Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Nós somos um, nós somos iguais Em vez de falarmos mandamos postais Nós somos dois, nós somos pardais Fomos alvejados por cantar demais Tira-me os pregos debaixo dos pés Vamos caminhar por outras marés Eu vou dar a volta ao mundo Para roubar mais um segundo Quero beijos seus Voltarei em boa hora O regresso não demora Quero beijos teus Nós desta vez sabemos que prevês Casar viver nas torres de um jogo de xadrez Tira-me os pregos debaixo dos pés Vamos caminhar (...)
    letra   Dão nas vistas em qualquer lugar  Jogando com as palavras como ninguém  Sabem como hão-de contornar  As mais directas perguntas  Aproveitam todo o espaço  Que lhes oferecem na rádio e nos jornais  E falam com desembaraço  Como se fossem formados em falar demais  Demagogia feita à maneira  É como queijo numa ratoeira  P’ra levar a água ao seu moinho  Têm nas mãos uma lata descomunal  Prometem muito pão e vinho  Quando abre a caça eleitoral  Des (...)
letra No bairro do amor a vida é um carrossel onde há sempre lugar para mais alguém o bairro do amor foi feito a lápis de cor por gente que sofreu por não ter ningém No bairro do amor o tempo morre devagar num cachimbo a rodar de mão em mão no bairro do amor há quem pergunte a sorrir: será que ainda cá estamos no fim do verão? Eh, pá, deixa-me abrir contigo desabafar contigo falar-te da minha solidão Ah, é bom sorrir um pouco descontrair-me um pouco eu sei que tu (...)
Letra   Sempre que o amor me quiser  Basta fazer-me um sinal  Soprado na brisa do mar  Ou num raio de sol  Sempre que o amor me quiser  Sei que não vou dizer não  Resta-me ir para onde ele for  E esquecer-me de mim  E esquecer-me de mim  Como uma chama que se esquece  Numa fogueira que arde de paixão  Sempre que o amor me quiser  Sei que a razão vai perder  Que me hei de entregar outra vez  Como a primeira vez  Sempre que o amor me quiser  Vou-me banhar (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email