Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Pediste calma e eu jurei ouvir Por cada pessa que te vi despir Se as saudades chovem As ruas não dormem Comigo à espera de ti Que a madrugada te traga assim Despida de vaidade até mim Que os outros não notem Que sou menos homem sem ti Adoro quando te mexes ao som Com a minha camisola e sem batom Com um olhar tão sério e natural Com cada tua curva surreal Amarrotamos lençóis e almofadas Sussuras ao ouvido que não queres mais nada A forma como me deixas aluado Faze (...)
  Letra   Se ela vai sorriso morre Se ela vai sorriso corre, para longe de mim Se ela vai sorriso morre Se ela vai sorriso corre, para longe de mim Se ela vai embora Eu fico sem chão Fiquei sem certeza, de que foi em vão Era o que eu queria, e ela não quis ver Era tudo o que eu podia E ela queria sem querer Se ela vai sorriso morre Se ela vai sorriso corre, para longe de mim Se ela vai sorriso morre Se ela vai sorriso corre, para longe de mim Não, eu já não sei No que é (...)
  Letra   Não me olhes assim, Que o mundo pára, eu só quero o teu beijo. Não me olhes assim, Faz de conta que és tudo o que eu tenho. Não me olhes assim, não Não me olhes assim, não. Não me olhes assim, Que o mundo pára, eu só quero o teu beijo. Faz de conta que nada passou, E que nem sabes quem eu sou. Faz de conta que tudo mudou Mas, eu sei Que não te dá jeito, E que eu sou suspeito, Mas não leves a peito, não. Então, eu queria que dissesses sim, E não quero uma (...)
  Letra   se alguma coisa estiver mal, avisem Não fiques para trás rapaz oh não fiques não fiques para trás Não fiques para trás rapaz oh não fiques não fiques não não yeah (bis) Eu não fico para trás e não tiro o pé Mas falas que tens o piruka e chamas-me André Não, já não sou o mesmo puto, dizes que mudei não é? Mas não me canso na luta eu luto disputo o puto ao pontapé Afinal então quem és? Não sei podes ser o que quiseres porque eu sei quem sou também (...)
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email