Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

    Letra Grândola, vila morena Terra da fraternidade O povo é quem mais ordena Dentro de ti, ó cidade  Dentro de ti, ó cidade O povo é quem mais ordena Terra da fraternidade Grândola, vila morena  Em cada esquina, um amigo Em cada rosto, igualdade Grândola, vila morena Terra da fraternidade  Terra da fraternidade Grândola, vila morena Em cada rosto, igualdade O povo é quem mais ordena  À sombra duma azinheira Que já não sabia a idade Jurei ter por companheira Grând (...)
    Letra   A morte saiu à rua num dia assim Naquele lugar sem nome para qualquer fim Uma gota rubra sobre a calçada cai E um rio de sangue de um peito aberto sai O vento que dá nas canas do canavial E a foice duma ceifeira de Portugal E o som da bigorna como um clarim do céu Vão dizendo em toda a parte o Pintor morreu Teu sangue, Pintor, reclama outra morte igual Só olho por olho e dente por dente vale À lei assassina, à morte que te matou Teu corpo pertence à terra que (...)
    Letra Que amor nao me engana Com a sua brandura Se da antiga chama Mal vive a amargura Duma mancha negra Duma pedra fria Que amor nao se entrega Na noite vazia? E as vozes embarcam Num silêncio aflito Quanto mais se apartam Mais se ouve o seu grito Muito à flor das àguas Noite marinheira Vem devagarinho Para a minha beira Em novas coutadas Junta de uma hera Nascem flores vermelhas Pela Primavera Assim tu souberas Irma cotovia Dizer-me se esperas Pelo nascer do dia  
17 Fev, 2011

Per7ume - Mudo

    Letra   Encontrei-me no deserto Fui tão longe e tu aqui tão perto Conto as horas para te dizer Que de repente fiquei tão diferente Mudo, Mudo, Mudo. Digo nada sei de tudo Sou como o tempo eu Mudo, mudo, mudo Experimento as palavras levas O vento eu Mudo, mudo, mudo Dei a volta devagar vi o mundo E não saí do lugar Tenho de agir E deixar de pensar Que há mistério Que é tudo tão sério Mudo, mudo, mudo Digo nada sei de tudo Sou como o tempo eu Mudo, mudo, mudo Experime (...)
    Letra I'd like to show you my world For you to see how I feel And I hope that someday Oh you understand, yes you understand To change your point of view Walk a mile in my shoes And what will you do when it's over? So I hope that one day You'll meet me half way With simple words we say Our pain could be gone I'm waiting... debating Tryin' ta find a way to get things through to you So come on won't you understand I'm waiting... debating Keep tryin' ta find a way for us (...)
    Letra Olha o sol que vai nascendo  Anda ver o mar  Os meninos vão correndo  Ver o sol chegar  Menino sem condição  Irmão de todos os nus  Tira os olhos do chão  Vem ver a luz  Menino do mal trajar  Um novo dia lá vem  Só quem souber cantar  Vira também  Negro bairro negro  Bairro negro  Onde não há pão  Não há sossego  Menino pobre o teu lar  Queira ou não queira o papão  Há-de um dia cantar  Esta canção  Olha o sol que vai nascendo  (...)
    Letra   Anda tudo do avesso Nesta rua que atravesso Dão milhões a quem os tem Aos outros um "passou bem"   Não consigo perceber Quem é que nos quer tramar Enganar, despedir Ainda se ficam a rir   Eu quero acreditar Que esta merda vai mudar E espero vir a ter uma vida bem melhor Mas se eu nada fizer Isto nunca vai mudar Conseguir encontrar mais força para lutar   Mais força para lutar Mais força para lutar Mais força para lutar   Senhor engenheiro D (...)
  Letra   Vieste comigo nesse jeito pós-moderno de não querer saber nada de não fazer perguntas essa pose cansada tão despida de emoção de quem já viu tudo e tudo é uma imensa repetição   não fosse a minha competência para amar e nunca teriamos acontecido num mundo de competências e técnicas de ponta a dádiva da fala quase já não conta   depois quase ias embora desse modo evanescente não soubesse eu ver-te tão transparente e teria sido apenas (...)
16 Fev, 2011

DR1VE - Sem Cor

    Letra Sim, eu sei do que falo Sim, eu vivo ao lado Nem tudo o que passa por mim Tem cheiro de cor Nem tudo o que passa por mim Tem sempre sabor E é sem cor É sem cor que eu finjo Que não existo Sem cor É sem cor que eu finjo  
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email