Quarta-feira, 02.12.15

 

Letra

 

Quem dorme à noite comigo
É meu segredo,
Mas se insistirem, lhes digo,
O medo mora comigo,
Mas só o medo, mas só o medo.

E cedo porque me embala
Num vai-vem de solidão,
É com silêncio que fala,
Com voz de móvel que estala
E nos perturba a razão.

Gritar quem pode salvar-me
Do que está dentro de mim
Gostava até de matar-me,
Mas eu sei que ele há-de esperar-me
Ao pé da ponte do fim.

 

 



publicado por olhar para o mundo às 22:13 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25.11.15

 



publicado por olhar para o mundo às 08:13 | link do post | comentar

Terça-feira, 24.11.15

 



publicado por olhar para o mundo às 17:13 | link do post | comentar

Sexta-feira, 20.11.15

 

Letra

 

Dicen que por las noches
no mas se le iba en puro llorar,
dicen que no comía
no mas se le iba en puro tomar;
juran que el mismo cielo
se estremecía al oír su llanto
Cómo sufrió por ella,
que hasta en su muerte
la fué llamando:

Ay, ay, ay, ay, ay, lloraba,
ay, ay, ay, ay, gemía,
ay, ay, ay, ay, cantaba
de pasión mortal moría.

Que una paloma triste
muy de mañana le va a cantar
a la casita sola
con sus puertitas de par en par;
juran que esa paloma
no es otra cosa mas que su alma,
que todavía la espera
a que regrese la desdichada.

Cucurrucucú, paloma,
cucurrucucú, no llores.
Las piedras jamás, paloma
qué van a saber de amores.

Cucurrucucú, cucurrucucú,
cucurrucucú, paloma no llores.

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Domingo, 08.11.15

 

Letra

 

Cheia de penas, cheia de penas me deito
E com mais penas, com mais penas me levanto
No meu peito, já me ficou no meu peito
Este jeito, o jeito de te querer tanto

Desespero, tenho por meu desespero
Dentro de mim, dentro de mim o castigo
Não te quero, eu digo que não te quero
E de noite, de noite sonho contigo

Se considero que um dia hei-de morrer
No desespero que tenho de te não ver
Estende o meu xaile, estende o meu xaile no chão
Estende o meu xaile e deixo-me adormecer

Se eu soubesse, se eu soubesse que morrendo
Tu me havias, tu me havias de chorar
Por uma lágrima, por uma lágrima tua
Que alegria me deixaria matar

Uma lágrima, por uma lágrima tua
Que alegria me deixaria matar

 



publicado por olhar para o mundo às 11:13 | link do post | comentar

Segunda-feira, 02.11.15

julioresende.jpg

 

 

"Fado & Further" é o nome do novo disco de Júlio Resende.


É um disco totalmente ao vivo gravado durante os concertos da tournée que Júlio Resende realizou entre 2014 e 2015.


Fado & Further conta com duas partes, uma a solo, em que o pianista nos traz novas visões sobre o cancioneiro fadista, um tema original, e um tema tradicional hispânico, e outra parte com a participação da espanhola Sílvia Pérez Cruz que cantou com Resende no concerto na Gulbenkian.

 

 

 

Retirado de Antena 1



publicado por olhar para o mundo às 10:13 | link do post | comentar

Domingo, 08.12.13

Amália por Júlio Resende

 

"Amália por Júlio Resende" é o primeiro disco a solo do pianista Júlio Resende, e que conta com algum do reportório de Amália Rodrigues.

 

O pianista Júlio Resende pegou no reportório de Amália Rodrigues e conseguiu um disco de elevada sensibilidade e intensidade.

 

Se sobre Amália já quase tudo foi dito, sendo considerada por muitos como o grande nome do Fado em Portugal, sobre Júlio Resende muito há ainda por descobrir.

 

Começou pelo Jazz, mas desde cedo se percebeu que os seus horizontes iam muito além de apenas um género musical.

 

Nos últimos anos foi-se aproximando cada vez mais do fado, acompanhando nomes como Hélder Moutinho ou Aldina Duarte. Para o seu primeiro álbum de piano solo decide revisitar o repertório de Amália Rodrigues.

 

E se muitos pensam que fado ao piano é algo de impossível, Resende mostra através de “Amália por Júlio Resende” exactamente o contrário.

 

Mais do que todos os grandes sucessos de Amália como “A casa da Mariquinhas”, “Foi Deus”, “Estranha forma de vida” ou “Uma casa Portuguesa”, Resende expõe o seu intimo, a sua sensibilidade, sendo o piano quase que um dos seus órgãos vitais.

 

No último tema deste disco, “Medo” para além do piano temos a voz inconfundível de Amália. 


Uma conjugação irresistível para quem ouve onde a sensibilidade do piano e a intensidade da voz de Amália se tornam arrebatadores. Chega a ser comovente.

 

Mais do que dar uma nova roupagem ao fado, Júlio Resende prova neste disco que o fado não tem que necessariamente ser acompanhado apenas de guitarra, viola e viola baixo.

 

Em “Amália por Júlio Resende” o piano do artista não desfigura o fado, fá-lo sobressair.

 

Retirado de HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 20:41 | link do post | comentar

Quarta-feira, 13.11.13

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música



publicado por olhar para o mundo às 17:46 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Sexta-feira, 25.10.13

 

Letra

 

Antes da chuva no rio
Antes de ser primavera
Antes do corpo vazio
Nunca estive á tua espera
Antes do corpo vazio
Nunca estive á tua espera

Antes da areia quebrar
Nas ondas da maré alta
Senti o cheiro do mar
Não senti a tua falta
Senti o cheiro do mar
Não senti a tua falta

Antes do mal que passei
Antes do bem que vivi
Nunca de ti me lembrei
Nem nunca pensei em ti
Nunca de ti me lembrei
Nem nunca pensei em ti

Antes da estrela cadente
Riscar o céu doutras luas
Antes do quarto-crescente
Não tive saudades tuas
Antes do quarto-crescente
Não tive saudades tuas

Não sei como, nem porquê
Antes *não sei* de que instantes
Meu amor antes de quê
Antes fosse como antes
Meu amor antes de quê
Antes fosse como antes 



publicado por olhar para o mundo às 10:45 | link do post | comentar

Segunda-feira, 07.10.13

 

Letra

 

Ó minha amada 
Que olhos os teus 
São cais noturnos 
Cheios de adeus 


São docas mansas 
Trilhando luzes 
Que brilham longe 
Longe nos breus... 

Ó minha amada 
Que olhos os teus 
Quanto mistério 
Nos olhos teus 


Quantos saveiros 
Quantos navios 
Quantos naufrágios 
Nos olhos teus... 

Ó minha amada 
Que olhos os teus 
Se Deus houvera 
Fizera-os Deus 


Pois não os fizera 
Quem não soubera 
Que há muitas eras 
Nos olhos teus. 

Ah, minha amada 
De olhos ateus 
Cria a esperança 
Nos olhos meus 


De verem um dia 
O olhar mendigo 
Da poesia 
Nos olhos teus.



publicado por olhar para o mundo às 08:06 | link do post | comentar

Domingo, 06.10.13
Letra

Queria ser teu namorado,
Morar dentro dos teus olhos;
Perder-me nos muitos folhos
Do teu vestido encarnado. 

Mas tu ficas à janela
Sem ver sequer quando eu passo;
E a tua frieza gela
O calor do meu abraço. 

Queria pegar-te na mão,
Deixar-me levar às cegas;
Perder-me nas muitas pregas
Do teu vestido de Verão. 

Mas tu nem olhas para mim
Não sabes que te desejo,
Deixas um gosto ruim
Na doçura do meu beijo.

Queria ser teu namorado,
Mas tu ficas à janela
porque ficas à janela?
porque ficas à janela?

Queria pegar-te na mão,
Queria pegar-te na mão,
Queria pegar-te na mão,
queria pisar o teu chão
depois beijar-te

Mas tu nem olhas para mim


A tua frieza gela (Maria do Rosário Pedreira/António Zambujo) 


publicado por olhar para o mundo às 17:59 | link do post | comentar

 

Letra

 

Meu amor é marinheiro 
E mora no alto mar 
Seus braços são como o vento 
Ninguém os pode amarrar. 

Quando chega à minha beira 
Todo o meu sangue é um rio 
Onde o meu amor aporta 
Meu coração - um navio. 

Meu amor disse que eu tinha 
Na boca um gosto a saudade 
E uns cabelos onde nascem 
Os ventos e a liberdade. 

Meu amor é marinheiro 
Quando chega à minha beira 
Acende um cravo na boca  
E canta desta maneira. 

Eu vivo lá longe, longe 
Onde moram os navios 
Mas um dia hei-de voltar 
Às águas dos nossos rios. 

Hei-de passar nas cidades 
Como o vento nas areias 
E abrir todas as janelas 
E abrir todas as cadeias. 

Assim falou meu amor 
Assim falou-me ele um dia 
Desde então eu vivo à espera 
Que volte como dizia. 

 



publicado por olhar para o mundo às 08:55 | link do post | comentar

Quinta-feira, 03.10.13

 

Letra

 

Quem dorme à noite comigo?
É meu segredo, é meu segredo!
Mas se insistirem, desdigo.
O medo mora comigo,
Mas só o medo, mas só o medo!

E cedo, porque me embala
Num vaivém de solidão,
É com silêncio que fala,
Com voz de móvel que estala
E nos perturba a razão.

Que farei quando, deitado,
Fitando o espaço vazio,
Grita no espaço fitado
Que está dormindo a meu lado,
Lázaro e frio?

Gritar? Quem pode salvar-me
Do que está dentro de mim?
Gostava até de matar-me.
Mas eu sei que ele há-de esperar-me
Ao pé da ponte do fim.



publicado por olhar para o mundo às 14:47 | link do post | comentar

 

Letra

 

Quem dorme à noite comigo,
É meu segredo.
Mas se insistirem lhes digo:
O medo mora comigo
Mas só o medo...

E cedo, porque me embala,
No vai-e-vem da solidão,
É com o silêncio que fala.
Com voz que move onde estala
E nos perturba a razão

Gritar, quem pode salvar-me?
Do que está dentro de mim?
Gostava até de matar-me
Mas eu sei que ele há de esperar-me
Ao pé da ponte, do fim.




publicado por olhar para o mundo às 00:25 | link do post | comentar

Quarta-feira, 02.10.13

 

Letra

 

Por que teimas nesta dor 
Por que não lhe queres dar fim 
Tu sabes que o nosso amor 
Não morre dentro de mim

 

Não te dou beijos fingidos 
Que a boca sabe a verdade 
Os teus lábios proibidos 
Prende a minha alma à saudade

 

Mesmo que ao beijar não sintas 
O que a tua boca diz 
Meu amor por mais que mintas 
Nos teus beijos sou feliz

 

Meu amor na tua boca, 
Há um silêncio que é nosso 
Um travo de coisa pouca 
E amar-te mais eu não posso



publicado por olhar para o mundo às 08:47 | link do post | comentar

Sábado, 27.10.12

 

 

letra

 

I'm not like them
But I can pretend
The sun is gone
But I have a light
The day is done
But having fun
I think I'm dumb
maybe just happy
(Think I'm just happy....)(4x)

my heart is broke
But I have some glue
help me inhale
And mend it with you
We'll float around
And hang out on clouds
Then we'll come down
And I have a hangover...(Have a hangover) (4X)

Skin the sun
Fall asleep
Wish away
The soul is cheap
Lesson learned
Wish me luck
Soothe the burn
Wake me up

I'm not like them
But I can pretend
The sun is gone
But I have a light
The day is done
But having fun
I think I'm dumb
maybe just happy
Think I'm just happy... 
think I'm just happy...
think I'm just happy...

I think I'm dumb.... 
I think I'm dumb....
I think I'm dumb....
I think I'm dumb....
I think I'm dumb....
I think I'm dumb...
.





publicado por olhar para o mundo às 08:02 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Amália por Júlio Resende ...

Enfrentar o Medo · Júlio...

Gaivota · Júlio Resende

Cucurrucucu Paloma · Júli...

Júlio Resende e Sílvia Pé...

"Fado & Further" é o nome...

"Amália por Júlio Resende...

Elisa Rodrigues e Júlio R...

Aldina Duarte e Júlio Res...

Júlio Resende & António Z...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
Posts mais comentados
blogs SAPO
subscrever feeds