Segunda-feira, 14.09.15

cartaz-festival-para-gente-sentada-2015.jpg

 

 
Festival para Gente Sentada reinventa-se. A identidade mantém-se, mas a casa muda. A 11.ª edição do festival acontece em Braga, dias 18 e 19 de setembro, em três locais diferentes: GNRation, Theatro Circo e no centro da cidade.
 
Vanessa Augusto conta-vos o que muda nesta edição numa conversa com João Carvalho, que faz parte da organização do festival.
 
Durante 10 anos, o evento decorreu em Santa Maria da Feira, que foi palco de concertos mágicos de nomes como Sufjan Stevens, Patrick Watson, Devendra Banhart (que chegou a fazer uma canção com o nome Santa Maria da Feira) ou Bill Callahan.
 
O conceito para gente sentada continua a ser o ponto central a partir do qual tudo o resto é estruturado. Com esta ideia bem presente, e tendo em conta a forte dinâmica cultural de Braga, foi dado um passo em frente e delineada uma programação variada e singular, ideal para assistir sentado ou até de pé. Ou ambos. Sucessivamente.


O Theatro Circo assume-se como a sala principal e vai receber, no dia 18 de Setembro, o grupo revolucionário da música americana Giant Sand, a sensualidade e força feminina da libanesaYasmine Hamdan e a subtileza criativa do compositor e multi-instrumentista Bruno Pernadas. No dia 19 de Setembro chega o experimentalismo avant-pop de Mercury Rev, o imaginário cinematográfico de Lydia Ainsworth e a ousadia de B Fachada.


O espaço GNRation vai contar com duas salas de concertos. No dia 18, a endiabrada guitarra eléctrica do tuareg Mdou Moctar e o indie dance de Electric Shoes são as propostas. O dia 19 de Setembro fica a cargo do ritmo alucinante de DJ Coco e da viagem sonora pelos vários universos musicais de Filho da Mãe & Ricardo Martins.

O centro da cidade vai abraçar um modelo de concertos de rua. No dia 18, estão agendados os espetáculos de fusão de influências eruditas e jazzísticas de Box to Box, a intimidade de Benjamim e o rock blues cru de Seruhio. No dia seguinte é a vez da fusão de folk, reggea e rock dos Time For T, a irreverência de Sun Blossoms e a mestria da guitarra de Peixe.

Os bilhetes diários custam 20€ e o passe geral 35€.
 
Retirado de Antena 3


publicado por olhar para o mundo às 12:13 | link do post | comentar

Quinta-feira, 07.03.13

A sensibilidade é uma arma no Festival Para Gente Sentada

Sexta-feira será dia de Festival Para Gente Sentada e Santa Maria da Feira acolhe como cabeça de cartaz Patrick Watson, que passará antes, quinta-feira, por Lisboa

 

Patrick Watson, que deu o seu nome à banda que lidera, é figura de culto em Portugal

 

Terá um dia de duração e quatro nomes para manter íntegra a sua personalidade. O canadiano Patrick Watson, a francesa Mélanie Pain e os portugueses Emmy Curl e Little Friend apresentam-se no Cine-Teatro António Lamoso. Nove anos depois da estreia, o Festival Para Gente Sentada continua a construir a sua história.

 

Em 2004, Santa Maria da Feira inscreveu o seu nome no roteiro de festivais portugueses. Fê-lo de forma personalizada. O nome era desde logo uma indicação: Festival Para Gente Sentada. Ou seja, não se tratava de simplesmente agrupar uma série de bandas no no Cine-Teatro António Lamoso. Tinha conceito definido, tinha personalidade: singer songwriters, músicos para ouvirmos concentrados, atentos às palavras. Sentados. Em 2004, ouvimos Sufjan Stevens e Devendra Banhart (e as pessoas até se levantaram para dançar no final) imediatamente antes da sua explosão mediática. Ouvimos em edições posteriores, porque o festival tem conceito mas não é dogmático, bandas de pop literata como os Camera Obscura, o blues de Legendary Tigerman ou as visões apocalípticas de Woven Hand. Passadas oito edições, o festival mantém-se fiel aos propósitos iniciais. Sexta-feira, Santa Maria de Feira acolhe o 9º Festival para Gente Sentada. Um dia de duração: sobem a palco Patrick Watson, banda centrada num homem que, antes, quinta-feira, actua em Lisboa, no Tivoli, a francesa Mélanie Pain e os portugueses Little Friend e Emmy Curl. O início está marcado para as 20h e os bilhetes custam 22€.

 

O canadiano Patrick Watson, que deu o seu nome à banda que lidera, é um músico que já conhecemos bastante bem. Verdadeira figura de culto em Portugal, autor de concertos que conquistam pela emotividade e capacidade de entrega ao momento – há uns anos, em Lisboa, vimo-lo transformar uma quebra de energia num improviso emocionante partilhado com o público –, Watson tem afinidades com a folk confessional do velho Sufjan Stevens e uma queda para a melancolia expressa nas teclas de um piano. Chega a Portugal com o último Adventures In Your Own Backyard, editado em 2012, como mote para o concerto.

 

Mélanie Pain, por sua vez, emancipou-se dos anos em que acompanhou os Nouvelle Vague para se tornar uma voz em que a sensibilidade indie britânica original, muito twee, se conjuga com a genética yé yé francesa, tudo embrulhado em produção que denuncia a modernidade do conjunto. Editou até ao momento dois álbuns, My Name (2009) e Bye, Bye Manchester (2012), e suspeitamos que April March, a mais francesa das cantoras americanas, seja fã.

 

O cartaz completa-se com Little Friend e Emmy Curl. Esta é o pseudónimo da transmontana Catarina Miranda, que vem construindo discretamente um percurso sólido, assente em música que transforma um desejo de recolhimento em canções tão românticas quanto oníricas, qual Tori Amos inspirada pela majestosa imponência da natureza. Editou Origins no final de 2012 e anda desde então a apresentá-lo pelo país. Little Friend, por sua vez, é John Almeida, nascido em Londres e de origem portuense, colaborador, por exemplo, dos We Trust de André Tentúgal, e que a solo faz jus ao nome do festival em que se apresenta. Música Para Gente Sentada. Uma busca interior, um quase sussurro que cresce da guitarra acústica para a companhia gentil de uma banda.  

 

Noticia do Público



publicado por olhar para o mundo às 10:27 | link do post | comentar

Sábado, 02.02.13

Festival Para Gente Sentada

Patrick Watson, Mélanie Pain, Little Friend e Emmy Curl são os nomes do festival realizado desde 2004 em Santa Maria da Feira

 

No ano em que o festival dedicado à sensibilidade singer songwriter terá apenas um dia dia de duração, os canadianos Patrick Watson destacam-se. A francesa Mélanie Pain, cantora durante anos nos Nouvelle Vague e os portugueses Little Friend e Emmy Curl também se apresentarão no próximo dia 8 de Março em Santa Maria da Feira.

 

Será a 8 de Março e, à 9.ª edição, concentra-se num único dia. O Festival Para Gente Sentada, dedicado a cantautores e criado para que os espectadores fruam a música deixando o corpo no conforto das cadeiras do Cine-Teatro António Lamoso, em Santa Maria da Feira, e a cabeça e vaguear onde a leve ritmos e palavras, já tem cartaz fechado. Os canadianos Patrick Watson, figuras de grandíssimo culto em Portugal, são as figuras principais. A francesa Mélanie Pain e os portugueses Little Friend e Emmy Curl completam o alinhamento.

 

O festival que trouxe em edições anteriores nomes como Richard Hawley, Woven Hand ou Bill Callahan, apostando numa visão abrangente do que consideramos a tradição singer-songwriter (e por isso coube no cartaz uma banda pop como os Camera Obscura ou o blues de Legendary Tiger Man), aposta em 2013 em Patrick Watson. O músico canadiano, líder de uma banda a que deu o seu nome, é famoso pelo carácter emotivo, catártico, dos seus concertos. O tom confessional da sua música, ora delicada como folk de câmara, ora melancólica quando guiada por piano, ora procurando uma intensidade mais exposta, não anda longe do universo de um Sufjan Stevens (sem a ambição orquestral) ou de Beirut (sem o trompete e as tentações world music). Regressam a Portugal depois da edição, em 2012, de Adventures In Your Own Backyard.

 

A francesa Mélanie Pain, depois de um estágio de alguns anos como cantora dos Nouvelle Vague, a banda celebrizada pelas versões lounge de clássicos punk e new wave, inverteu papéis e seguiu o seu próprio caminho. Tem dois álbuns, My Name (2009) e Bye, Bye Manchester (2012), onde se revela cantora que ouvimos como herdeira indie do yé-yé francês de décadas antigas.

 

Em Emmy Curl, pseudónimo da transmontana Catarina Miranda, não se vislumbram vestígios de yé-yé. Alguma exuberância visual transporta-se para o romantismo sonhador de música que habita um imaginário construído sobre a imponência da paisagem natural. Origins, o seu segundo álbum, foi editado na recta final de 2012.

 

Por fim, Little Friend. Que é John Almeida, nascido em Londres e de origem portuense, colaborador dos We Trust de André Tentúgal. Uma voz que se vira para o interior, perscrutando intimidades à guitarra acústica (que, quando a inspiração se transforma em canção, se rodeia de mais instrumentos).

 

O Festival Para Gente Sentada tem início marcado para as 21h de 8 de Março. Os bilhetes custam 22€.

 

Noticia do Público



publicado por olhar para o mundo às 21:25 | link do post | comentar

Terça-feira, 06.03.12

Festival Para Gente Sentada já tem cartaz completo

Os portugueses Aquaparque, A Jigsaw e The Telegram são as derradeiras confirmações no cartaz do Festival Para Gente Sentada, a decorrer nos dias 24 e 25 de março, no Cine Teatro António Lamoso, em Santa Maria da Feira.

 

Os Aquaparque (atuam a 24 de março) têm origem em Santo Tirso. Pedro Magina (voz, casio tonebank, yamaha ds55, harmónica, percussão) e André Abel (voz, programações, guitarra) conheceram-se na primária, no final da década de 80. Magina, com as suas botas ortopédicas, e André, com as suas camisas apertadas até ao pescoço, começaram a escrever música em conjunto pela altura que a “Antologia” dos Beatles passou na RTP2, já os dois andavam no ciclo. Tiveram as suas bandas com incautos adicionais, com estéticas comprometidas no seu diletantismo adolescente, de imersão no metal gótico à la Lacrimosa dos parcos de técnica, à primeira vida dos dAnCE DAMage, inspirados pela recuperação do pós-punk do início do novo século. Ensaiaram uma vida inteira na sua amada e desdenhada cidade do Porto, em espaços mitificados nos milieus das bandas emergentes do período, como o Poltergeist e o ‘Abílio’, no Bonfim, até salas na Zona Industrial ou no Stop, e tocaram pelo país fora, de festivais ao ar livre dentro de muralhas, em Miranda do Douro, a garagens tornadas bares de alterne teen, em Vieira do Minho. O pico deve ter sido no nunca-mais-será-como-antes Swing, no Porto. Precisaram deste tempo todo para escrever “Pintura Moderna”, em algumas semanas. “Pintura Moderna” é o segundo álbum dos Aquaparque, onde a pop da década de 80 é transposta para os dias de hoje, sem nunca perder a modernidade, beleza e identidade própria.

 

Os A Jigsaw (24 de março) são uma das bandas a seguir em 2012, a conselho da revista francesa “Les Inrockuptibles”. Considerados pela revista holandesa “Heaven Magazine” como um dos projetos Indie Folk Americana mais interessantes e originais do continente europeu, a banda que um dia adotou o nome da música Jigsaw You, composta por dEUS, assumiu agora a linguagem do indie Folk e é composta por três multi-instrumentistas. São eles João Rui, Jorri e Susana Ribeiro. A primeira edição do novo disco dos a Jigsaw, “Drunken Sailors & Happy Pirates”, já esgotou, sendo já lançada a segunda edição deste trabalho que tem vindo a recolher os mais rasgados elogios da crítica especializada. “Drunken Sailors & Happy Pirates” tem 12 músicas, como o número de anos que este trio conimbricense tem neste momento.

 

O projeto The Telegram (25 de março) nasceu e vive entre Santa Maria da Feira e Espinho. Pelo caminho, várias foram as influências absorvidas e várias as canções acerca da condição humana escritas. O desenho simples e acústico da música dos Telegram encontra a sua influência nas vidas de Paulo Santos e Filipe Amorim, inspirando-se nas experiências quotidianas deles próprios e dos que os rodeiam. São dois músicos a tentar passar uma mensagem simples, através de uma sonoridade marcadamente folk.

 

Também confirmados no cartaz do Festival Para Gente Sentada estão Thomas Belhom (25 de março), Tindersticks (25 de março) e Low (24 de março).

 

Os concertos têm início às 21h30.

 

Os bilhetes para o festival, à venda nos locais habituais, custam entre €22 (ingresso diário) e €33 (passe para os dois dias).

Sara Novais

 

Via Sapo Música



publicado por olhar para o mundo às 14:17 | link do post | comentar

Domingo, 20.02.11

Festival para gente sentada

 

Anunciado cartaz do festival que acontece em março, em Santa Maria da Feira. Conheça-o aqui.

Aos já revelados Legendary Tigerman e Piano Magic, cabeças de cartaz da edição deste ano do Festival para Gente Sentada, juntam-se ao evento Laetitia Sadier (vocalista dos Stereolab), Nuno Prata, B Fachada e Spokes. 

Os bilhetes custam entre 20 euros (um dia) e 30 euros (dois dias). 

Os concertos acontecem, como habitualmente, no Cine Teatro António Lamoso, em Santa Maria da Feira. 

No ano passado, passaram pelo Festival para Gente Sentada Bill Callahan e Camera Obscura, entre outros. 

Festival para Gente Sentada 2011 

18 de março

 

Legendary Tigerman 
Laetitia Sadier 
Nuno Prata 

19 de março
Piano Magic 
Spokes 
B Fachada (na foto)



publicado por olhar para o mundo às 00:05 | link do post | comentar


Quer ver a sua banda ou espectáculo divulgados aqui?,
envie um email para: olharparaomundo (arroba) sapo.pt
Se tem alguma letra que eu não tenha encontrado, pode enviar para o mesmo email
mais sobre mim
posts recentes

Festival para gente senta...

A sensibilidade é uma arm...

Festival Para Gente Senta...

Festival Para Gente Senta...

Festival para gente senta...

arquivos

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

tags

todas as tags

links
comentários recentes
Pena estes rapazes não terem mais popularidade. A ...
Nome do autor da letra?Não se escreve?Falta de res...
A LETRA É ASSIM!!!E NÃO ASSADO!!!!MaMãe, tu estás ...
As partes que não consegui perceber estão com reti...
https://www.google.pt/amp/s/www.musixmatch.com/pt/...
Vou adicionar nos meus favoritos, sou brasileira, ...
" Para que o tremoço o almoço e o alvoroço demorem...
Letra e música do SiulProdução do Siul Sotnas e Mi...
que puta de letra fdx
Epá, o que é isto?Borrei-me todo com este "Mal des...
blogs SAPO
subscrever feeds