Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Quando me olhas assim O meu heart enlouquece Esqueço o stress ADVERTISING Quando a tua mão desce Matas-me de beijos Evolves-me em desejos É esse teu beijo Deixa-me tantas vezes sem jeito Será que é preciso gritar Para acreditares no que sinto Amar-te é proibido Mas eu acredito que Não mereço nenhum castigo Deixa-me te mimar Abraçar-te só um bocadinho Não tenhas medo Este é o teu destino Ficar comigo e eu contigo Por isso digo-te ao ouvido Sunshine, Sunshine (...)
  Letra   Ya empezó la fiesta y no va parar Traigo la música latina en las venas Com lo más sabroso que viene del mar Entre las olas el sol y la arena Me encanta su sabor, me desespera El mundo entero lo vá a disfrutar Esto hace que se muevan tus caderas No pararas de bailar El olor se siente al tumbao del ritmo La sabrosura la esconde el caparazón Al bailar el mundo entero comiendo marisco Que es la fiesta del camarón Camarón, camarón, hay que picazón Se me pone la cara (...)
  Letra   Depois de tantos anos Hoje consigo dizer As palavras que guardei E não consigo esquecer Sofri em silêncio Cai e me levantei Fui à luta e tentei Mas perdi pois te afastei Que pena a vida nos afastou Desistimos não lutamos Porque o destino não deixou Ele se arrependeu Voltou a trás e está-nos a ver O destino quer unir para sempre tu e eu Para sempre tu e eu Si digo la verdad nunca te pude olvidar a tu recuerdo me abrazaba Cada noche mucho más Mi cuerpo (...)
  Letra   Sonhos que sonhei Onde estão Horas que vivi Quem as tem De que serve ter coração E não ter o amor de ninguém. Vivo de saudades, amor A vida perdeu fulgor, Como o sol de inverno Não tenho calor. Sonhos que sonhei Onde estão Horas que vivi Quem as tem De que serve ter coração E não ter o amor de ninguém. Vivo de saudades, amor A vida perdeu fulgor, Como o sol de inverno Não tenho calor. 
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email