Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

A Música Portuguesa

Em terras Em todas as fronteiras Seja bem vindo quem vier por bem Se alguém houver que não queira Trá-lo contigo também

  Letra   Enlaçar-te nesta melodia Abraçar um balde de água fria E morrer sem companhia Enganar-me na casa de banho Perguntar as horas a um estranho E o medo de ficar para tia Habitualmente dança-se só Como viver, como morrer Viver como mais gente Ao som da chuva moderada Dançar com a minha namorada Enquanto eu vou fugir para a estrada Ficar a ouvir a trovoada Mover-me sem companhia o medo de ficar para tia No meio de perder um amigo Saber se ligo ou não ligo Habitualment (...)
  Letra   Prometo não falar de amor de gostar e sentir Portanto não vou rimar com dor um mentir Joga-se pelo prazer de jogar e até perder Invadem-se espaços trocam-se beijos sem escolher Homens temporariamente sós / que cabeças no ar Não retratos de solidão interior Não há qualquer tragédia / Mas um vinho a beber Partidas regressos conquistas a fazer Tudo anotado numa memória que quer esquecer Homens sempre sós preferem perder Homens sempre sós são (...)
21 Ago, 2015

GNR - "6ª Feira"

    Letra   Sexta-feira em Albufeira; O mundo esteve p'ra acabar E era tal a bebedeira Ninguem sabia onde era o mar, E falta a tua confissão Falta o teu á beija-mão E no Domingo, na Ribeira Em Cascais ou no Funchal As sondagens la da feira Era o bem contra o mal Mas falta a tua confissão Falta o meu á beija-mão Refrão Já não dá, ja não dei Já nem sei em quem votei Já não há, ja não sei Ja nem dou com o D'J Ja não há, ja nem é Ja nem sei onde fiquei Ja não (...)
    Letra   Felizmente que a noite sai Ainda bem que há névoa por aí Estou contente se a luz se esvai E uma sombra invade este lugar Se um amanhã perdido for metamorfose de horror As trevoas não vão demorar estou contente se a luz se esvai Se o céu se fecha sobre nós desprende-se uma rouca voz Se o amanhã perdido for overdose de pavor Directa sim eu declaro morte ao sol Directa não e a quem o apoiar Directa sim eu declaro morte ao sol aí vem a luz !!! Se o céu (...)
20 Ago, 2015

GNR - Bellevue

    Letra   "leve levemente como quem chama por mim" Fundido na bruma no nevoeiro sem fim Uma ideia brilhante cintila no escuro Um odor a tensão do medo puro Salto o muro, cuidado com o cão Vejo onde ponho o pé, iço-me a mão Encosto ao vidro um anel de brilhantes É de fancaria a fingir diamantes Salto a janela com muita atenção Ponho-me à escuta, bate-me o coração Sabem que me escondo na Bellevue Ninguém comparece ao meu rendez-vous Porta atrás porta pelo corredor (...)
20 Ago, 2015

GNR - Vídeo Maria

  Letra   Tarde de chuva, a península inteira a chorar Entro numa igreja fria com um círio cintilante Sentada, imóvel, fumando em frente ao altar Silhueta, esboço, a esfinge de um anjo fumegante Há em mim um profano desejo a crescer Sinto a língua morta e o latim vai mudar Os santos do altar devem tentar compreender O que ela faz aqui fumando Estará a meditar? Ai, ui, atirem-me água benta Ajoelho-me, benzo-me, arrependo-me, esconjuro-a Atirem-me água fria Por ela assalto (...)
02 Abr, 2015

GNR - Efectivamente

  Letra   Adoro o campo, as arvores e as flores Jarros e perpétuos amores Que fiquem perto da esplanada de um bar Pássaros estúpidos a esvoaçar Adoro as pulgas dos cães Todos os bichos do mato O riso das crianças dos outros Cágados de pernas pr'ó ar Efectivamente escuto as conversas Importantes ou ambíguas Aparentemente sem moralizar Adoro as pêgas e os pedrastas que passam Finjo nem reparar Na atitude tão clara e tão óbvia De quem anda a enganar Adoro esses ratos de esgoto (...)
  Os GNR regressam às edições este mês, com um novo álbum de estúdio.   O sucessor de “Voos Domésticos” (2010) chama-se “Caixa Negra” e tem lançamento previsto para dia 23.Cadeira Elétrica é o single de avanço do registo, descrito pela banda como “uma espécie de EP longo com um cheirinho a mini CD sem aroma a plástico”. Grav (...)
  Letra   Há no céu da boca Um sabor a Mel Fel Toda a Beleza é pouca Ninguém manda no Bordel Há na China Uma Barragem suicida Para quem quer Mudar de Vida Um Chamado Investimento Apaga as luzes Já é de manhã Aproveita o vento Finge um sentimento Há no Clima Uma Alteração no Tempo E Quando Muda a Hora Lá vem Sofrimento Liga a cadeira eléctrica Sente a energia Funciona tudo por magia Liga Cadeira eléctrica Corta a corrente Passa tudo Tudo por magia
Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email