Domingo, 27.08.17

 

letra

 

Letra : Corpo de Pedra coração de aço
Kosmo
Escrevi esta carta uns dias antes
para saberes como estou
já faz seis anos que estou ausente
eu já nem sei quem sou
nem tenho forças para ligar
e para ouvir um "tô"
saudades tuas da mãe
das manas e do avô
já tentei escrever 
mas fiquei só pelo um excerto
nem fotos vossas chegam 
para esconder o aperto
as coisas não correram bem
no meu primeiro emprego
imigração é mesmo assim
vives no desassossego
língua que não entendes
um patrão que te abusa
paga te três vezes menos
ele sabe que te usa
só porque a tua seleção
não tem a mesmo blusa
queres um contrato de trabalho
mas ele recusa
fazer o que? voltar à terra
mostrar o fracasso
mostrar que tudo foi em vão
e dei um passo em falso
aguentas tudo sofres tudo
é isto que eu faço
corpo de pedra
coração de aço ...

Malabá - Refrão

" Diz-me se é suposto
impor limite no meu sonho
se o suor que escorre o rosto
equivale ao sangue que ponho
a vida que disponho para muitos é perda de espaço
Mas eu tenho um corpo de pedra
e um coração de aço... "




Escrevi esta carta uns dias
antes para saberes como estou
já faz 6 anos que estou ausente
e já nem sei quem sou
dez julgamentos onze arguidos
e nem tudo acabou
sentenças atras de sentenças
e é assim que vou
visitas já cancelaram
mau comportamento
nem estas 4 paredes me tiram 
do movimento
acorrentado por fora
mas nunca por dentro
tenho saudades de vocês todos
nigga ja faz tempo
nem sabes como aguento
lagrimas de sangue
minha cota já faleceu
meu filho já te grande
arrependimento nunca passa
é um dor constante
so peco que deus me perdoe
e me aguarde um instante
a cana não é fácil
nem sabes o que passo
guardas que te fazem abuso
e o pitéu esta escasso
aguentas tudo sofres tudo
é isto que faço
corpo de pedra
coração de aço

Malabá - Refrão

" Diz-me se é suposto
impor limite no meu sonho
se o suor que escorre o rosto
equivale ao sangue que ponho
a vida que disponho para muitos é perda de espaço
Mas eu tenho um corpo de pedra
e um coração de aço... "

escrevi esta carta uns
dias antes para saberes como estou
ja faz 6 anos que estou ausente
e ja nem sei quem sou
dizem que uma missão de paz
e que a guerra findou
mas todos dias ha noticias
que a bomba rebentou
vim pelo o orgulho á pátria
mas o que é que eu resolvo
de camuflado botas e uma arma
de fogo
eles veem como um inimigo
não como um do povo
numa guerra que não é minha
e luto dia todo
imagens vossas no cacifo
não escondem a tristeza
fui destacado para mais três anos
mas não tenho a certeza
eu só quero voltar para casa
para me sentar a mesa
tenha uma filha com seis anos
parece uma princesa
ser soldado não é fácil
mas é isto que eu passo
ou volto para casa vivo
ou num caixão com um laço
aguentas tudo sofres tudo 
é isto que eu faço
corpo de pedra
coração de aço

Malabá - Refrão

" Diz-me se é suposto
impor limite no meu sonho
se o suor que escorre o rosto
equivale ao sangue que ponho
a vida que disponho para muitos é perda de espaço
Mas eu tenho um corpo de pedra
e um coração de aço... "

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Sábado, 26.08.17

 

Letra

 

Há sempre alguém que irá dizer
Tu és fake nigga
Não não tenho nada a esconder
Tu és fake nigga
Não interessa o que me vão dizer
Se eu sou fake nigga
Vou continuar a fazer como tenho feito nigga
Como tenho feito

Olho para trás e não vejo ninguém
Será que estou adiantado ou não vem ninguém?
Likes são cem, partilhas são mil
Esquece o meu flow persistência é o meu skill
O meu albúm saiu dia 1 de Abril
2013 o sonho era Português
Apareci nas TVs e a radio passou pelo menos
3 vezes o meu som com o vinil
Não é mentira o meu olho abriu
Cansei de viver sempre no rodopio
Hip Hop é o meu berço não é o movimento
Que há muito elemento que diz que é da gente
Mas bate de frente com quem lhes pariu
Eu sei quem matou o RAP
Mas o que nasce na margem
Renasce na margem
Nosso RAP não metem no fundo do rio
Sou filho do Hip Hop e não papo nenhum piu
Não troco o meu foco por conas com cio
Na rua ou na net o meu RAP é vadio
Não nego que o meu swag é o mais wack
Que a tuga já viu
Que o falso moralismo não aceito
Tudo o que sinto é o que eu digo
O que eu vivo é o que eu exprimo
Dá me um beat que eu rimo do meu jeito

Há sempre alguém que irá dizer
Não não tenho nada a esconder
Não interessa o que me vão dizer
Vou continuar a fazer como tenho feito nigga
Como tenho feito

É só bytes e bytes e bytes
Comem-se tipo canibais
E eu é que sou o fake nigga
Comem-se tipo canibais
E quem é que não gosta de likes
Eu também gosto de likes
Mas gosto mais da minha vida

Dou tudo pelo movimento onde me inspiro
Daqui não saio nigga nem a tiros
Beats inspiro flow transpiro
Nem azul nem vermelho
Eu não sou de San Siro
Dagun é margem sul
É margem sul que eu visto
Não enrolo a minha bandeira nem quando ouço o apito
Não regulo pulo por cima da crise
Sou preto, sou branco sou de Paio Pires
Tu desiste encosta a box e assiste
Aqueles que protegem me as costas de Cristo
É triste ver como é que o movimento tá
Se não for pelo dinheiro conta quantos é que há
Rappers estão tipo uruguaios
Comem-se tipo canibais

É só bytes e bytes e bytes
E quem é que não gosta de likes
Comem-se tipo canibais
E eu é que sou o fake nigga
Comem-se tipo canibais
E quem é que não gosta de likes
Comem-se tipo canibais
Eu também gosto de likes
Mas gosto mais da minha vida

 

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 18.08.17

 

Letra

 

É preciso ter cuidado com aquelas mulheres bonitas, hum, há umas que são perigosas...

Sinceramente adoro a maneira como ela mexe
Concentra só no pau, adora a maneira como ele cresce
Vê como ela sobe, vê como ela desce
Ela quer, ela pode, que ela é boa da cabeça aos pés

Não existe homem no mundo que rejeite
Aquela perna, aquele rabo, aquele peito
Aquela cintura desenhada com um traço perfeito
Aquele rosto que não podes pôr defeito

O jeito dela é de vêras bué picante
De vêras bué provocante
Tou perante uma mulher a sério
Não dá moral nenhuma
Não bebe e não fuma
E como ganha a vida é um mistério
Deixo ao teu critério
Vê como ela veste, vê como ela grifa
Snifa coca, apanha a pica da moca
Vê como ela tá na moda
Tira foto a noite toda
Rouba atenção, até do homem da outra

[REFRÃO]

Ela é perigosa, é como fazer sexo com uma bófia
Chave de cadeia bandida da moda
Ela é perigosa, daquelas que uma foda acaba a relação
Daquelas que em silêncio arrasta a multidão
Perigosa, cria um ladrão, cobra venenosa
Daquelas que se pedires a mão, até o padre goza
Porque carne mastigada não merece rosa
Ela é perigosa

Gostosa, cheirosa, charmosa
Cobra duzentos euros por um sonho cor de rosa
Na disco não dá prosa, sorri mas não dá bola
Adoro quando ela requebra naquela sola
Segue o ritmo da tarola, nigga aquele cor de jola
Têm grife, têm style, têm escola
Dizem que é sobrinha favorita, aí dum tio de Angola
O único problema é que não têm nada na carola

Não se preocupa com o que dizem, fofocas não lhe atingem
A mural é tão alta se fosse vulgar tinha vertigem
É controversa essa inveja...
E qual é que é o problema se o material não é de origem?
Gosta que lhe brutalizem, que lhe algemem que lhe piquem
Deixa-te marcas na esperança que não cicatrizem
Faz com que as tuas fantasias, se realizem
Já perou com mais de mil, mas a atitude ainda é de virgem

[REFRÃO]

Ela é perigosa, é como fazer sexo com uma bófia
Chave de cadeia bandida da moda
Ela é perigosa, daquelas que uma foda acaba a relação
Daquelas que em silêncio arrasta a multidãoPerigosa, cria um ladrão, cobra venenosa
Daquelas que se pedires a mão, até o padre goza
Porque carne mastigada não merece rosa
Ela é perigosa

Não estou preocupado
Sei que eu danço com o diabo, danço com o diabo em forma de mulher
Não, não estou preocupado, sei que eu danço com o diabo, danço com o diabo em forma de mulher
Não estou preocupado
Sei que eu danço com o diabo, danço com o diabo em forma de mulher

Não estou preocupado
Sei que eu danço com o diabo, danço com o diabo em forma de mulher...

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

Letra : Malabá e Kosmo
Instrumental : Prodlem 

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26.10.16

 

Letra

 

Refrão
Assim não dá (não) A vida é marada
E nós? Nós somos de luas
 
Assim não dá O que será,
De ti? sem poder ver as ruas?
 
Assim já não dá (não), Já não aguento mais (não)
Assim já não dá (não), Já não aguento. Assim não dá (não)


TILHON
assim não dá (não) digam-me qual o remédio
cansei de pensar que era com os rapazes encostado a um prédio
Deus é rei eu sou um mero intermédio
é difícil dizer  não ao pecado quando diariamente sofro de assédio
 
entre o amor e o tédio mantenho o meu  prumo
Mas sinto o cheiro a gente porca mesmo quando me perfumo
E bonito!! é suares pa ter guito
quando te convidam pa merda tu ergueres o manguito
Cansei dos tempos em que roubar um cap era um troféu
Hoje decido aquilo que vejo. o comando é meu.
Prefiro pedras no sapato do que descalço a caminhar nas pedras
Não ambiciono o topo, não domino o para-quedas
 
Não!! só basta dizer basta
disse não a muita parada que  já me deu muita pasta
porque a vida lá se enrola tipo cabelo dum rasta
com muita cambalhota aprendi a ser ginasta
 
(po) porra .. a vida é linda o quanto basta
mesmo quando aparenta (boy) ser dura e nefasta,
(po) porra, tudo vive pó desenrasca
queixume perpétuo duro de roer a casca

Malabá:
Sinto o peso de Atlas há bués
Ou concordo com todo o mundo ou puxam-me os pés
Se abro muito as asas sou atacado por Jacarés
Se sigo a onde errada sou afogado por Moisés
 
És do tamanho do que vês nas tv's não percebes
Que a tua sensatez é do tamanho de um insecto
Aponto o dedo por mais estranho que pareça
Estou armado em Deus ninguém dá pela minha presença
 
A incerteza baniu a minha crença
Entreguei-me à dúvida e o vazio não compensa
Levanto a cabeça e o que vejo não motiva
Quantas lágrima derramei e não cobrei iva

Dizem que tenho um rei na barriga mas não entendo
Desde puto que ouço um barulho e é sempre o mesmo~
A fome leva o homem ao extremo
Sou português estou habituado ao sofrimento

 

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Domingo, 27.04.14

 

Letra

 


Queria eu puder saber 
A hora certa e o dia 
Desde a última vez, 
E se eu contar pelos dedos 
Todos os "porquês", 
Não paga a cara nem a dívida 
Que ficou por pagar. 

Já tá pago, 
Já é hora, 
Já vais tarde, 
Sem demora. 

Reza o vento, 
Péla, acorda, 
Uma sombra, 
Sem vergonha. 

Leva o castigo 
Contigo p'ra trás 

Aonde estou, 
Modéstia à parte, 
Eu chego ao fim. 
E quem eu sou, 
Um homem nobre, 
Que acaba aqui. 

(Malabá)
Um homem nobre à procura de paz e sossego, 
Dificuldades na vida obrigaram a sentir o sabor do vento. 

Desemprego é o contratempo, crise pr'a mim não tem fundamento, 
Vivemos na sombra de quem controla todo o meu subornamento.

Se pr'a mim não dá, pr'a ti não dá então acaba aqui, 
Está pr'a nascer o dia em que irei pagar pelo pão que não comi. 

A dívida já tá paga, o que não tá pago é a desilusão, 
Sintomas apontam pr'a mais uma grande depressão. 

Se não estás a par do que se passa então não dás valor à vida, 
Nem falo da pomba branca que está cada vez mais encardida, 
Está cada vez mais desiludida, 
Está cada vez mais ofendida, 
Bandeira que está estendida, está cada vez menos compreendida. 

Que pátria é esta, contesta cada vez que tem uma chance? 
Sinto que vou fazer uma loucura a qualquer instante, 
Leva o castigo contigo é tudo o que eu te digo, 
Não queiras ver este homem nobre como teu inimigo. 

Aonde estou, 
Modéstia à parte, 
Eu chego ao fim. 
E quem eu sou, 
Um homem nobre, 
Que acaba aqui.



publicado por olhar para o mundo às 23:06 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Kosmo e Malabá - Corpo de...

MALABÁ - Como tenho feito

Malabá - Perigosa

Malabá e Kosmo feat Ivo S...

TILHON – Assim já não dá ...

ALICE - "Homem Nobre" Fea...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds