Terça-feira, 09.12.14

Natal em Grândola

 

A Câmara Municipal de Grândola promove este mês um conjunto de atividades, como concertos, mercado tradicional e exposições, para celebrar o Natal “um pouco por todo o concelho” do litoral alentejano.

A iniciativa pretende também “contribuir para a dinamização e revitalização do comércio tradicional”, divulgou hoje o município em comunicado enviado à agência Lusa.

Segundo a mesma nota, Grândola, no distrito de Setúbal, já está “engalanada” para festejar a quadra, com uma “árvore de Natal de 10 metros feita com lâmpadas de baixo consumo” e iluminação nos Paços do Concelho, no “emblemático” coreto e no “principal” jardim da vila.

“Recheadas de solidariedade e espírito natalício”, as atividades, que se desenrolam até ao dia 3 de janeiro, incluem a inauguração das obras de restauro dos altares de talha dourada da igreja Matriz de Grândola.

Na mesma igreja, o grupo Officium Ensemble, dirigido por Pedro Teixeira, atua no sábado à noite, seguindo-se, no dia 19, o concerto do coro da paróquia e da banda filarmónica da SMFOG, e, a 3 de janeiro, um recital de música sacra.

A XXVI Gala das Escolas de Música de Adélia Botelho anima a tarde de domingo, papel que cabe, na segunda-feira, ao concerto solidário dos alunos da Escola de Guitarra Portuguesa Mestre António Chainho, ambos no Cine Granadeiro.

Todos os sábados, há “mercadinho de Natal” no jardim 1.º de Maio, entre as 08h00 e as 16h00.

A solidariedade é o mote da feira que decorre no dia 18, entre as 10h00 e as 18h00, com a presença de um presépio vivo, no largo Catarina Eufémia, onde está patente uma exposição de pinheiros de Natal realizada por crianças do concelho.

O Cineteatro Grandolense é palco, a 13, às 15h30, das audições de Natal da Escola de Música da Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense (SMFOG) e a banda juvenil da mesma instituição atua no Cine Granadeiro, na tarde seguinte.

Outros concertos de Natal, com vários grupos da região, chegam a Azinheira dos Barros, a 20, a Santa Margarida da Serra, a 21, a Melides, a 27, ao Lousal, a 28, e ao Carvalhal, a 2 de janeiro.

Na freguesia de Melides, está patente, até 6 de janeiro, uma exposição de árvores recicladas e, a 20 de dezembro, realiza-se um mercado com artesanato, doçaria regional e animação infantil e musical.

A praia do Carvalhal recebe, a 14 de dezembro, uma prova solidária de pesca desportiva de mar.

Animação de rua, cinema, gastronomia, desfile da “família” Natal e passeio em bicicleta são igualmente atividades inseridas na iniciativa Natal em Grândola, que inclui ainda distrações para os mais pequenos durante as férias.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:34 | link do post | comentar

Sexta-feira, 06.12.13

Concerto solidário de alunos do mestre António Chainho em Grândola

Os alunos da escola de guitarra portuguesa do mestre António Chainho, em Grândola, sobem ao palco do auditório municipal, no sábado à tarde, para um concerto solidário, cuja entrada é paga com a entrega de bens alimentares.


O espetáculo vai servir para dar a conhecer o trabalho que António Chainho tem desenvolvido com os seus aprendizes desde o início de março deste ano, altura em que a escola foi criada, divulgou hoje a Câmara Municipal de Grândola.

 

Na entrada para o concerto, os espetadores devem contribuir com alimentos, que serão depois distribuídos pelas famílias carenciadas do concelho, com o objetivo de “proporcionar um Natal mais feliz a quem menos tem”.

 

O Cine Granadeiro Auditório Municipal vai ser o palco do evento, que conta, a partir das 16:00 de sábado, com as atuações dos alunos de guitarra portuguesa e do seu mestre, aos quais se juntam os fadistas Ana Valadas, Luís Gonçalves e Joana Luz.

 

A Escola de Guitarra Portuguesa Mestre António Chainho funciona em Grândola há cerca de nove meses, na sede da Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense (SMFOG), também conhecida como Música Velha, uma coletividade centenária que dinamiza duas bandas e uma escola de música.

 

O projeto nasceu da iniciativa de alguns habitantes de Grândola que aprendiam com António Chainho na escola do concelho vizinho de Santiago do Cacém, de onde o músico é natural, fundada em 2005.

 

Foram estes alunos que lançaram o desafio ao município de Grândola de apostar no ensino da guitarra portuguesa, contou à agência Lusa o consagrado guitarrista, com mais de 45 anos de carreira.

 

O projeto é comparticipado financeiramente pela câmara e beneficia dos melhoramentos introduzidos no edifício da SMFOG pelas obras de requalificação, inauguradas há cerca de dois anos, no âmbito do programa de regeneração urbana do concelho.

 

António Chainho foi o fundador da primeira escola de guitarra portuguesa em Portugal, nos anos 80 do século XX, em Lisboa.

 

retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:06 | link do post | comentar

Terça-feira, 23.07.13

Xutos & Pontapés no encerramento da Feira de Agosto em Grândola

A banda portuguesa Xutos & Pontapés encerra os espetáculos noturnos da Feira de Agosto deste ano, que acontece entre 21 e 26 do próximo mês, em Grândola, onde também atua o brasileiro Gabriel o Pensador.


A inauguração, no dia 21, do palco principal da centenária Feira de Agosto, Turismo e Ambiente cabe a José Perdigão, que apresenta as músicas do seu mais recente álbum, “Sons Ibéricos”, e conta com a participação especial de José Cid.

 

Na noite seguinte, cerca de 60 músicos da banda da Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense (SMFOG), também conhecida por Música Velha, dão um espetáculo que junta temas clássicos, interpretados por uma soprano, e ligeiros, com adaptações de músicas pop/rock.

 

O espetáculo de sexta-feira leva a Grândola Richie Campbell e a The 911 Band, com um repertório reggae e soul que passará obrigatoriamente por temas do disco “Focused”, lançado no final do ano passado.

 

O rapper brasileiro Gabriel o Pensador, cujo álbum mais recente, “Sem Crise”, chegou a Portugal em abril, anima o palco principal na noite de sábado, onde são esperados os novos temas, mas também mais antigos, como “Lôra Burra” ou “2345Meia78”.

 

No domingo, a proposta da Câmara Municipal de Grândola, que promove o certame, é um festival de folclore.

 

A edição de 2013 da Feira de Agosto é encerrada, no dia 26, com o concerto de Xutos & Pontapés, que contam já 34 anos de existência e uma lista extensa de êxitos, entre os quais “Não sou o único”, “Contentores”, “A minha casinha” e “À minha maneira”.

 

Nos seis dias do evento, há espaço também para feira franca, expositores, zonas de artesanato e de tasquinhas, um festival hípico e tourada.

 

Segundo a organização, o evento atraiu, no ano passado, mais de 100 mil visitantes ao Parque de Feiras e Exposições de Grândola.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 12:18 | link do post | comentar

Segunda-feira, 04.03.13

Recital com Maestro António Chainho e seus alunos

Realiza-se no próximo dia 05 de Março pelas 21:00, no  Cineteatro Grandolense , um recital de apresentação com o maestro António Chainho e os seus alunos num espectáculo que marca a abertura da “Escola de Guitarra Portuguesa Mestre António Chainho” em Grândola.

 

A funcionar nas instalações da Escola de Música da Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense, (SMFOG), a Escola de Guitarra Portuguesa tem como objectivo proporcionar o ensino e a aprendizagem da guitarra portuguesa no contexto de uma tradição e de uma política de promoção da cultura musical em Grândola, e tem como suporte um acordo de parceria celebrado entre o Município de Grândola e a SMFOG.

 

António Chainho ministra as aulas às terças-feiras entre as 16:00 e as 21:00. 


Neste ano de 2013 a escola funcionará entre 05 de Março e 31 de Dezembro com interrupção no mês de Agosto.

 

O recital de dia 05 de Março será aberto ao público

 

Retirado do HardMúsica



publicado por olhar para o mundo às 19:11 | link do post | comentar

Domingo, 03.03.13

Editor da “Grândola” diz que canção é hino de revolta para quem não tem alternativa

A “Grândola, Vila Morena” dá voz a quem pretende mostrar que algo está errado, diz o editor que lançou a canção, que é um “hino de revolta” para as pessoas que não têm outra forma de a mostrar.


Em entrevista à Lusa, o fundador da editora Orfeu, Arnaldo Trindade, recordou a gravação do álbum “Cantigas do Maio”, de José Afonso, do qual faz parte a “Grândola, Vila Morena”, e que ainda hoje considera “o melhor disco português de sempre”, produzido no estúdio Château d’Hérouville, em França, por onde passaram, também, nomes como os Rolling Stones ou os Grateful Dead.

 

“José Afonso criou um hino à revolta e hoje - está-se mesmo a ver -, quando há qualquer coisa que o povo tem que fazer, aparece logo o ‘Grândola, Vila Morena’. De facto, é o hino da revolta das pessoas que têm razão e não têm outra maneira de o fazer, de o mostrar”, disse Arnaldo Trindade, que, hoje, com 78 anos, admite participar na manifestação de sábado, se se assegurar de que é apartidária.

 

O antigo editor da Orfeu, uma das principais etiquetas da história da música portuguesa, lembra que, com a “Grândola, Vila Morena”, se notou que o que ali estava “era um hino a um mundo novo, de revolta, mas uma revolta interessante, porque o José Afonso, apesar de ser um revolucionário, era um revolucionário idealista, utópico”.

 

Por essa razão, Arnaldo Trindade apoia quem tem usado a “Grândola” em manifestações, e espera que, na próxima, se cante a segunda senha do 25 de Abril, “que seja pacífico”, mas que, além disso, acima de tudo, “mostre a vontade de querermos ser melhores, que podemos ser melhores”. “Temos todas as condições para isso, mas temos de ser conduzidos de outra maneira”.

 

“Cantigas do Maio” foi o quarto LP gravado por José Afonso para a Orfeu, ao abrigo de um contrato que estipulava o registo de um álbum por ano, pelo cantor nascido em Aveiro, sob o selo da editora que sempre manteve o escritório na rua de Santa Catarina, no Porto.

 

Arnaldo Trindade, que ainda guarda o último álbum de José Afonso em vinil, com um autógrafo que inclui a referência “O Porto é uma nação!”, destaca o que se passou a 15 de setembro do ano passado, como “o levantamento pacífico de um povo que não se sente bem”, e de “uma juventude que não tem saída”, dando como exemplo o caso de netos seus, um dos quais emigrado na Bélgica, e outro, uma neta formada em Psicologia, a trabalhar numa confeitaria.

 

Para o editor, que atualmente acorda de madrugada para se dedicar à escrita poética, o simbolismo da canção está a ser cumprido: “Há qualquer coisa que está errada, que não funciona. A ‘Grândola’ é mesmo para isso”.

 

Retirado do Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 21:40 | link do post | comentar

Sexta-feira, 14.12.12

Igrejas de Grândola acolhem concertos de Natal gratuitos

A Igreja do Lousal é a primeira a receber o concerto de Natal já este sábado, 15 de dezembro, às 21:00. A iniciativa estende-se posteriormente a outras igrejas paroquiais do concelho de Grândola e a entrada é livre.


Após o concerto inicial na Igreja do Lousal, as músicas típicas das festividades do mês de dezembro podem ser escutadas na Igreja de Melides (20 de dezembro), na Igreja de Azinheira dos Barros (22 de dezembro) e na Igreja de Santa Margarida da Serra (28 de dezembro).

 

A Igreja Matriz de Grândola apresenta a 29 de dezembro um recital de Música Sacra com a soprano Júlia Coelho e o pianista Valter Fralda e recebe também o concerto de encerramento deste ciclo de concertos de Natal a 5 de janeiro de 2013.

 

Os concertos têm início marcado para as 21:00 e as melodias de Natal são entoadas pela Soprano Júlia Coelho, pelo Grupo Coral de Azinheira dos Barros e Lousal, Grupo Coral Vozes de Grândola, Grupo de Violas de Azinheira dos Barros e Lousal, Quarteto Barroco Litoral, Grupo Coral da Paróquia de Grândola, Grupo Coral e Etnográfico Coop, Morenitótuna, Grupo Falta Um e Tuna da Universidade Sénior.

 

retirado de Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 10:33 | link do post | comentar

Sábado, 19.02.11

 

 

Letra
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade 

Dentro de ti, ó cidade
O povo é quem mais ordena
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena 

Em cada esquina, um amigo
Em cada rosto, igualdade
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade 

Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada rosto, igualdade
O povo é quem mais ordena 

À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade
Jurei ter por companheira
Grândola, a tua vontade 

Grândola a tua vontade
Jurei ter por companheira
À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade

 

 



publicado por olhar para o mundo às 20:04 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Concertos, mercado tradic...

Concerto solidário de alu...

Xutos & Pontapés no encer...

Recital com Maestro Antón...

Editor da “Grândola” diz ...

Igrejas de Grândola acolh...

Zeca Afonso - Grândola, V...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds