Quinta-feira, 22.05.14

 

Letra

 

O povo trabalha

o povo não é calão

ao contrário daqueles

que tiram cursos à pressão

 

saltam de cadeira

como quem muda de camisa

jogam ao defesa

é autocarro na baliza

 

e o tempo vai passando

e os luxos vão ficando

mas até quando 

até quando

 

Não há tachos para todos

não há tacho pra ninguém

Não há tachos para todos

não há tacho pra ninguém

 

divide o pão partilha

ajuda não humilha

Não há tachos para todos

não há tacho pra ninguém

 

 

os doutores inauguram

vão a mercados vão a feiras

tiram a gravata

escondem as peneiras

 

um discurso um abraço

mais um aperto de mão

o teatro está montado

abriu a caça ao parvalhão

 

e o tempo vai passando

e os luxos vão ficando

mas até quando 

até quando

 

Não há tachos para todos

não há tacho pra ninguém

Não há tachos para todos

não há tacho pra ninguém

 

divide o pão partilha

ajuda não humilha

Não há tachos para todos

não há tacho pra ninguém

 

e o tempo vai passando

e os luxos vão ficando

mas até quando 

até quando

 

 

Não há tachos para todos

não há tacho pra ninguém

Não há tachos para todos

não há tacho pra ninguém

 

divide o pão partilha

ajuda não humilha

 

Não há tachos para todos

não há tacho pra ninguém

 

está tudo mal

não há papel

nem para comprar o farnel

nem para ler o jornal

meter o puto na escola

beber uma jola

abanar a carola

isto não é vida para ninguém

uns com tanto e outros sem

eu amo,

eu adoro o meu país

mas por favor

deixem-me também ser feliz



publicado por olhar para o mundo às 08:41 | link do post | comentar

Quinta-feira, 13.06.13

Kalu


KALÚ LEVA «COMUNICAÇÃO» AO MUSICBOX

MÍTICO BATERISTA ACTUA NA SALA LISBOETA NO PRÓXIMO DIA 15 DE JUNHO

 

A viagem de Kalú com «Comunicação» não pára: no próximo dia 15 de Junho, o mítico baterista e fundador dos Xutos & Pontapés leva o seu primeiro álbum a solo, que foi editado pela Universal Portugal no início do ano, ao Musicbox, em Lisboa. O concerto tem início marcado para as 23h00 e os bilhetes, que podem ser adquiridos em pré-venda, na Blueticket, ou à entrada do clube lisboeta, custam seis euros.

Para Kalú, editar a solo, ao fim de mais de três décadas de carreira, foi «um processo natural», instigado, sobretudo, «pelos amigos e família»«Comunicação» é composto por uma dezena de canções que nasceram quando Kalú estava a trabalhar no mais recente registo dos Xutos & Pontapés. «Estávamos todos a fazer músicas e eu fui fazendo coisas mas sentia que, algumas, não se encaixavam no perfil dos Xutos».

As ideias não morreram e deram início a um documento onde Kalú se apresenta como nunca antes visto: na linha da frente, dando a cara e a voz às letras de Vasco Ferreira e do produtor Ramon Galarza. Com uma experiente e entusiasmante carreira, o baterista nunca perdeu o seu olhar apaixonado em relação ao rock – o que o leva a afirmar que, com «Comunicação»«parece que voltei a nascer para a música».



publicado por olhar para o mundo às 12:26 | link do post | comentar

Quinta-feira, 18.04.13

Kalú Comunicação


KALÚ VAI ACTUAR NO 19º SUPER BOCK SUPER ROCK

MÍTICO BATERISTA LEVA AO MECO «COMUNICAÇÃO», O SEU PRIMEIRO ÁLBUM A SOLO

 

Kalú vai marcar presença no 19º Super Bock Super Rock. Com actuação marcada para dia 18 de Julho, o autor de «Comunicação» junta-se, assim, a um cartaz que inclui Queens of the Stone Age, The Killers, entre muitos outros. Ao Meco, o mítico baterista e fundador dos Xutos & Pontapés leva o seu primeiro álbum a solo, que foi editado pela Universal Portugal no início do ano e que levou este veterano do rock nacional a afirmar: «parece que voltei a nascer para a música».

Para Kalú, editar a solo, ao fim de mais de três décadas de carreira, foi «um processo natural», instigado, sobretudo, «pelos amigos e família»«Comunicação» é composto por uma dezena de canções que nasceram quando Kalú estava a trabalhar no mais recente registo dos Xutos & Pontapés. «Estávamos todos a fazer músicas e eu fui fazendo coisas mas sentia que, algumas, não se encaixavam no perfil dos Xutos». As ideias não morreram e deram início a um documento onde Kalú se apresenta como nunca antes visto: na linha da frente, dando a cara e a voz às letras de Vasco Ferreira e do produtor Ramon Galarza.

Toda a gente sabe que a música faz parte de Kalú e que, para si, o rock é tão importante como o ar que respira. Não é, por isso, de estranhar que «Comunicação» tenha sido feito, única e exclusivamente, pelo prazer de tocar. «Fiz este álbum porque adoro fazer músicas. Estou a divertir-me imenso, a adorar esta experiência. E espero que as pessoas gostem». Um prazer que todos vão poder apreciar num dos maiores festivais portugueses!



publicado por olhar para o mundo às 23:20 | link do post | comentar

Quarta-feira, 30.01.13

 

 

letra

 

Viver a vida sempre preocupado
Passar o tempo sem ir a nenhum lado
Deixa-me seco, eu vivo esgotado
Tendo prazeres em dias alternados

E ando sempre vivendo estados
E por vezes bem desamparados
Rebusco os cantos, nem sempre recheados
Eu faço as coisas tão desnorteado

Mas em dias por vezes espaçados
Vêm-me à cabeça pontos desfocados
Desse mundo sempre agitado
Possível sonho todo bem rodado
E na TV,produtos embalados
Entram em nós, bem camuflados
Como é que eu fico, eu fico engasgado
Com o novo mundo mesmo ali ao lado

Está mesmo ali ao lado

E eu vou ter que sair, e eu vou ter que partir
Finalmente vais ver
O que é que iria ser, o que é que eu iria ter

N'América
N'América



publicado por olhar para o mundo às 17:07 | link do post | comentar

Segunda-feira, 28.01.13
 
Letra

Já não sei

Que mais posso fazer

O que devo dizer pra entender

 

Já tentei

Esperar o amanhecer

Ver o sol nascer

Pra me conhecer

 

Baixo as armas, tiro o escudo e o mundo

Às vezes eu preferia ser surdo ou mudo

Os dois ou nenhum

Apenas ter o meu espaço

E o vento, e o meu traço, desembaraço

 

Que posso dar pra te chegar?

(já não sei, eu não sei)

O que hei-de falar pra te alcançar?

(já não sei, eu não sei)

 

Um dia eu vou encontrar

Nem que seja a cantar por ti

E nesse dia saberei como cheguei aqui

Depois do fim vem um início

Eu vou recomeçar

 

O espelho sorri pra mim

Vai ser hoje

Eu vou longe

Acredito que sim

 

Parece tão fácil

É um assunto frágil

Como a flor que dá vida ao jardim

 

Quero falar, não me sai a palavra

Eu quero expulsar a sensação amarga

Que mata e corrói!

Que agarra e que dói, só destrói

Gostava de ser um herói

 

Que posso dar pra te chegar?

(já não sei, eu não sei)

O que hei-de falar pra te alcançar?

(já não sei, eu não sei)

Um dia eu vou encontrar

Nem que seja a cantar por ti

E nesse dia saberei como cheguei aqui

Depois do fim vem um início

Eu vou recomeçar

 

 

Vasco Ferreira / Kalú



publicado por olhar para o mundo às 22:55 | link do post | comentar

Kalú

 

APRESENTAÇÃO OFICIAL DA ESTREIA A SOLO DO MÍTICO BATERISTA MARCADA PARA 7 DE FEVEREIRO, NO TEATRO DO BAIRRO, EM LISBOA, E 14 DE FEVEREIRO, NO HARD CLUB, NO PORTO

EDIÇÃO ESPECIAL FNAC COMPOSTA POR DISCO E BILHETE PARA CONCERTO DE APRESENTAÇÃO JÁ ESTÁ DISPONÍVEL!

A espera, finalmente, terminou: «Comunicação», o primeiro álbum de Kalú, chega hoje às lojas! A estreia a solo do mítico baterista e fundador dos Xutos & Pontapés tem sido aguardada com tremenda expectativa e as declarações do próprio autor só elevaram a antecipação. Segundo Kalú, com «Comunicação»«parece que voltei a nascer para a música».

As 10 canções que compõem «Comunicação» nasceram quando o baterista estava a trabalhar no mais recente registo dos Xutos & Pontapés. «Estávamos todos a fazer músicas e eu fui fazendo coisas mas sentia que, algumas, não se encaixavam no perfil dos Xutos». Reuniu estas ideias e não as deixou morrer: Kalúassina todas as músicas das canções de «Comunicação», cujas letras ficam repartidas entre Vasco Ferreira e o produtor Ramon Galarza. Mas que se desengane quem pensa que a única surpresa de«Comunicação» é encontrar Kalú em nome próprio: «Pela Noite Dentro» marca, igualmente, a sua estreia como letrista.

À venda a partir de hoje, «Comunicação» está também disponível numa edição especial FNAC, composta pelo álbum e por um bilhete para um dos concertos de apresentação oficial, agendados para dia 7 de Fevereiro, no Teatro do Bairro, em Lisboa, e dia 14, no Hard Club, no Porto.

«Tu Aí», «Falhas» ou «Sem Eira Nem Beira» são documentos inesquecíveis aos quais Kalú deu voz. «No historial dos Xutos, desde o primeiro álbum, cantei sempre umas músicas. Esta coisa de cantar esteve sempre presente». Quem o conhece, sabe que a música faz parte dele, como o sangue que lhe corre nas veias. E também sabe que, para si, o rock é tão importante como o ar que respira. Não é, por isso, de estranhar que «Comunicação»tenha sido feito, única e exclusivamente, pelo prazer de tocar. «Fiz este álbum porque adoro fazer músicas. Estou a divertir-me imenso, a adorar esta experiência. E espero que as pessoas gostem».


Vídeo de Demagogía:





publicado por olhar para o mundo às 22:45 | link do post | comentar

Quarta-feira, 23.01.13

Kalu estreia-se a solo

O conhecido baterista do grupo rock português Xutos & Pontapés aventura-se a solo, com um álbum a lançar na próxima semana.

 

É já segunda- feira que Kalú, o icónico baterista do grupo rock Xutos & Pontapés, se estreia a solo com um álbum denominado Comunicação.

 

Baterista do grupo, desde a sua fundação em 1979, Kalú participou sempre em concertos e no trabalho de estúdio, no repertório da banda, mas nunca se tinha aventurado por um lançamento solitário. O disco acaba por resultar de composições que foi guardando, feitas ao piano, a maior parte delas criadas aquando do processo de escrita do novo álbum dos Xutos, a editar durante o corrente ano.

 

O produtor é Ramon Galarza, sendo as letras também da sua autoria, e de um dos filhos do baterista, Vasco Ferreira. Kalú assina a letra apenas de uma das canções. Do ponto de vista sonoro, segundo o baterista disse à Lusa, sentem-se as naturais afinidades com os Xutos, destacando temas como Demagogia ePela noite dentroComunicação será apresentado ao vivo a 7 de Fevereiro no Teatro do Bairro em Lisboa e no dia 14 no Hard Club do Porto.

 

Retirado do Público



publicado por olhar para o mundo às 21:18 | link do post | comentar

Quarta-feira, 26.12.12

 

 

letra

 

Eu senti-me um pouco
Tonto
Sem saber o que fazer
Talvez fosse a tua
Imagem
Talvez fosse por
Querer

Ao certo abriste-me a
Porta
Mas eu não queria entrar
Só queria uma miragem
Só queria naufragar

Faz tanto tempo
Tanto tempo
E eu não esqueci

E tu chegaste tão perto
Que te apertei no meu peito
Já não era uma miragem
Era a serio eras Tu
Era a serio eras Tu

Faz tanto tempo
Tanto tempo




publicado por olhar para o mundo às 08:52 | link do post | comentar

Sexta-feira, 14.12.12

 

 

letra

 

E vens tu com um sorriso
Como se fosses um amigo
Mascarado no teu brilho
A tua alma não a sinto

Queres ter o dedo no gatilho
E matar o teu próprio filho
Roubar o teu povo rico
Tu queres viver sozinho

Queres levar a emoção
Manipular a sensação
Censurar a paixão é opressão

Não vai ser assim
Isso não serve pra mim
Eu hei-de resistir em pé na luta até cair

E vens tu com o teu discurso
Mais um esforço é preciso
Metes a mão no meu salário
Viras o mundo ao contrário

Crias pobreza pra teu proveito
Queres um povo enfraquecido
Distraído, preocupado
Alienado ao teu estado

Tudo o que temos vai pró teu bolso
Comes a carne, deixas o osso
Estás metido até ao pescoço
És o culpado

Não vai ser assim
Isso não serve pra mim
Eu hei-de resistir em pé na luta até cair

Fazes a demagogia
Eu faço a revolução

Devolve-me a nação


Queres levar a emoção
Devolve-me a nação
Queres levar a sensação
Devolve-me a nação


Mascarar a visão
Devolve-me a nação
Censurar a paixão
Devolve-me a nação

Vasco Ferreira / Kalú



publicado por olhar para o mundo às 13:45 | link do post | comentar

Segunda-feira, 29.10.12

Kalú, dos Xutos & Pontapés, estreia-se a solo. Ouça aqui o primeiro single,

 

Baterista dos veteranos do rock português edita primeiro álbum em janeiro.

Kalú, nome de "guerra" de Carlos Eduardo Cardoso Ferreira, 54 anos, baterista fundador dos Xutos & Pontapés, vai estrear-se a solo em janeiro. O disco, ainda sem título, é antecipado por "Demagogia", single que conta com letra de Sensi, nome do hip-hop português. 

O primeiro álbum de Kalú foi produzido por Ramon Galarza, colaborador de longa data do baterista. Em comunicado de imprensa, Galarza afirma que "desta vez, [Kalú] assume-se como solista, compondo, tocando e cantando os seus sentimentos mais íntimos. 

O primeiro concerto, ainda não confirmado, poderá acontecer a 28 de dezembro, em local a definir. 

Ouça aqui "Demagogia": 



Também Tim, vocalista e baixista dos Xutos, prossegue a sua carreira em nome próprio. O seu projeto Tim e Companheiros de Aventura - que junta Tim a nomes como como Celeste Rodrigues, Vitorino, Mário Laginha, Tereza Salgueiro e Rui Veloso - conhece agora nova edição. Trata-se de um CD/DVD com um registo de um concerto no Coliseu de Lisboa, em 2012, em que foram interpretados temas como "É Pra Amanhã" (de António Variações), "Por Quem Não Esqueci", da Sétima Legião, ou "Homem do Leme" (dos próprios Xutos). 

Há sensivelmente um ano, recorde-se que o guitarrista Zé Pedro lançou um disco que reúne colaborações com Jorge Palma, Rui Reininho, o mesmo Sensi que agora é responsável pela letra de "Demagogia" (de Kalú) e Paulo Gonzo, entre outros. Ao mesmo tempo, apresentou um novo projeto, Ladrões do Tempo, que o junta a Tó Trips e Pedro Gonçalves, dos Dead Combo, Samuel Palitos e Paulo Franco. 


Retirado do Blitz



publicado por olhar para o mundo às 21:40 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Viralata - Não Há Tachos ...

KALÚ LEVA «COMUNICAÇÃO» A...

KALÚ VAI ACTUAR NO 19º SU...

Homens da Luta & Kalú - "...

Comunicação - Kalú

Comunicação - O primeiro ...

Kalú, a estreia em álbum,...

Kalú e Zé Pedro- Era a Sé...

Demagogia - Kalú

Kalú, dos Xutos & Pontapé...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
"Estou cheio de arrependimento, cheio de dorese tu...
E é "Não dizem duas quando estão ao pé de ti"...
com o soquete p'lo artelho, um soquete é uma meia.
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
blogs SAPO
subscrever feeds