Segunda-feira, 17.11.14

 

Letra

 

Música feita apenas com vozes, sem recurso a qualquer instrumento, virtual ou não.

Eu vou até ao fim do mundo
Dá-me um só segundo, eu...
Provo que é possível lá chegar
Tudo o que é difícil, quer um sacrifício
Cabe a ti a vontade de o dar
Eu vou até ao fim do mundo
Dá-me um só segundo, eu...
Provo que é possível lá chegar
Tudo o que é difícil, quer um sacrifício
Cabe a ti a vontade de o dar

Eu estava preso nos 14 ao futuro com ambiçoes
De fazer a minha música faltavam condiçoes
Mantive o sonho em segredo só com duas opçoes
Ou me foco no objetivo ou sou carne para canhoes
Comecei por pegar nos fones do Walkman
E o microfone que havia era de falar no MSN
E dei por mim a querer a inteligência nos pés
Mas é a tua vontade que faz aquilo que tu és
E se nao havia meios para atingir os fins
Eu fazia PopFilter's com meias e carapins
A gravar quase sentado por culpa do comprimento
Do fio dos meus fones que nao era suficiente
Velhos tempos e assim mais de um ano
A fazê-lo por gosto pela música que eu Amo
E nunca estive a espera que alguém me desse crédito
Porque sou o primeiro a reconhecer o meu mérito

Eu vou até ao fim do mundo
Dá-me um só segundo, eu...
Provo que é possível lá chegar
Tudo o que é difícil, quer um sacrifício
Cabe a ti a vontade de o dar
Eu vou até ao fim do mundo
Dá-me um só segundo, eu...
Provo que é possível lá chegar
Tudo o que é difícil, quer um sacrifício
Cabe a ti a vontade de o dar

Cheguei a um ponto em que já nao aguentava
A cabeça nao para mas o material nao dava
Focado no objetivo de ir espalhando a palavra
Com duas opçoes: Agia ou Chorava
Defini prioridades pronto para assumir o risco
Vendas sem contrato longe do olhar do fisco
Vasculhei a casa em busca de coisas antigas
Material de som e quatro pares de sapatilhas
Nao rendeu muito mas ganhei o suficiente
Para agora poder dizer que tenho um material decente
Desmotivado por nao ter produtores
Até ver que com a boca eu faço instrumentais melhores
Falta isolar o quarto e fazer dele o meu estúdio
Procurei orçamentos, e fiquei estupido
Mas a mente nao para e durante dois meses
Troquei a tinta por colchoes e cortiça nas paredes

Tal como tu em vao, ja senti a voz rouca
O truque é fazer por amor nunca deixar que ele morra
Se queres um Saxofone e ves que a pasta é pouca
Procura imitá-lo com a boca

Eu vou até ao fim do mundo
Dá-me um só segundo, eu...
Provo que é possível lá chegar
Tudo o que é difícil, quer um sacrifício
Cabe a ti a vontade de o dar
Eu vou até ao fim do mundo
Dá-me um só segundo, eu...
Provo que é possível lá chegar
Tudo o que é difícil, quer um sacrifício
Cabe a ti a vontade de o dar

 



publicado por olhar para o mundo às 17:45 | link do post | comentar

 

Letra

 

Rapo a cabeça para arrumar o assunto
Das metas do meu futuro, nesta bola de cristal
Quanto a beleza? já não desço mais fundo
Estou a viver a ternura dos quarenta aos vinte e tal
Olha para mim a disfarçar a calvice
grande assunto para um tema, só mesmo o rap para poder falar disso
"Tas a falar mal do rap bacano, ganha é juizo"
é o meu cabelo e o teu cérebro, também não existe
"Boy manda la um improviso só para ver do que és capaz"
Estou sem paciência para isso, acho que estou a ficar velho
Querem fazer de mim artista, eu só quero ser bom rapaz
E por um sorriso na cara de quem me deu tudo o que tenho
Reis obrigado pelo beat
Talvez nunca o leve a palco, se não encontrar bons músicos
porque entre amigos esta difícil, e a guita vai-se no passe
não me posso dar ao luxo de estar a pagar um anuncio
Nesse dia em que o mundo, já não me quiser ouvir
Sabes que apesar de tudo, eu vou continuar aqui
Prometo que num futuro, tudo o que ouvirás de mim
Podia ser diferente, eu sei, mas
Faço o que me faz sorrir

Sabes que no fim de tudo
toda essa fama e orgulho
vão ficar pelo caminho
e o que foste tanto faz
Pensa só por um segundo
No que deixarás ao mundo
jamais ficaras sozinho
sendo honesto e bom rapaz

Estas a acusar a pressão,
e o teu comportamento insere-se num padrão social
Temes tanto a rejeição que criaste um habitat artificial
e um modus operandi pra poder habita-lo
Repara, querem que eu venha da rua
trate mulheres como trunfos, fale de fumos e drunfos e eu nem fumei se
me perguntares de onde eu venho, como é que o meu som subiu
sou obrigado a dizer: vim do myspace
Olha pra mim a dar facadas no rap
para lhe dar mais profundidade, tipo lucio fontana
Tu tas a ouvir gajos no rap, que o vão envergonhar
quando acabar a puberdade, tipo Hannah Montana
Eu, estou habituado desde o tempo do gameboy
a ter tudo mais tarde, agoro colo em pokemons
E tu? tu não devias viver envergonhado
Por não caber na expectativa dos outros, dá o que podes

 

Voz & letra: L
Instrumental: REIS
Mistura: L
Masterização: REIS [LockDown Studios]

 



publicado por olhar para o mundo às 08:43 | link do post | comentar

Quinta-feira, 13.11.14

 

Letra

 

Refrão:
Quando parece que está tudo bem
Tu vens a dizer que foi ela e eu pergunto, quem?
A tua amiga que está sem ninguém
E gosta de roubar o pouco que outra gente tem

Tudo o que é demais enjoa
E eu não sabia que ela e tu afinal fazem uma só pessoa
Se é contigo que eu discuto mas ela é que se magoa
Com quem é que hei-de falar para ficar tudo numa boa?
Va la, se ela diz mal de mim vai la busca-la
É uma oportunidade para assim poder conhece-la
Diz que eu não te mereço, nunca me falou na vida
Busca a tua felicidade para bebê-la
“Porque ela diz que arranjo bem melhor com o meu feitio
Que há muitos por aí e eu a perder tempo contigo
Trata-me por amor e diz que só quer o meu bem
Ela é mais velha e sabe bem do que fala olha o que eu te digo”
Só podes estar a brincar
Se sabe tanto de amor porque é que nem da própria vida ela foi capaz de cuidar?
Tem um homem por mês e por aí já se vê
E se ela só quer o teu bem então eu quero o quê? Menos…

Refrão:

Procurei chamar-te a parte para falarmos um pouco
Queria dizer o que sinto para sair do sufoco
Tu vens-me com um olhar de susto a perguntar se estou louco
Tipo que eu lutar por ti para ti é algo novo
E ela vem puxar-te o braço e quer levar-te para longe
Pagar-te um copo com o amigo novo que conheceu hoje
E ele diz “olá tudo bem?” O resto é coro repetido
Diz que avance para o refrão dessa canção do bandido
E eu aqui fico com o meu ar enxabido
Claro que fiquei chateado para não dizer fodido
Conheceu-o a umas horas e diz que é bom partido
Que tem princípios e valores que se combinam contigo?
Quem te avisa é teu amigo e ela não é boa peça
Quer parceira para a má vida, alguém que não a impeça
Por isso se acabares comigo só quero uma promessa
Que seja pela tua cabeça, não por aquilo que esse espetador pensa

Refrão
+
Bridge:
Não contes nada a ninguém
Do que depender dela jamais
Nós ficaremos bem

E eu estou com amigos a pagar-me um copo, Fica com ela que isso passa logo
Já todos tivemos fases iguais, Paz e amor, guerras de casais
Não vás la falar no calor do momento, Bebe um bagaço, toma o teu tempo
As pazes guardam o melhor para o fim, Dá-lhe espaço, vai por mim
E tu no paleio com o amigo bazofe, Que paga-te a noite em copos de eristoff
Que belo partido que a amiga arranjou, Tas com ar de frete e ela nem reparou
E ele vê que não tás nem aí, bazou, Tanta coisa e nem o nome perguntou
E amiga que já faturou, Pisca-te o olho e diz-te: já vou mas…
Nem sabe o que sentes, diz o que esperas ouvir
Sei porque toda a gente teve a espécie de amigo assim
Se é pra falar dos teus problemas ele não está nem aí
Porque no fundo só quer saber de si, e de si

 

Créditos da Música:
Instrumental produzido por: Upgrade 61
Mistura e Master por: Carlos Ferreira
Voz e letra por: L

 



publicado por olhar para o mundo às 13:41 | link do post | comentar

Segunda-feira, 20.10.14

 



publicado por olhar para o mundo às 08:39 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

L - A Prova ( A Capella )

L - Bom Rapaz

L - A Tua Amiga

Prado - Rupu

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
"Estou cheio de arrependimento, cheio de dorese tu...
E é "Não dizem duas quando estão ao pé de ti"...
com o soquete p'lo artelho, um soquete é uma meia.
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
blogs SAPO
subscrever feeds