Quinta-feira, 26.10.17

 

Letra

 

Não encontrei a letra ou os crféditos desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

 

Letra

 

Sou da água

da panela

o meu consolo são os olhos dela
Pra falar a verdade eu sou da falta


Sou do copo

do fracasso eu sou do arroto
Não suporto rato nem esgoto
Nem já as promessas da nossa democracia


Ah

mas o dia

o dia há-de chegar
Onde eu

com os outros do meu país

felizes


Ah

mera luz

que a minha voz reduz
A um pacote de fuba

uma ilusão de miúda…


Sou da lata

me dá birra fresca vem mulata

Não suporto fato nem gravata
Nem aparelho dentário nem magro salário


Sou do guetto

da kisaka eu sou do pincho
Meus canuco continuam no lixo
Meus kubiko continuam no lixo


Ah

mas o dia

o dia há-de chegar
Onde eu

com os outros do meu país felizes


Ah

mera luz

que a minha voz reduz
A um pacote de fuba

uma ilusão de miúda…

 

Letra de Paulo Flores / Paulo Flores e Ciro Bertini

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25.10.17

 

Letra

 

Não encontrei a letra ou os crféditos desta música

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 23.10.17

caracol.jpg

 

 

Este é o video do tema "Falhou na dança", que é o segundo
single do mais recente álbum do Luiz Caracol, "Metade e meia".
Gravado nos Estúdios "On Air".
Luz e filmagem: Jorge do Carmo
Edição e montagem: Ricardo Quintas
Desenhos: José Pedro Mendes

 

 



publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

 

Letra

 
Ele jogava ao berlinde
Era craque na carica
E safava-se ao peão
Sabia atirar o prego
Dava dez toques na bola
Sem a deixar ir ao chão

Voava de bicicleta
De skate e de patins e afins

Ela era barra na corda
Curtia jogar ao mata
Dava flicks e mortais
E corria à apanhada
Saltava cercas e muros
Até já não poder mais

E ganhava-lhe à macaca
Com o seu golpe de rins e afins

Entretanto ela cresceu
E quis levá-lo ao baile
Mas ele falhou na dança
E ela numa de vingança
Embrulhou-o no seu xaile
Com missangas coloridas
Como um poema em braille

E trocou-o por outro
Só porque ele não sabia
Dançar como o Fred Astaire
Só porque ele não falava
Da maneira que ela quer
Só porque ele não vestia
Roupa cara da boutique
Só porque ele não morava
Numa casa muito chique

Ele andava no trapézio
Era bom às escondidas
E na malha tinha mão
Ela era do piolho
Era do gato e do rato
De perder nem a feijão
 
Letra e Música:
Luiz Caracol 

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 27.04.17

caracol.jpg

 

 
Com o novo single "Falhou na Dança" já a tocar nas rádios portuguesas, Luiz Caracol finaliza no mês de Maio a primeira fase da digressão "Metade e Meia", com dois grandes concertos: Dia 25 Maio na Casa da Música no Porto e dia 26 de Maio no Cinema S. Jorge em Lisboa. Antes, há ainda uma passagem por Santa Maria da Feira no dia 17 de Maio  no Teatro António Lamoso.

Luiz Caracol - 2º Single "Falhou na Dança"

 

 



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Sábado, 25.03.17

luiz caracol.jpg

 

 

Luiz Caracol  "Metade e Meia" ao vivo  no Conservatório de Música em Coimbra.

 

Preços

Geral -10.0€
Desconto - 9.0€
Grupo - 9.0€
Estudantes, sócios da A2C2 - 8.0€

 
Clique no vídeo e conheça uma parte de "Metade e Meia"
Próximas datas
Concertos:

30 Mar | Coimbra | Conservatório de Música
07 Abr | Leiria | Teatro Miguel Franco
08 Abr | Silves | Teatro Mascarenhas Gregório
17 Mai | Santa Maria da Feira | Teatro António Lamoso
25 Mai | Porto | Casa da Música
26 Mai | Lisboa |Cinema S. Jorge
 
Showcase FNACs

31 Mar | 18h30 | FNAC Stª Catarina
31 Mar | 22h00 | FNAC MarShopping
01 Abr | 17h00 | FNAC Gaia Shopping
01 Abr | 22h00 | FNAC Norte Shopping


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Sábado, 11.03.17

 

caracol.jpg

 

 

Três anos depois de “Devagar”, o seu disco de estreia a solo, “Metade e Meia” é o novíssimo álbum do cantautor português Luiz Caracol e o culminar de uma maturada viagem sonora, lírica e musical que se deve ao seu percurso a solo mas nunca solitário.

Fez centenas de concertos com Sara Tavares como artista convidado e colaborou também com nomes como Jorge Palma, Zeca Baleiro, Manecas Costa, Fernanda Abreu, Uxía ou Tito Paris.

Nascido em Portugal, mas gerado em Angola, Luiz Caracol sempre assumiu na sua música e nas suas letras um fortíssimo lado mestiço, em que a obra dos grandes cantautores portugueses (Sérgio Godinho, Fausto, Zeca…) encontra ecos em grandes nomes da canção brasileira (Caetano Veloso, Gilberto Gil, Lenine…), cabo-verdiana, angolana, moçambicana ou da Guiné-Bissau, assim como no funk, no rock ou no reggae.

“Metade e Meia” reflecte não só esta mestiçagem de Luiz Caracol e da sua música, como toda a mistura de influências que em si se encontram.

Neste segundo trabalho continuam a poder encontrar-se muitos destes elementos que o caracterizam e caracterizam a sua maneira de fazer música, em que as texturas e as sonoridades de uma Lisboa marítima, portuária e mulata se misturam com as palavras e as histórias de Luiz Caracol, assim como as de outros parceiros autorais como Zeca Baleiro, José Luís Peixoto, Fred Martins, Fernando Terra, Edu Mundo, Paulo Flores ou Biru (A.F. Diaphra).

Em estúdio, para a gravação do disco, estiveram com ele alguns novos cantores e autores luso-africanos que falam português e crioulo - Aline Frazão, Remna Schwarz (filho do lendário compositor guineense José Carlos Schwarz), Biru e o escritor José Luís Peixoto, que não canta mas dá voz a parte do seu poema “Tempo”, a faixa escondida do álbum). E músicos de enorme qualidade que, ao lado de Luiz Caracol (voz, guitarras, cavaquinhos, percussões, baixo, bandolim, kalimba, guitalele, glockenspiel, synth pad…) reflectem também uma diversidade de géneros assinalável: Ivo Costa (bateria), Miroca Paris (percussões), Carlos Lopes (acordeão), Ruca Rebordão (percussões), Diogo Santos (órgãos Hammond, Rhodes, Moog e Wurlitzer, piano e synth pad), Tomas Rosberg (guitarra eléctrica), Ciro Bertini (acordeão), Diogo Duque (trompete), Gonçalo Pimenta (loops), Paulo Soares (bulbul tarang) e Sandra Martins (violoncelo). E, nos coros, António (TC) Cruz, Ricardo Oliveira Alves, Patrícia Antunes e Patrícia Silveira.

Apresentando também uma importância cada vez maior das palavras que são cantadas por Luiz Caracol - pela primeira vez na sua carreira, muitas das letras deste álbum precederam a composição musical -,“Metade e Meia”, com edição marcada para dia 10 de Março pela Ampla Portugal, tem já dois singles a rodar nas rádios, “Por Acaso”, e  “Falhou na Dança”.

Ao vivo, o álbum está a ser apresentado em concertos - e showcases nas FNACs
 

Alinhamento " Metade e Meia" e autorias:
1 - Por Acaso (Luiz Caracol)
2 - Falhou na Dança (Luiz Caracol)
3 - Tou Farto (Luiz Caracol)
4 - Vou (Luiz Caracol)
5 - Ser da Lata (Paulo Flores/Ciro Bertini/Aline Frazão)
6 - Às Vezes (Luiz Caracol/Fred Martins)
7 - Metade (Fernando Terra/Luiz Caracol)
8 - Devagar (Edu Mundo/Luiz Caracol; adapt. Remna Schwartz)
9 - Água e Sal (Luiz Caracol)
10 - Hoje e Amanhã (Luiz Caracol)
11 - Impuro (Luiz Caracol/Biru)
12 - De Amor (Zeca Baleiro/Luiz Caracol)
13 - Não Quero (Luiz Caracol)
14(*) – Tempo (Luiz Caracol/José Luís Peixoto)
(*) Faixa escondida
Concertos:
 
10 Mar | Sesimbra | Cine Teatro João Mota
17 Mar | Cuba | Centro Cultural
30 Mar | Coimbra | Conservatório de Música
07 Abr | Leiria | Teatro Miguel Franco
08 Abr | Silves | Teatro Mascarenhas Gregório
17 Mai | Santa Maria da Feira | Teatro António Lamoso
25 Mai | Porto | Casa da Música
26 Mai | Lisboa |Cinema S. Jorge
 
Showcase FNACs
 
11 Mar | 17h00 | FNAC Colombo

12 Mar | 17h00 | FNAC Almada

31 Mar | 18h30 | FNAC Stª Catarina

31 Mar | 22h00 | FNAC MarShopping

01 Abr | 17h00 | FNAC Gaia Shopping

01 Abr | 22h00 | FNAC Norte Shopping

 



publicado por olhar para o mundo às 21:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 02.03.17

luiz caracol.jpg

 

 
LUIZ CARACOL 
 " Metade e Meia" 
 
O álbum “Metade e Meia”, com edição marcada para dia 10 de Março pela Ampla Portugal, tem já um single a rodar nas rádios, “Por Acaso”, e um segundo “Falhou na Dança", que agora apresentamos e que pode ouvir aqui.

Ao vivo, o álbum está a ser apresentado em concertos e brevemente em showcases nas FNACs.
 

 


 
 
 
PRÓXIMOS CONCERTOS
 
04 Mar | Vila Nova de Famalicão | Casa da Artes
10 Mar | Sesimbra | Cine Teatro João Mota
17 Mar | Cuba | Centro Cultural
30 Mar | Coimbra | Conservatório de Música
07 Abr | Leiria | Teatro Miguel Franco
08 Abr | Silves | Teatro Mascarenhas Gregório
17 Mai | Santa Maria da Feira | Teatro António Lamoso
25 Mai | Porto | Casa da Música
26 Mai | Lisboa |Cinema S. Jorge
 
SHOWCASES FNACs
 
11 Mar | 17h00 | FNAC Colombo
12 Mar | 17h00 | FNAC Almada
31 Mar | 18h30 | FNAC Stª Catarina
31 Mar | 22h00 | FNAC MarShopping
01 Abr | 17h00 | FNAC Gaia Shopping
01 Abr | 22h00 | FNAC Norte Shopping


publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 27.01.17

caracol.jpg

 

 
Com novo álbum "Metade e Meia" a sair em Março de 2017, confirma-se a excelência deste artista singular cuja música apresenta uma mestiçagem muito própria, entre sonoridades de Portugal, Brasil e África. Tocou, entre outros, com Sara Tavares, Tito Paris, Jorge Drexler e Fernanda Abreu. Depois do sucesso do primeiro álbum Devagar, que apresentou nos EUA e em show case oficial na EXIB Música Iberoamericana, tem vindo a tocar em Portugal, Espanha e Brasil. Inicia agora a nova tour em Portugal a 14 de Fevereiro nas Caldas da Rainha, passando de seguida por várias cidades dos país. Fecha esta primeira fase de concertos no dia 25 de Maio no Porto ( Casa da Música) e dia 26 de Maio em Lisboa ( Cinema S. Jorge).


Novo álbum à venda a 10 de Março!
 
 
Tour " Metade e Meia" 

14 Fev | Caldas da Rainha| Centro Cutural das Caldas
25 Fev | Seixal | Auditório do Fórum Cultural do Seixal
04 Mar | Vila Nova de Famalicão | Casa da Artes
10 Mar | Sesimbra | Cine Teatro João Mota
17 Mar | Cuba | Centro Cultural
30 Mar | Coimbra | Conservatório de Música
07 Abr | Leiria | Teatro Miguel Franco
08 Abr | Silves | Teatro Mascarenhas Gregório
17 Mai | Santa Maria da Feira | Teatro António Lamoso
25 Mai | Porto | Casa da Música
26 Mai | Lisboa |Cinema S. Jorge

 
www.amplaportugal.com
 


publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 28.06.16

luizcaracol.jpg

 

 

Enquanto Luiz Caracol ultima as gravações do seu novo álbum, "Metade",  pode já preparar-se para ouvir em primeira mão, se não metade, pelos menos parte dos seus novos temas em concerto:

08 Julho – 00h00 -  Almada (Festival de Almada - Escola António Costa)
15 Julho -  21h30 - Bragança (Palco da Praça - Teatro Municipal)
16 Julho – 21h30 - Vila Real (Teatro Municipal)
17 Julho – 21h30  - Ilha de Arousa - Galiza (Festas de Arousa)
19 Julho – 21h30  - Santiago de Compostela (Praça do Toural)



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 18.05.16
Luiz Caracol - "Por Acaso" disponível gratuitamente na segunda "Metade" do mês de Maio.

O novo álbum de Luiz Caracol, “Metade”, será editado na segunda metade do segundo semestre – a segunda metade – deste ano. Mas, para deixar água na boca, de 17 de Maio a 1 de Junho – uma “metade” de mês certinha –, o single de avanço do álbum, “Por Acaso”, será disponibilizado gratuitamente no Soundcloud através do link:https://soundcloud.com/luizcaracol/por_acaso



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 13.05.16

 

Letra

 

Por acaso (Letra e música: Luiz Caracol)
 
Avistei-a por acaso
No balcão lá no café
Trazia calça ajustada
E uma sandália rasa
Presa ao dedo do pé
 
No cabelo usava franja
À cintura um avental
Deslizava na esplanada
Tinha samba da passada
E nem era carnaval
 
Quis ouvir como falava
Para ver se combinava
Com tudo o resto que vi        
Revelou-se bem disposta
Teve assunto e resposta
E passei a tarde ali
 
Não sei se é ela
Quem irá ser para mim
Não sei se é ela
Mas podia ser assim
 
Não sei se é ela
Quem virá a ser a tal
Não sei se é ela
Mas podia ser igual
                                  
Com o seu ar engraçado
Perguntou-me o que fazia
Respondi-lhe sem pudor
Canções de escárnio e de amor
Mas que ninguém as ouvia
 
Sorriu com aquele olhar
Que devia ser piada
Como não me conhecia
Achou que o que lhe dizia
Era conversa fiada

Só que era tão verdade
Que ia deixar a cidade
E tentar a sorte lá fora
Tinha o bilhete na mão
Mas também o coração
A não querer ir embora
 
Não sei se é ela
Quem irá ser para mim
Não sei se é ela
Mas podia ser assim
 
Não sei se é ela
Quem virá a ser a tal
Não sei se é ela
Mas podia ser igual
 
Despedi-me sem saber
Se teria que a esquecer
E o que ali se passou
Parti meio triste meio down
Caminhava em Camden Town
Quando um dia me ligou
E eu fui no primeiro voo
 
Não sei se é ela
Quem irá ser para mim
Não sei se é ela
Mas podia ser assim
 
Não sei se é ela
Quem virá a ser a tal
Não sei se é ela
Mas podia ser igual
 
Não sei se é ela quem é pra mim, mas podia ser assim
Não sei se é ela quem é a tal, mas podia ser igual

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 12.05.16

luis caracol.jpg

 

 

Luiz Caracol
estreia hoje o videoclip do novo single
“ Por acaso"

“Por acaso” é o nome do primeiro single do segundo álbum de Luiz Caracol( letra e música), que terá o título de “Metade” e que representa bem, não só a mestiçagem do Luiz e da sua música, como toda a mistura que se escontra em si, nas suas influências e no seu trabalho a solo.


Neste seu tema de estreia podem encontrar-se muitos dos elementos que inspiram a sua maneira de sentir e de fazer música, onde se misturam sonoridades e cores de uma Lisboa mulata, com palavras de uma letra sobre um encontro tão casual e tão bairrista, típicos de uma cidade tão única como ela é.

 

 


Gravado na Tasca Beat do Rosário, em Alfama, generosamente cedida pela família OqueStrada, com a participação especial da Marta Miranda e dos músicos Norton Daiello e Ruca Rebordão.

 

Facebook Oficial 



publicado por olhar para o mundo às 23:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 24.12.13

 

 

letra

 

Dizem que finjo ou minto
Tudo que escrevo. Não.
Eu simplesmente sinto
Com a imaginação.
Não uso o coração.

Tudo o que sonho ou passo,
O que me falha ou finda,
É como que um terraço 
Sobre outra coisa ainda. 
Essa coisa é que é linda. 

Por isso escrevo em meio 
Do que não está de pé, 
Livre do meu enleio,
Sério do que não é. 
Sentir? Sinta quem lê! 

 

Dizem que finjo ou minto
Tudo que escrevo. Não.
Eu simplesmente sinto
Com a imaginação.
Não uso o coração.

Tudo o que sonho ou passo,
O que me falha ou finda,
É como que um terraço 
Sobre outra coisa ainda. 
Essa coisa é que é linda. 

Por isso escrevo em meio 
Do que não está de pé, 
Livre do meu enleio,
Sério do que não é. 
Sentir? Sinta quem lê! 



publicado por olhar para o mundo às 08:50 | link do post | comentar

Quarta-feira, 16.10.13

 

 

Letra

 

Despertei em graça
No meio da praça
E de um só momento
Eu fiz um momento

Procurei-te norte e sul
Todo o mapa mundo
Inventei-te e encontrei-te a cada segundo

Por querer mais, por querer tanto
Ao que é de mais, ao que é espanto

Saí daqui, subi à lua, sempre atrás de ti
Cobri o céu, tava na tua e
Saí daqui, subi à lua, sempre atrás de ti
Cobri o céu, tava na tua e não resisti

Eu tava na tua

Ao som dos teus passos
Levantei os braços
Desci a ladeira
Sacudi poeira

Por querer mais, por querer tanto
Ao que é de mais, ao que é espanto

Saí daqui, subi à lua, sempre atrás de ti
Cobri o céu, tava na tua e..
Saí daqui, subi à lua, sempre atrás de ti
Cobri o céu, tava na tua e não resisti

 

 

"Tava na tua" é o segundo single do álbum "Devagar" do Luiz 
Caracol, com a participação especial da cantora Sara Tavares
Letra e Música Luiz Caracol e Sara Tavares
Realização e Montagem: Aurélio Vasques



publicado por olhar para o mundo às 00:44 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25.09.13

 

 

letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 08:31 | link do post | comentar

Terça-feira, 13.08.13

 

Letra

 

Girl, I'm in love with you
This ain't the honeymoon, 
past the infatuation phase
Right in the thick of love
At times we get sick of love
It seems like we argue everyday

I know I misbehaved
And you made your mistake
And we both still got room left to grow
And though love sometimes hurts
I still put you first
And we'll make this thing work
But I think we should take it slow

We're just ordinary people
We don't know which way to go
'Cos we're just ordinary people
Maybe we should take it slow
Take it slow
This time we'll take it slow
Take it slow
This time we'll take it slow

This ain't a movie, no
No fairytale conclusions, y'all
It gets more confusing everyday
Sometimes it's heaven sent
Then we head back to hell again
We kiss then we make up on the way

I hang up, you call
We rise and we fall
And we feel like just walking away
As our love advances, 
we take second chances
Though it's not a fantasy 
I still want you to stay

We're just ordinary people
We don't know which way to go
'Cause we're just ordinary people
Maybe we should take it slow
Take it slow
This time we'll take it slow
Take it slow
This time we'll take it slow

Maybe we'll live and learn
Maybe we'll crash and burn
Maybe you'll stay, maybe you'll leave, 
maybe you'll return
Maybe another fight, 
maybe we won't survive
Maybe we'll grow we never know
Baby, you and I

We're just ordinary people
We don't know which way to go, yeah
'Cause we're just ordinary people
Maybe we should take it slow
We're just ordinary people
We don't know which way to go

'Cause we're just ordinary people
Maybe we should take it slow
Take it slow
This time we'll take it slow
Take it slow
This time we'll take it slow
Take it slow, slow
This time we'll take it slow
Take it slow
This time we'll take it slow




publicado por olhar para o mundo às 08:53 | link do post | comentar

Sábado, 30.03.13

 

 

letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 08:57 | link do post | comentar

Domingo, 17.03.13

 

 

letra

 

Saía de casa apressada

descia a pé a calçada

achava ser dona da rua

que toda a cidade era sua

 

comprava tabaco na esquina

falava com voz de menina

seguia pelo bairro afora

com o olhar de quem devora

 

parava à noite no Chico

onde havia fado vadio

pra se dar ao bailarico

e alternar ao desafio

 

vendia ares de segura

e com opinião solene

e como diz o Godinho

ela queria ser Dietrich

mas nem chegou a Marlene

 

sorria como quem sabia

gozava as frases que ouvia

passava em bicos de pés

por cima da sua altivez

 

andava toda decidida

sonhava marchar na avenida

trazia as roupas cintadas

e as novas curvas compradas

 

 

parava à noite no Chico

onde havia fado vadio

pra se dar ao bailarico

e alternar ao desafio

pra se dar ao bailarico
e alternar ao desafio

 

vendia ares de segura

e com opinião solene

e como diz o Godinho

ela queria ser Dietrich

mas nem chegou a Marlene

mas nem chegou a Marlene

mas nem chegou

mas nem chegou

mas nem chegou a Marlene



publicado por olhar para o mundo às 15:43 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Luiz Caracol - Impuro com...

Luiz Caracol - Ser da Lat...

Luiz Caracol - Não quero

"Falhou na Dança" novo vi...

Luiz Caracol - Falhou na ...

Luiz Caracol - A primeira...

Luiz Caracol "Metade e M...

Luiz Caracol - Álbum " Me...

Luiz Caracol apresenta "M...

Luiz Caracol "Metade e Me...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds