um grande castelo 
Mas não nos lembramos bem para quê
E é essa a verdade que se vê

É só dizer e volto a mergulhar
Voltar a ler não é morrer é procurar
Não vai doer mais do que andar assim a fugir
Deixa-te entrar para tentar ou destruir
Mas sem fingir
Sem fingir
Sem desistir



publicado por olhar para o mundo às 17:44 | link do post | comentar

Quarta-feira, 16.11.11
Letra
Não encontrei a letra desta música


publicado por olhar para o mundo às 17:25 | link do post | comentar

Letra

 

Nunca Parto Inteiramente

Manel Cruz 

 

Nunca parto inteiramente
Não me dou á despedida
As águas vão simplesmente
Presas à sua nascente
É do seu modo de vida

Fica sempre qualquer coisa
Qualquer coisa por fazer
Ás vezes quase lamento
Mas são coisas que eu invento
Com medo de te perder

Deixei um livro marcado
E um vaso de alecrim
Abri o meu cortinado
Fiz a cama de lavado
Para te lembrares de mim

Nunca parto inteiramente
Vivo de duas vontades:
Uma que vai na corrente,
A outra presa à nascente
Fica para ter saudades 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 15.11.11

Letra

 

Ninguém É Quem Queria Ser

 Manel Cruz 

 

Somos a fachada
De uma coisa morta
Em vida como que a bater à nossa porta
Quando formos velhos
Se um dia formos velhos
Quem irá querer saber quem tinha razão?
De olhos na falésia
Espera pelo vento
Ele dá-te a direcção

Ninguém é quem queria ser
Eu queria ser ninguém
(ninguém) é quem queria ser
Eu queria ser ninguém.

A idade é ontem
Não pode ser motivo
Estás a ver um mundo
Feito um velho arquivo

Eu caminho e canto
Pela estrada fora
E o que era mentira
Poder ser verdade agora

Se o cifrão sustenta
A química da vida
Porque tens ainda medo de morrer?
Faltará dinheiro
Faltará cultura
Faltará procura dentro do teu ser

Ninguém é quem queria ser
Eu queria ser ninguém
(ninguém) é quem queria ser
Eu queria ser ninguém.

Diz-me se ainda esperas
Encontrar o sentido
Mesmo sendo avesso a vê-lo em ti vestido

Não tens de olhar sem gosto
Nem de gostar sem ver
Ninguém é quem queria ser

Ninguém é quem queria ser
Eu queria ser ninguém
(ninguém) é quem queria ser
Eu queria ser ninguém.



publicado por olhar para o mundo às 08:08 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Manel Cruz - Ainda Não Ac...

Canção Segredo - Manel Cr...

Stray c/ Manel Cruz - "Ân...

Stray c/ Manel Cruz - "Ân...

Clã & Manel Cruz - Amigos...

Insert Coin - Quando Eu I...

Manel Cruz - Nunca Parto ...

Manel Cruz - Ninguém É Qu...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds