Segunda-feira, 11.08.14

 

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 17:03 | link do post | comentar

Domingo, 01.06.14

 

 

Letra

 

As pedras contam segredos do rio e guardam lembranças do mar 
O sul traz a alma e a cor do estio que a calma demora a espalhar 
A terra descobre tesouros que o vento nos vai contando devagar 
Mértola ai que tens tanto p´ra contar 

Irmã das areias que o tempo guardou na terra onde dorme o calor 
Destino de moura que o sol coroou e dizem que foi por amor 
Se o pulo do lobo te leva pró sul desertos de cobre a ferver 
Mértola ai que tens tanto p´ra dizer 

Pelo canto da tarde nas tardes do canto o encanto do sol a abalar 
Um deus ainda espreita p´la curva do rio que eu bem sei 
Mértola ai, Mértola ai 

A noite é uma história das arcas do tempo e nem dá p´lo mundo a rodar 
O pio da coruja descansa no vento invernos por adivinhar 
A vida tem gosto de mel e medronho caiada de paz e vagar 
Mértola ai que tens tanto p´ra contar 

Segredos do mundo guardados no trigo, eterna vontade a florir 
Museu de mistérios, terreiro de abrigo, vontade de nunca partir 
Serás alma gémea das terras do sul, o sul diz que sim a sorrir 
Mértola ai que tens tanto p´ra sentir




publicado por olhar para o mundo às 17:29 | link do post | comentar

Sexta-feira, 08.03.13

 

 

letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 17:27 | link do post | comentar

Terça-feira, 25.09.12

 

 

Letra

 

Senhora, senhora do Almortão
Senhora do Almortão
Ó minha linda raiana
Virai costas a Castela
Não queirais ser castelhana

Senhora, Senhora do Almortão
Senhora do Almortão
A vossa capela cheira
Cheira a cravos cheira a rosas
Cheira a flôr de laranjeira

Senhora, senhora do Almortão
senhora do Almortão
Eu p'ró ano não prometo
Que me morreu o amor
Ando vestida de preto



publicado por olhar para o mundo às 08:51 | link do post | comentar

Segunda-feira, 24.09.12

 

 

letra

 

Como se fosses de linho doce
Com que me cubro e adormeço
Ou pássaro que cantando fosse
Árvore de vento com que estremeço

Como se fosses na manhã silente
Cristal soprado na noite fria
Ou ar de neve luz transparente
Com o que o teu rosto inaugura o dia

Poema de Luís de Andrade
Música de Janita Salomé



publicado por olhar para o mundo às 17:48 | link do post | comentar

Segunda-feira, 14.02.11

 

 

Letra

 

Era um redondo vocábulo
Uma soma agreste
Revelavam-se ondas
Em maninhos dedos
Polpas seus cabelos
Resíduos de lar,
Pelos degraus de Laura
A tinta caía
No móvel vazio,
Congregando farpas
Chamando o telefone
Matando baratas
A fúria crescia
Clamando vingança,
Nos degraus de Laura
No quarto das danças
Na rua os meninos
Brincando e Laura
Na sala de espera
Inda o ar educa

 

Letra de Zeca Afonso

 

 



publicado por olhar para o mundo às 18:07 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Janita Salomé - Outra Ros...

Sebastião Antunes e Janit...

Vitorino & Janita Salomé ...

Janita Salomé & Dulce Pon...

Janita Salomé - Como Se F...

Redondo Vocábolo - Janita...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
"Estou cheio de arrependimento, cheio de dorese tu...
E é "Não dizem duas quando estão ao pé de ti"...
com o soquete p'lo artelho, um soquete é uma meia.
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
blogs SAPO
subscrever feeds