Sexta-feira, 24.01.14

 

Letra

 

Se ficou tanto por dizer, agora nem sei
Se o que tinha para dizer, agora fica bem
Usaste o riso para esconder o pior de quem?
Esconde tudo sem poder a mascara cai também
Foste com só e a noite cala silêncio toca o chão
Se o problema foi a fala fomos um grito então
O teu sorriso é uma arma que usas sem perdão
Tu dás um tiro e eu acabo na palma da mão

Guardamos tudo para depois, mas o depois não veio
Perdemos lutas sem sentido e com o pior que feio
Despiste o corpo e sabes bem que me tiveste inteiro
Pausaste o filme quando ele ainda nem estava a meio
Fomos a lava num vulcão fomos um tudo e um nado
Houve promessas que cumprimos, outras que estão guardadas
Dormimos mais de mil vezes de costas voltadas
Hoje dormimos lado a lado em camas separadas

às vezes pergunto-me como seria
Se eu escrevesse a história de outra maneira
Se o mundo parasse eu perceber
Que Ficou tanto por dizer
Que Ficou tanto por dizer

Ás vezes é sim às vezes é não
Ás vezes eu finjo e perco a razão
Se não perder não vou poder estar
fazer-te entender que há pernas para andar
Melhor de mim é o melhor de nos
perdendo-te a ti, perco a voz
às vezes é sim às vezes é não
às vezes eu finjo e perco toda a razão

às vezes pergunto-me como seria
Se eu escrevesse a história de outra maneira
Se o mundo parasse para-se eu perceber
Que ficou tanto por dizer
E que ficou tanto por dizer




publicado por olhar para o mundo às 08:42 | link do post | comentar

Segunda-feira, 23.07.12

 

 

Letra

 

Gastamos horas
Com conversas vãs
Enquanto o principal
O capricho dos dois
Deixamos sempre p'ra depois

 

Quantas vezes
Os 'nãos'
Escondiam um 'sim'
E quantas vezes
A distância
Me tornou deserto
E te desejei
Ao pé de mim

 

Deixamos tanto por dizer
Deixamos tanto por dizer
Deixamos tanto por dizer
Deixamos tanto por dizer

 

Restou o frio
Um mar de raiva à despedida
Ficaram os teus gestos
Sorrisos
E sem querer


Palavras muitas por dizer

Deixamos tanto por dizer
Deixamos tanto por dizer
Deixamos tanto por dizer
Deixamos tanto por dizer

 

Ficou tanto por dizer (8x)



publicado por olhar para o mundo às 23:28 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Joao Bota - Ficou Tanto P...

VIRGEM SUTA - Ficou tanto...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
"Estou cheio de arrependimento, cheio de dorese tu...
E é "Não dizem duas quando estão ao pé de ti"...
com o soquete p'lo artelho, um soquete é uma meia.
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
blogs SAPO
subscrever feeds